Vai viajar para outro país com crianças? Confira dicas de segurança

Viagem também requer cuidados especiais

Viajar para outro país com a família é uma oportunidade incrível. Afinal, todos podem conhecer juntos uma nova cultura e belíssimas paisagens. Mas para que o passeio não seja prejudicado, é importante tomar alguns cuidados antes e durante a viagem –principalmente, se incluir crianças.

O primeiro passo é providenciar a documentação. Os viajantes menores de 18 anos só podem viajar para o exterior com a autorização de ambos os pais ou do responsável legal. Além disso, eles também deverão portar o passaporte no dia do embarque. Caso contrário, as autoridades irão impedir a viagem.

Vai viajar para outro país com crianças? Confira dicas de segurança
Crédito: UnsplashViagem também requer cuidados especiais

Outro documento exigido em muitos destinos é o seguro viagem. Essa certidão permite que a família possa ser atendida em situações de imprevistos. O seguro cobre emergências como mala extraviada, cancelamento de voo e atendimento médico.

Mesmo quando o país não cobra esse documento, é fundamental providenciá-lo. Imagine que você ou o seu filho tenha algum problema de saúde durante a viagem? Sem o seguro, a família precisa desembolsar uma grande quantia para ser atendida ou contar com a sorte do sistema público (quando há).

Outro aspecto relacionado com a saúde é a vacinação. Dependendo da região para onde se viaja, é necessário estar com a carteira de vacinação em dia ou atualizá-la. No site da Anvisa, os turistas podem verificar quais procedimentos devem adotar antes do embarque.

Criança na viagem
Crédito: UnsplashMenores de 18 anos só podem viajar para o exterior com a autorização de ambos os pais ou do responsável legal

Durante a viagem

Independentemente de qual seja o destino, mais ou menos seguro que o Brasil, a atenção com as crianças deve ser redobrada. Por puro deslumbramento, os pequenos podem se distanciar dos pais durante um passeio e se perderem.

Para evitar tal situação, é fundamental orientar os filhos antes da viagem para que fiquem sempre ao lado dos pais. No caso das crianças menores, andar sempre de mãos dadas ou no colo também é necessário.

O diálogo entre pais e filhos é essencial, principalmente em um momento de divertimento como uma viagem internacional. Os pequenos devem estar cientes que deverão, mais do que nunca, seguir os comandos da família e estar sempre atentos ao redor para aproveitarem melhor o destino.

Outra medida que pode ajudar na tranquilidade da família é colocar um adesivo sobre a roupa da criança com um telefone para contato. Dessa forma, se ela se perder da família, poderá ser encontrada de maneira mais fácil.

Mesmo que os pais façam amizades no exterior, esses novos amigos não devem ser responsáveis pelos cuidados das crianças. Os filhos devem estar sempre sob a supervisão dos pais, avós, tias ou outro parente e não desconhecido.

Quanto aos dispositivos móveis, eles requerem os mesmos cuidados. O fato de a criança estar on-line nem sempre significa que está totalmente segura. Nesse sentido, os pais podem instalar algum aplicativo de controle parental, antes mesmo de embarcar, para bloquear sites no celular e no iPad.

Por causa do IP internacional da internet, ao fazer buscas na internet, o usuário poderá se deparar com outros tipos de conteúdos. Ainda assim, é possível limitar o tipo de informação que a criança ou adolescente tenha acesso. Afinal, a segurança não é mais apenas física, mas também on-line.

Por Catherina Gazzoni

Em parceria com eurodemand

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário eurodemand

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.