Navio encalhado nas Ilhas Maurício parte ao meio e ameaça paraíso africano

A catástrofe provocou a revolta da população do destino paradisíaco

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O navio petroleiro encalhado em um recife nas Ilhas Maurício, na costa da África, se partiu em dois neste sábado, 15, segundo a empresa Nagashiki Shipping, responsável pela embarcação que transportava 3.800 toneladas do produto.

O MV Wakashio encalhou no dia 25 de julho em um recife de Pointe d’Esny.

Ilhas Maurício
Crédito: Reprodução/TwitterO navio MV Wakashio viajava da China para o Brasil quando encalhou nas  Ilhas Maurício

De acordo com as autoridades locais, ainda havia 90 toneladas de combustível a bordo do navio no momento em que ele se partiu.

Crédito: Divulgação/Nagashiki ShippingO navio japonês MV Wakashio

O combustível começou a vazar pelas fissuras nas áreas danificadas na semana passada e entre 800 e 1.000 toneladas foram dispersadas no oceano, em uma área considerada um paraíso por suas águas cristalinas.

Ilhas Maurício
Crédito: Reprodução/Twitter@MauritiusGuideAs remotas Ilhas Maurício são consideradas um paraíso por suas águas cristalinas em pleno oceano Índico

O navio MV Wakashio, de propriedade japonesa e que tem bandeira do Panamá, viajava da China para o Brasil quando encalhou nos recifes de Pointe d’Esny, na costa sudeste das Ilhas Maurício.

Compartilhe: