Últimas notícias:

Loading...

Três destinos para fugir do verão e aprender a esquiar

Por: Redação

Há quem aproveita o verão para… esquiar! Enquanto no hemisfério Sul o sol bate forte, na parte de cima do globo a temperatura cai para abaixo de zero. E é para lá que os amantes de esportes na neve viajam e curtem o tempo frio.

As estações de Whistler (Canadá) e Zell am See (Áustria) são ótimas pistas para aprender a esquiar. Já para crianças, a estação La Molina (Espanha) é excelente opção.  O Royal Holiday, sistema de clube de férias, mostra um pouco mais de cada um dos três destinos.

Whistler (Canadá)

Próximo de Vancouver, na costa oeste canadense, Whistler é considerada uma das melhores estações de esqui do mundo e oferece toda a estrutura para os amantes de esporte de neve. Sede das Olímpiadas de Inverno em 2010, o local conta com mais de 200 pistas, incluindo pistas exclusivas para iniciantes.

A neve em Whistler é “impecável”, como costumam dizer os esquiadores. Isso porque só é acessada após uma longa subida por gôndola, ou seja, em uma altitude maior, o que garante a excelente qualidade da neve.

A Gôndola PEAK 2 PEAK permite que os visitantes subam até o topo sem esquiar. Já o teleférico é um passeio de tirar o fôlego, pois liga as montanhas Whistler e Blackcomb. Ao embarcar nas gôndolas, pode-se aproveitar a vista de pistas de todos os níveis, dos parques de manobras radicais e até de um parque de tobogãs (tube park).

Quanto ao Vilarejo de Whistler, um lugar aconchegante para passeio, os pedestres podem relaxar e aproveitar as lojinhas, restaurantes, galerias de arte e até barzinhos bem animados –para quem tiver disposição após um longo dia de esportes.

Onde ficar: The Westin Resort & Spa Whistler

O resort está em uma paisagem campestre privilegiada da província de British Columbia. O Westin Resort & Spa Whistler destaca-se por sua maravilhosa piscina, metade coberta e metade ao ar livre, conectadas por um canal d’água em uma área rodeada por várias banheiras de hidroterapia. O local é ideal para relaxar após um longo dia de atividades na neve.

Zell am See (Áustria)

É uma das estações de esqui mais interessantes da Áustria. A fama internacional deve-se às lindas paisagens, que podem ser apreciadas no passeio de teleférico. A subida ainda garante uma vista incrível do cenário alpino do Parque Nacional Hohe Tauern. Para os iniciantes, outra boa notícia: são 57 quilômetros de pistas de esqui.

Além do tradicional esqui, há outras opções de esportes de inverno, como tirolesa, trenós de cachorros, caminhadas com raquetes de neve, patinação no gelo e treetop adventures –um passeio na floresta para prática de arvorismo. 

Onde ficar: CLC Alpine Centre

O hotel está ao lado das charmosas paisagens dos Alpes, entre Saalfelden e Zell am See, ponto ideal para relaxar. O Alpine Centre oferece piscina interna aquecida, ginásio, sauna, solarium, além de estar próximo das principais atrações da cidade – ponto ideal para explorar os arredores, como o Parque Nacional Hohe Tauern.

Girona (Espanha)

La Molina, famosa e acolhedora estação de esqui em Girona, é o centro de diversos esportes de inverno. O lugar pode ser facilmente acessado de carro, ônibus ou trem e já foi sede de campeonatos internacionais, como a Copa do Mundo de Esqui Alpino, em 2008, e o Campeonato Mundial de Snowboard de 2011.

Com 54 km de pistas, sendo 13 exclusivas para iniciantes, a estação oferece escolas de esqui para crianças com idade mínima de 3 anos até adultos. Os teleskis dão acesso às principais pistas do complexo e proporcionam uma vista magnífica das montanhas e do vilarejo. Outros esportes podem ser praticados em La Molina, como snowboard, trenós puxados por cães, trilhas e tobogã de neve. 

Onde ficar: La Molina Resort & Spa

O resort La Molina oferece todo o conforto: spa com sauna, piscina climatizada e aluguel e venda de equipamentos para esqui. A pista de esqui teleférico da Pista Larga é acessível desde o hotel. Os apartamentos são largos, ideais para hospedar grupos.

Compartilhe:

?>