História da cidade de SP e sua gente: para ver mais do que atrações

Museu da Imigração e unidades do Sesc estão entre os passeios que mostram a história da cidade de SP, sua gente e seus bairros

Mais do que pelos pontos turísticos, conhecer a história da cidade de São Paulo por sua formação e sua gente. No mês em que a capital paulista faz aniversário, visitantes e moradores têm a oportunidade de conhecer mais sobre quem ajudou a moldar o perfil da maior metrópole do Brasil.

Na divisa entre os bairros da Moóca e do Brás, o Museu da Imigração (SP) explica a cidade a partir do desembarque de portugueses, italianos, japoneses e outros tantos estrangeiros que chegaram aos milhões a partir de 1887. Fotografias, documentos, objetos pessoais e um bom material digital compõem o acervo do museu, que funciona no antigo prédio da Hospedaria de Imigrantes, primeira casa também de brasileiros vindos de outros cantos do país, especialmente nordestinos.

No Museu da Imigração, a cidade e seus bairros como a Mooca

Em 25 de janeiro, data da fundação da cidade e no dia seguinte (26), o Programa CCBB Educativo SP promove a atividade “Trocação de Histórias – Derivas da Memória”, visita mediada pelo centro histórico. Com duração de duas horas, o passeio percorre monumentos tombados, que recontam a transformação da pequena vila de jesuítas em uma das maiores cidades do mundo.

O programa do Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo (CCBB-SP) faz parte do projeto Lugar de Criação. Nele, os educadores desenvolvem uma programação nos fins de semana e feriados para incentivar o público a conviver e a dialogar com a arte.

Passeios pelos bairros com o Sesc

As unidades do Sesc São Paulo também organizam passeios que mostram aspectos diferentes da capital. No aniversário da cidade, o Sesc Santana apresenta a história da moda em Tecidos e Imigrações (25 de janeiro, às 9 horas). Partindo da história de italianos, judeus, coreanos e bolivianos, o roteiro pelas ruas do bairro conta sobre as confecções do Bom Retiro e dessa indústria na capital. No Sesc Avenida Paulista, Diário de Caminhada: Passeio a Pé Lúdico (19 de janeiro e 2 de abril, às 11h30) mostra o ícone máximo paulistano.

Para conhecer o ícone paulistano tem passeio no Sesc Avenida Paulista

Já o Sesc Consolação aborda aspectos da história da cidade em passeios como A São Paulo de Pagu (14 de março, às 9 horas), sobre a escritora e ativista política Patrícia Galvão, e Mulheres Negras: Outras Faces da Insurgência na Cidade (4 de abril, às 9 horas), sobre o protagonismo das mulheres negras na formação da capital.

A gente de São Paulo

Para conhecer a cidade por trás de alguns de seus cartões-postais, Retratos Urbanos é um documentário que revela a capital pela ótica de funcionários de pontos turísticos como o Museu de Arte de São Paulo (Masp), a Pinacoteca e o Estádio do Pacaembu. No Canal Futura, a série de 13 capítulos estreou em 7 de janeiro e continua sempre às terças, às 22h55. Produzidos pela Galeria Filmes a partir da ideia do fotógrafo Pablo de Sousa, os episódios de 5 minutos cada têm direção de Bruno Vergueiro.

Em parceria com Como Viaja

Nathalia Molina e Fernando Victorino escrevem o Como Viaja, com dicas de viagem e destinos. Jornalistas, os dois adoram conhecer culturas, hotéis e gastronomia. Na montanha, na praia ou na cidade. Sozinhos, a dois ou com o filho, Joaquim.Veja mais em comoviaja.com.br e @ComoViaja nas redes sociais

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Como Viaja

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.