CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Depoimentos e vídeo da reunião ministerial podem colocar Bolsonaro na rota de um pesadelo

Começaram nesta segunda-feira, 11, os depoimentos na Polícia Federal (PF) para apurar as acusações feitas pelo ex-ministro Sergio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

As oitivas são peças-chave para que o procurador-geral República, Augusto Aras, decida se denunciará ou não Jair Bolsonaro pelos crimes de falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação, obstrução de Justiça e corrupção passiva privilegiada ao tentar interferir na autonomia da Política Federal.

Se o parecer for pela denúncia, e a Câmara aprovar o andamento da investigação,  Bolsonaro será afastado de seu cargo como chefe do Executivo por 180 dias.

Ao todo, 10 pessoas serão ouvidas, entre ministros, uma deputada federal e delegados. Veja quem são eles:

Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo
Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional
Braga Netto, da Casa Civil
Carla Zambelli, deputada federal (PSL-SP)
Alexandre Ramagem, diretor da Abin
Maurício Valeixo, ex-diretor-geral da PF
Ricardo Saadi e Carlos Henrique de Oliveira Souza, ex-superintendentes da PF no Rio
Alexandre da Silva Saraiva, superintendente da PF no Amazonas
Rodrigo de Melo Teixeira, delegado responsável pelas investigações da facada contra Bolsonaro em 2018

Confira mais detalhes sobre o assunto no vídeo!