Dunas do Jalapão têm horário de visitas reduzido

Por: Redação | Comunicar erro

Planejando conhecer o Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins (TO)? Então é bom ficar atento. É que entrou em vigor nesta segunda-feira (19) os novos horários de visitação às dunas, a atração mais procurada pelos turistas que visitam a região.

A abertura do atrativo mais cedo, às 14h, vai propiciar o retorno de todos os visitantes ao estacionamento do acesso aos bancos de areia até o fim do horário de visitação, às 18h30. Os últimos visitantes deverão ingressar na área protegida, até no máximo às 17h30, uma hora antes do término da visitação.

Crédito: Daniel Andrade/Secom-TOO acesso às dunas do Jalapão poderá ser feito das 14h às 18h30, todos os dias da semana

No período da manhã, das 6h às 12h, somente será permitido o acesso – com agendamento prévio – para grupos institucionais, como escolas; para fins de uso de imagens comerciais; pesquisas científicas e aulas de campo.

O Naturatins (Instituto Natureza do Tocantins) considerou o volume intenso de visitação diária para direcionar os monitores que controlam o acesso dos visitantes ao longo do dia. Atualmente, as agências de viagem concentram a entrada dos turistas nas dunas no horário do pôr do sol, ampliando a demanda da equipe técnica de controle e monitoramento da visitação.

Turistas contemplam pôr do sol sobre as dunas do Jalapão

A medida é para preservar a área do grande fluxo de turistas, que somente nos primeiros 20 dias de janeiro deste ano, o local recebeu cerca de 3 mil turistas, quase o dobro do mesmo período de 2017, quando passaram por lá 1.710 pessoas.

Um dos motivos é a novela “O Outro Lado do Paraíso, que teve cenas gravadas na região e na capital Palmas.

Entre as atrações no Jalapão, apenas as dunas têm a entrada controlada pelo Naturatins. Nos fervedouros o acesso precisa ser combinado com os donos das chácaras onde eles estão localizados e nas demais atrações o acesso é livre.

Dunas e fervedouros

Fiscais controlam acesso às dunas do Jalapão

As dunas do Jalapão, de coloração dourada ao pôr do sol, lembram um deserto e são o principal atrativo do local. A extensa região turística do Tocantins conta com dezenas de atrativos naturais espalhados pelos municípios de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins. Os visitantes percorrem centenas de quilômetros de estradas de terra que dão acesso aos rios de águas límpidas, como o majestoso rio do Sono e o rio Soninho; e cachoeiras transparentes, entre elas, as cachoeiras da Velha, do Formiga e das Arara.

Os cenários esculpidos pela água e o vento são deslumbrantes. Destacam-se o Cânion Sussuapara e arenitos como a Pedra Furada.

Outro diferencial do Jalapão são os “fervedouros”, nascentes profundas que formam pequenos lagos. A pressão da água que brota do interior da terra permite o banhista relaxar na superfície das piscinas naturais sem perigo de afundar. Apesar da temperatura ambiente, a água borbulhando no poço de fundo arenoso lembra uma fervura.

Nos fervedouros o acesso precisa ser combinado com os donos das chácaras onde eles estão localizados

O Jalapão também é o berço do Capim Dourado, conhecido como a “joia” do Tocantins. A fibra reluz que nem ouro e só pode deixar o Tocantins depois de manufaturada. Nas mãos habilidosas das artesãs, o Capim Dourado é transformado em bijuterias, bolsas, chapéus, peças decorativas e utilitárias exportadas para os demais estados brasileiros e diversos países.

Para agendar uma visita às dunas, o interessado deve entrar em contato pelo telefone (63) 3534-1072 ou por e-mail: pejalapao@naturatins.to.gov.br.

Compartilhe: