CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Punta del Este e seu inesquecível pôr do sol

Cátia Noronha, do blog Todas as Mães em Viagem, foi para o Uruguai com crianças e compartilha o roteiro que fizeram em Punta del Este

Por: Todas as Mães em Viagem

Mais um roteiro de viagem completo para inspirar os leitores! Viajamos para o Uruguai e conhecemos Montevidéu e Punta del Este em 7 dias! No post anterior escrevi sobre Montevidéu e agora vou compartilhar a nossa experiência em Punta del Este.

No Instagram do Catraca Livre Viagem, tem muitos stories em destaque com os passeios que fizemos!

Depois de conhecer Montevidéu, pegamos um ônibus da COT com destino a Punta del Este. Esse ônibus sai tanto da rodoviária quanto do aeroporto. A viagem dura cerca de 2 horas e custou 316 pesos uruguaios por pessoa. Criança menor de 5 anos não paga passagem (mas também não tem direito a assento e vai no colo rs).

Diferente de Montevidéu, alugar um carro em Punta foi importante para fazermos os passeios com mais independência: táxis são caros e Uber são poucos. Alugamos um carro bem em frente à rodoviária. Só precisa apresentar a CNH válida do Brasil.

La Mano

Assim que você chega na rodoviária em Punta del Este já dá de cara com um dos maiores símbolos do balneário: em frente à Praia Brava, o monumento La Mano (também conhecida como Los Dedos), representando uma mão que emerge da terra. Na alta temporada, chegue cedo se quiser tirar uma foto boa.

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemLa Mano: chegue cedo para conseguir tirar uma foto

Playa Mansa

O tempo estava ótimo, com calor e sem muito vento. Em Punta optamos por deixar um pouco a programação de passeios de lado para aproveitar a praia e relaxar – até porque as crianças queriam ter esse momento. Ficamos na Praia Mansa, super agradável, sem ondas e com uma água geladinha (mas refrescante, deu para nadar).

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemSem neuras na programação: dia de relaxar e curtir a Praia Mansa

Muito parecido com o estilo do Brasil: há vendedores ambulantes vendendo cangas e chapéus; quiosques vendendo comidinhas; aluguel de cadeiras e guarda-sóis. E, assim como nas praias brasileiras, é normal levar sua térmica com a cervejinha!

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemSol a pino na Praia Mansa: vale ficar até o entardecer e apreciar o pôr do sol

Nos hospedamos no Enjoy, que fica bem em frente a praia e ainda conta com o parador Ovo Beach (restaurante pé na areia do hotel) que tem toda a estrutura que a gente precisava. Uma dica para quem estiver na Praia Mansa: fique até o entardecer para privilegiar o maravilhoso pôr do sol!

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemPôr do sol da piscina do Hotel Enjoy, em frente à Praia Mansa

Casapueblo

Não deixe de visitar essa intrigante construção, que já foi casa de veraneio do artista uruguaio Carlos Páez Vilaró, falecido em 2014. Hoje a estrutura, à beira de um penhasco na península de Punta Ballena (15 minutos de Punta del Este), abriga uma galeria/ museu de arte, loja, café e hotel.

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemA entrada de Casapueblo

A entrada é paga e você tem acesso a uma exposição permanente do artista. Segundo afirmava o próprio Vilaró, Vinícius de Morais, amigo e frequentador da casa, se inspirou em Casapueblo para criar a música “A Casa” (que nos versos originais dizia: Era uma casa muito engraçada, não tinha portas, não tinha nada. Mas era feita com pororó, era a casa do Vilaró). Todo essa relação do artista uruguaio com o Brasil também é contada na exposição.

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagenO terraço mais famoso de Casapueblo

Mas mesmo com tanta riqueza de história e cultura incrustada, muita gente vai atrás dessa casa muito engraçada para ver a cerimônia do sol. Isso porque o pôr do sol, que acontece em meio à imensidão do mar, ganha ares poéticos. Alguns minutos antes do poente, os alto-falantes espalhados pelo terraço soltam um poema na voz de Vilaró, contemplando e agradecendo ao sol. É lindo, é arrepiante e os versos ecoam exatamente até o último raio de sol. Mas não se iluda, pois o terraço é concorrido. Tem gente que chega por volta das 16h30 só para garantir uma mesa no restaurante/ café do terraço. O que acho super válido, se você quiser aproveitar para tomar uma cerveja ou um vinho enquanto espera o entardecer.

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemNão dá para explicar, só vendo esse pôr do sol

Sobre ir com crianças: tenha em mente que é uma visita a uma galeria de arte, antes de mais nada. Dá para ir com crianças sim, mas não tem acessibilidade para carrinho. A cerimônia do sol pode ser um pouco entediante para eles, mas é rápido, dá para aproveitar (vale aquela regrinha de conversar antes com as crianças, os famosos combinados).

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemPanorâmica da Casapueblo após o entardecer

Puente de La Barra/ Ponte Ondulada

A Ponte Leonel Vieira, conhecida como a Ponte Ondulada, é uma atração de Punta del Este para quem vai até a região de La Barra. A gente só atravessou e voltou porque neste dia a nossa programação era curtir a Praia Mansa.

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemA ponte ondulada: é divertido passar por ela de carro!

Farol e Porto

O Farol é uma das construções mais antigas de Punta del Este. Fizemos uma breve visita e logo fomos ao Porto, de onde saem embarcações de turismo para conhecer a Isla de Lobos (maior reserva de leões marinhos da América do Sul). Com sorte, caminhando pelo porto, é possível avistar alguns dos leões marinhos que ficam ali.

Cassino do hotel Enjoy

Cassinos no Uruguai são estabelecimentos legais, diferente do Brasil. Não tem como falar em Punta del Este sem falar no cassino do hotel Enjoy (antigo Conrad), o mais famoso da cidade. Eu não gosto de cassino nem de jogatina, mas como estávamos hospedados no Enjoy, fiz questão de fazer uma visitinha! Como era de se esperar, é tudo muito luxuoso. Tem muitas daquelas maquininhas, mas também mesas de roletas e jogos de cartas como Blackjack. Para jogar, as maquininhas só aceitam dólar e aí você precisa trocar no caixa.

Comigo aconteceu o seguinte: pedi para trocar no cartão de crédito (queria 5 dólares). O caixa tentou passar e não foi aprovado pela operadora do meu cartão. Ele me explicou que como no Brasil os cassinos são ilegais, eu teria que solicitar autorização ao banco para poder passar o cartão lá. Bom, como eu só queria tentar a sorte em uma maquininha, troquei com dinheiro mesmo (dei pesos uruguaios) e acabei jogando (perdendo) 2 dólares. Me irritei e fui dormir. Entrei sozinha no cassino pois obviamente a entrada de menores não é permitida.

Crédito: Cátia Noronha | Todas as Mães em ViagemEntrada luxuosa para o Cassino do Enjoy

De Punta del Este, voltamos para Montevidéu, onde pernoitamos em um hotel há 5 minutos do aeroporto de Carrasco – tudo para facilitar a vida de quem viaja com crianças. Aliás, até o aeroporto de Montevidéu vira uma atração pela sua arquitetura.

Aproveitamos a nossa última noite e fomos conhecer a famosa avenida Arocena em Montevidéu, reduto de bares e restaurantes da região. Foi ali que nos despedimos da nossa última parrilla uruguaia acompanhada de uma garrafa de vinho e, claro, do delicioso doce de leite!

Leia também o post sobre o nosso roteiro em Montevidéu!

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Por: Todas as Mães em Viagem

Eu sou a Cátia Noronha, jornalista e mãe. Aprendi que viajar com crianças pode ser ainda melhor quando dispomos de mais informação e planejamento. Eu acredito que viajar em família estreita ligações e reforça nossos vínculos afetivos!

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário todasasmaes da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.