RUA LIVRE ::: CASE ESTAÇÃO CATRACA

A partir do posicionamento desejado criamos uma experiência sob medida para a Trident.

Uma das principais soluções apontadas por especialistas para desatar o nó da mobilidade em São Paulo é ter horários mais flexíveis de entrada e saída do trabalho. Se a maioria das pessoas não tivesse que viajar ao mesmo tempo, o fluxo poderia ser melhor distribuído pela cidade fora dos horários de pico.

Pensando nisso, o Rua Livre criou o festival de música Estação Catraca na hora do rush [co-realizado com a Muda Cultural] Apoiado pela Trident, promovemos shows gratuitos todas as quintas-feiras de abril, das 15h30 às 20h, próximo a algumas estações de metrô.

Ritmos como Samba, regional, mundo, afro-mpbeat entre outros, alegraram a população. Além de possibilitar a chance de interação com outras pessoas e com a cidade de uma forma mais descontraída.

Quem alegrou o povo:
• Toinho Melodia
• Metá Metá
• Afroelectro
• Ilú Obá de Min
• Versão Popular
• Pepe Cisneros – Cuba 07
• Mutrib
• Charlie e Os Marretas
• Maracatu Bloco de Pedra
• Thobias da Vai-Vai
• Mydras Schmidt
• Bateria da Vila
• Adriana Moreira
• Lívia Mattos
• Coletivo Roda Gigante