ONG tem programas de intercâmbios com até 80% de desconto

Informar

Empresa chilena promete voos a US$ 50 na estreia no Brasil

Início da operação da aérea chilena marca abertura do país para entrada das low cost

Por: Redação | Comunicar erro

A empresa chilena Sky Airline iniciou nesta segunda-feira, 5, suas operações no Brasil, com a inauguração da rota Santiago-Rio de Janeiro. É a primeira aérea estrangeira de baixo custo –as chamadas low cost– a operar um voo regular internacional de passageiros no país.

Sky Airlines
Crédito: Alberto Ruy/MTPAAeronave que fez voo inaugural da rota é “batizada” após pouso no aeroporto do Galeão, no Rio

A empresa, que fará a oferta regular de bilhetes para esta rota com passagens a US$ 50, também começa a voar nesta terça-feira (6) da capital chilena para Florianópolis (SC) e, a partir de dezembro, para o terminal de Guarulhos, em São Paulo.

Serão, em média, cinco voos semanais para cada aeroporto, em aeronave com capacidade para 186 passageiros.

“Queremos ser a empresa com o menor custo por assento da América Latina”, disse Holger Paulmann, CEO da Sky Airline.

A Catraca Livre fez uma rápida busca no site da empresa e encontrou trechos com preços a partir de US$ 81, sem incluir a taxa de embarque. Este valor não inclui o despacho de bagagem.

Sky airlines
Crédito: ReproduçãoNo site da empresa, o bilhete mais barato custa US$ 81

Além da Sky, outras três empresas lowcost têm processos de autorização de operações em andamento na Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A europeia Norwegian e as argentinas Avian (subsidiária da Avianca) e Flybondi seguem em tratativas com a agência para ofertarem voos de longo curso no país.

De acordo com o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, a entrada dessas empresas gera mais que a abertura para novos negócios, traz uma nova perspectiva de crescimento para o Brasil.

Dicas para viajar em companhias low cost na Europa

Compartilhe: