Resort em Ilhéus é um convite ao ócio e a gula

Por: Márcio Diniz

Terra de Jorge Amado, de Gabriela, dos coronéis e do cacau, essa é Ilhéus, cidade localizada no litoral sul da Bahia, a cerca de 450 km de Salvador, na Costa do Cacau. Fundada em 1534, a cidade ainda guarda alguns tesouros do apogeu da cultura cacaueira, como casarões centenários, igrejas e palácios que formam um precioso conjunto arquitetônico e histórico do litoral nordestino.

Muitas destas histórias ainda hoje são lembradas no Bar Vesúvio –antigo reduto de coronéis e cenário do romance “Gabriela, Cravo e Canela”, publicado em 1958– hoje transformado em atração turística de visita obrigatória. Não deixe de provar a iguaria mais famosa do estabelecimento — o quibe do Nacib.

Vista da Catedral de São Sebastião com o famoso e lendário Bar Vesúvio

Outro lugar que não deve ficar de fora do roteiro é o famoso Bataclan, cabaré comando por Maria Antônia Machado,  que na obra de Jorge Amado ganhou o nome Maria Machadão, no começo do século passado. Atualmente o local abriga um restaurante e um pequeno museu dedicado à personagem.

Reza a lenda que o Bar Vesúvio e o Bataclan eram ligados por uma passagem secreta por onde os coronéis passavam após deixarem suas mulheres Catedral de São Sebastião para acompanharem a missa.

Interior do Bataclan, antigo cabaré e cassino frequentado pelos coronéis do cacau e que inspirou Jorge Amado

Do cacau ao chocolate

Ilhéus foi um dos principais produtores e exportadores de cacau do Brasil no século passado. Mas no final da década de 1980, uma praga –a vassoura de bruxa– devastou plantações da fruta e as fortunas dos coronéis.

Mas o cenário vem mudando nos últimos com passeios, festivais –como o Internacional do Chocolate e Cacau, que ocorre em julho–além de degustações do fruto e seus derivados em fazendas da região.

Cacau plantado na fazenda Yrerê

A fazenda Yrerê, que fica cerca de 20 minutos do centro histórico de Ilhéus, recebe turistas com visitas guiadas pelas plantações de cacau. É possível conhecer o processo de produção de plantio, colheita e secagem das amêndoas ao sol, e ainda provar do delicioso suco de cacau oferecido ao final do passeio por Dadá Galdin, dona do local.

Pontos turísticos

A Casa de Cultura Jorge Amado é uma dos principais pontos turísticos de Ilhéus. O palacete que pertenceu à família do escritor foi doado em vida pelo próprio para a prefeitura. A casa, cujo átrio é decorado com azulejos ingleses em alto relevo, abriga museu, auditório e galeria de arte que contam parte da história do escritor.

O Palácio do Paranaguá, atualmente sede da prefeitura, também é um marco arquitetônico e histórico de Ilhéus. Localizado no centro da cidade, a inspiração neoclássica do projeto é baseada no Paço dos Governadores, em Salvador.

No outro lado da Praça Rui Barbosa, está o Palacete Misael Tavares que, com suas 70 fazendas de cacau, chegou a ostentar a condição de maior produtor da fruta em todo o mundo. Seu dono, de mesmo nome, era tão rico que mandou pavimentar a rua Antônio Lavigne de Lemos com pedras de cobalto –que até hoje enfeitam o local– para que sua filha não sujasse o vestido de noiva no chão de terra batida no dia do casamento.

Fachado do Palácio do Paranaguá, um dos símbolos da opulência da época dos barões do cacau

O Bar Vesúvio é um dos mais antigos estabelecimentos comerciais da cidade e é um dos símbolos de Ilhéus. Palco de muitas intrigas, famoso através da obra de Jorge Amado, o bar é muito procurado por turistas que chegam à cidade. Além da história que cerca o estabelecimento, comidas como o quibe e a moqueca também fazem sucesso.

O Cine Teatro Ilhéus¸ que fica no quarteirão Jorge Amado, é outra obra que merece ser visitada. Chegou a ser o maior teatro de toda a região Norte e Nordeste, com capacidade para mil espectadores. Depois de um incêndio, teve de ser remodelado e atualmente cabem 475 pessoas no local. 

Praias

Ilhéus tem quase 100 quilômetros de parias de areias brancas e coqueirais que agradam todo tipo de público, do familiar a surfistas.

As mais frequentadas são as praias dos Milionários, repleta de antigos casarões e tem fama de ter as maiores e melhores barracas à beira-mar da cidade, que oferecem serviço completo, e a de São Miguel, que tem uma vila de pescadores e também é conhecida como praia da Barra.

Orla quase deserta de Ilhéus

Tororomba e Canabrava, com dois resorts, recifes e ondas pequenas, são as mais apropriadas para famílias. Já a da Avenida, chama atenção  por estar dentro de um projeto paisagístico de Burle Marx.

Já as praias do Batuba e Backdoor são as preferidas dos surfistas por conta de suas ondas.

Cana Brava Resort, um convite ao ócio

Ilhéus possui diversas pousadas, hotéis e resorts para todos os bolsos. Mas se você é daqueles que procura sobra e água, o Cana Brava Resort é o lugar certo.

Único all inclusive da região, o resort é ideal para quem viaja em família. São diversas opções de lazer e descanso espalhados pelos 70 mil m² com vista para o mar e muita verde ao redor, que convidam para o ócio e a gula.

Vista panorâmica do Cana Brava Resort, único all inclusive da região de Ilhéus, no sul da Bahia

São dois restaurantes e quatro bares, que oferecem bebidas à vontade, petiscos e pratos da gastronomia regional –como frutos do mar e peixes– e internacional nas noites temáticas.

Segundo Rafael Espírito Santo, diretor comercial do Cana Brava, empreendimento vai ganhar ainda este ano um restaurante especializados em pratos à la carte, com foco em frutos do mar e mediante reserva.

Único all inclusive da região, o resort é ideal para quem viaja em família

Além de toda infraestrutura para as crianças, como piscina exclusiva para os pequenos, cinema, parque e shows temáticos, o empreendimento conta ainda com quadras de tênis e de vôlei de praia, campo de futebol, academia, sauna, tendas de massagens e salão de jogos.

Uma das piscinas do Cana Brava Resort

Ao todos são 104 apartamentos luxo, 81 apartamentos standard, 24 chalés máster, 33 chalés standard e 21 suítes family, todos com ar-condicionado, cofre individual, frigobar, TV a cabo, telefone e varanda com rede.

Natal e Réveillon

O Cana Brava All Inclusive Resort está com pacotes especiais para quem deseja passar o Natal ou o Réveillon em Ilhéus.

Interior de um dos apartamentos do Cana Brava

Para a noite de Natal, o resort terá uma ceia especial, com a apresentação de um coral e a ilustre chegada do papai Noel. O pacote para o período de 20 a 27 de dezembro custa R$ 5.225 para o casal em apartamento standard, gratuidade para duas crianças menores de 12 anos (na mesma acomodação dos pais) e regime de alimentação all inclusive.

Já para o Réveillon, o valor da diária é de R$ 1.660,00 por casal, em pacote que contempla cinco noites de hospedagem, no período de 27 de dezembro a 3 de janeiro, regime de alimentação all inclusive e gratuidade para duas crianças menores de 12 anos (na mesma acomodação dos pais), em apartamento standard.

Além das atividades de lazer tradicionais do resort, para a data, o Cana Brava oferecerá uma ceia especial na noite de 31, seguida de show pirotécnico, apresentações musicais e ritos culturais, em ambientes com decorações temáticas.

Informações e reservas: (73) 3269-8000 ou pelo e-mail reservas4@canabravaresort.com.br.

*O jornalista viajou a convite do Cana Brava All Inclusive Resort.