Últimas notícias:

Loading...

Deficiente física viaja sozinha por países em conflito na África

Detalhes da viagem estão no livro “Estamos Aqui”, que a jovem pretende lançar com ajuda de crowndfunging

Por: Redação

Em 2013, a universitária Jéssica Paula Prego decidiu sair pela África para conhecer e entender como vivem as crianças sequestradas por milicianos que atuam no continente. O objetivo da viagem era produzir material para o trabalho de conclusão de curso de jornalismo da UnB (Universidade de Brasília).

 

Ao longo de um ano, a goiana de 23 anos, que é deficiente física e caminha com ajuda de muletas, percorreu mais de 7 mil km e passou por países como Etiópia, Sudão, Sudão do Sul e Uganda.

No Sudão, sob um calor de 52ºC (até a borracha da muleta derreteu no calor do asfalto), Jéssica teve que ser passar por muçulmana para entrar em Ad-Damazin, uma das cidades mais atingidas pela guerra civil que dividiu o país em dois –Sudão e Sudão do Sul, até ser expulsa por oficiais do governo.

Criança sul-sudanesa posa para foto[/img]

Em Uganda, Jéssica conversou com a ex-enfermeira de Joseph Kony, um dos 10 mais procurados no mundo, líder de uma milícia que devastou o país. O grupo ainda age em algumas regiões. Foi lá que a jovem acabou contraindo malária.

Todos os detalhes dessas e outras histórias estão no livro “Estamos Aqui”, que a jovem pretende lançar com ajuda de financiamento coletivo. O objetivo é arrecadar R$ 15 mil.  A campanha fica no ar até 5 de março no site Catarse.

Compartilhe: