Últimas notícias:

Loading...

EUA já exigem dados de redes sociais para liberação de visto

Nova regra vale para praticamente todos os candidatos aos vistos de turismo, estudo e trabalho

Por: Redação

Está planejando tirar o visto para viajar para os Estados Unidos ou precisa renová-lo? Então é bom ficar atento com que escreve ou compartilha nas redes sociais.

É que está valendo desde a última sexta-feira (31) as novas regras para obtenção do visto impostas pelo presidente Donald Trump.

Visto americano
Crédito: A_Taiga/iStockNovas regras para obtenção de visto de estudante, turismo e trabalho nos Estados Unidos já estão valendo

Agora, além da documentação, será preciso enviar junto com a solicitação informações sobre as redes sociais que usa ou usou nos últimos cinco anos, como Twitter, Facebook e endereços de e-mail.

De acordo com o Departamento de Estado americano, a nova exigência é uma medida antiterrorista.

BRASILEIROS PODEM ENTRAR EM MAIS DE 150 PAÍSES SEM VISTO; CONFIRA

A regra vale para quem vai aos Estados Unidos fazer turismo, trabalhar ou estudar. Apenas cidadãos de 38 países e territórios são autorizados a entrar no país sem visto por até 90 dias.

Cerca de 15 milhões de pessoas, segundo cálculos do próprio governo americano, serão afetados.

Antes, apenas candidatos que demandavam uma investigação adicional por parte das autoridades –como os que haviam estado em partes do mundo controladas por grupos radicais ou eram provenientes de determinados países– tinham essa obrigação.

SAIBA COMO TIRAR O VISTO PARA ENTRAR NOS ESTADOS UNIDOS

Novos formulários

De acordo com a BBC Brasil, os novos formulários de solicitação de visto listam uma série de redes sociais e exigem que o solicitante informe os nomes das contas que têm ativas ou as que utilizou nos últimos cinco anos.

A solicitação também inclui a opção de oferecer informações voluntariamente sobre perfis que possuam ou possuíram em outras redes, mas que não constam na relação disponível na ficha.

Desde sexta-feira, internautas relatam que o novo formulário já está valendo.

Segundo fontes de imigração consultadas pelo jornal americano The Hill, quem mentir sobre o uso das redes sociais poderá enfrentar “sérias consequências na imigração”.