Bolsonaro briga com novos métodos medicinais

A proposta que visa liberar o cultivo da maconha medicinal no Brasil segue em discussão na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e deve ter uma determinação até o final deste ano.

No entanto, embora a ciência reconheça os benefícios que os ativos da planta podem trazer para o tratamento de diversas doenças, o governo de Jair Bolsonaro se posiciona de forma contraria ao cultivo em solo nacional, – com medo de que a decisão facilite a legalização da maconha.

Atualmente, é possível importar medicamento à base dos ativos da planta, mas o valor ainda é pouco acessível.

O jornalista Gilberto Dimenstein comenta a questão do cultivo medicinal e o posicionamento do governo sobre isso.

Veja todos os detalhes no vídeo.