Bolsonaro flexibilizará obrigações fiscais de igrejas evangélicas

O presidente Jair Bolsonaro deve flexibilizar as obrigações fiscais de igrejas evangélicas. A decisão foi um pedido da bancada religiosa, que contesta multas cobradas das entidades. É válido destacar que os evangélicos formam uma das grandes alas de apoio entre os eleitores do presidente.

O jornalista Gilberto Dimenstein analisa a relação de Bolsonaro com a igrejas, destacando, por exemplo, o valor que as entidades devem ao governo.