Últimas notícias:

Loading...

Guia traz dicas e incentiva mulheres a viajarem sozinhas

Quanto mais mulheres viajarem sozinhas, mais seguro, fácil e confortável será para as próximas gerações

Por: Redação

A Booking.com, em parceria com a ONG feminista Think Olga, lançou uma guia para mulheres viajarem em sua própria companhia.

O guia “Mulheres pelo Mundo: um guia para viajar em sua própria companhia” tem 20 páginas e pode ser baixado gratuitamente no site mulherespelomundo.com. A publicação está disponível em três idiomas –português, espanhol e inglês—e traz dicas para as mulheres enfrentarem o medo de viajarem sozinhas, como aproveitar melhor os destinos e o que fazer caso se sintam ameaçada.

Crédito: JBencivenga/iStockGuia incentiva mulheres a fazer as malas e explorar novos destinos, experiências e, principalmente, a si mesmas, sempre com segurança

A publicação foi elaborada a partir de uma pesquisa realizada pela Booking.com no início deste ano com 4 mil pessoas do Brasil, México, Colômbia e Argentina, com idades entre 18 e 60 anos e que já realizaram pelo menos duas viagens internacionais.

A pesquisa, divulgada nesta quarta-feira, 21, revela que 62% das mulheres latino-americanas já fizeram pelo menos uma viagem em sua própria companhia para outro país.  Entre homens, a porcentagem sobe para 72%.

Essa diferença se deve principalmente pela falta de segurança de alguns destinos –17% das entrevistadas admitiram não viajar sozinha por medo.

BRASILEIROS PODEM ENTRAR EM MAIS DE 150 PAÍSES SEM VISTO; CONFIRA

Por isso, entre os destinos preferidos das brasileiras para viajarem sozinhas no continente estão Argentina (62%), Chile (54%) e Uruguai (41%), países com baixo índice de violência.

O levantamento revelou ainda que os viajantes da América Latina têm percepções predominantemente positivas acerca da mulher que viaja por conta própria.

Para os latino-americanos, elas são independentes (65%), aventureiras (54%), seguras de si (51%) e corajosas (40%) – em meio aos viajantes brasileiros, os números sobem para 71%, 52%, 53% e 49%, respectivamente.