Últimas notícias:
Loading...

Diadema recebe 12ª Virada Inclusiva a partir desta quarta

O Vila Mundo é uma iniciativa do Instituto Acqua em parceria com a Catraca Livre

Diadema recebe, pelo 12º ano, a Virada Inclusiva, um programa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) que visa incentivar a participação de pessoas com e sem deficiência, juntas, em ações inclusivas com uma ampla rede de parceiros e colaboradores voluntários dos mais diversos setores, que realizam inúmeras atividades culturais, esportivas e de lazer, criando uma extensa grade de programação acessível. As atividades gratuitas serão realizadas nos dias 29 e 30 de novembro e 1º e 2 de dezembro.

Desde 2010, a Virada Inclusiva oferece uma programação diversa e reúne sociedade civil, associações ligadas às pessoas com deficiência e poder público, buscando uma sociedade inclusiva para todos. Serão mais de 30 horas de programação, envolvendo oficinas, palestras, exposições sensoriais, dança, música, vídeos, bate-papos, acervos literários acessíveis e muito mais, a fim de promover e garantir direitos sociais básicos, como o acesso à cultura, e a maiores oportunidades de inclusão e participação social.
Esse ano, além da Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira, a qual participa do Programa desde 2014, mais dois equipamentos de cultura receberão o evento, a Biblioteca Olíria de Campos Barros, localizada à Rua Graciosa, 300, no Centro, e o Centro Cultural e Biblioteca Serraria, localizado à Rua Guarani, 790, Serraria. Confira a programação completa abaixo e participe! As atividades são todas gratuitas, para várias idades e abertas a todos interessados, sejam pessoas com ou sem deficiência.

29 de novembro – Das 8h às 16h
Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira
Rua Bernardo Lobo, 263, Vila Nogueira

8h – Abertura Oficial da Virada Inclusiva com a Exposição “O Q C TOCA”
Artista visual Claudio Zanetti
Nascido em Santo André, Claudio Zanetti já foi bancário e metalúrgico. Atualmente mora em Bertioga e faz trabalhos manuais e desenhos utilizando materiais recicláveis. Já ganhou, em primeiro lugar, alguns concursos de desenho, com suas produções. Seu hobby é criar peças táteis.
Sabia que o seu palito de picolé pode se transformar em uma obra de arte inclusiva? Nessa exposição, o público é convidado a manusear, de olhos vendados, peças táteis construídas pelo artista Cláudio Zanetti, e tentar descobrir que tipo de objetos são.

8h30 às 10h – Aula aberta de Massoterapia com entrega de certificado aos formandos da turma 2023
Prof. Orlando Tateyama – Profissional de Shiatsu e acupuntura
A massagem é uma técnica que promove relaxamento físico, alívio de dores musculares e consciência respiratória aos praticantes. Nesta aula de encerramento da oficina livre de massoterapia, professor e formandos compartilham conhecimentos mobilizados no curso ao público presente.

10h às 11h – Vídeo-dança “Refúgio” e conversa com o artista
Ton Carbones – artista e bailarino
Vencedor do PROAC/2022, o intérprete-criador Ton Carbones, instigado afetivamente pelo poema e suas diversas leituras, traz à tona, em um vídeo-dança, imagens e sensações que transitam por um habitat natural, de violência, fuga e completude. Ao final da exibição, haverá um bate-papo com o artista.

14h às 16h – Palestra “O acesso ao livro para pessoas cegas e baixa visão”, com Rafael Bueno
Rafael Bueno (da Rede de Leitura Inclusiva – Fundação Dorina Nowill para Cegos) – ator, produtor cultural, articulador e educador-social
Conversa sobre literatura acessível para pessoas cegas e de baixa visão, os diversos formatos inclusivos e o acesso ao livro para pessoas com deficiência, levando como base o estudo feito junto às instituições e profissionais intermediários do livro em diferentes estados e regiões brasileiras.

30 de novembro – Das 9h às 20h
Biblioteca Olíria de Campos Barros
Rua Graciosa, 300, Centro, piso superior do Teatro Clara Nunes

09h – Trilha Sensorial
Ruymar Marazzo
Quais objetos você consegue descobrir sem usar os olhos? Nesta vivência sensorial é convidado a explorar, de forma lúdica, alguns sentidos humanos, como o tato e olfato, a partir de objetos que exploram diferentes texturas, cores, relevos, cheiros e formas de sentir.
10h e 14h – Livro em Cena: “Os convidados da Dona Olga”
Encenação de Marinalva Costa, direção de Sônia Bertolani
Noites de jantar animadas, com convidados pra lá de especiais! Quem serão? Nesta pequena apresentação teatral, o público é convidado a conhecer quem são estas personagens, a partir de sensíveis e divertidos relatos da Dona Olga, cozinheira de primeira.

11h – Aula aberta de yoga
Profa. Talita Grotti
O yoga proporciona inúmeros benefícios ao corpo e à mente de pessoas, com e sem deficiência. Nessa aula aberta, de exercícios, aromas e relaxamento, o público é convidado a conhecer e vivenciar um pouco dessa prática milenar de forma ainda mais inclusiva.
16h – Oficina de Jogos adaptados (Libras/Braille)
Mediação de Angelina Souza
Se você é do tipo que gosta de jogos que exercitam a memória, a concentração e o raciocínio lógico e incluem elementos de acessibilidade, então essa oficina é para você! Venha aprender ou praticar jogos como dominó, dama, xadrez, jogo da velha e jogo da memória também no formato acessível!

18h – Abertura da Exposição Tátil “O Q C V”
de Humberto Golfieri Junior
Concebida pelo médico e também artista Humberto Golfieri Júnior, a exposição “O Q C V” apresenta pinturas em tela, sobre variados temas, produzidas com materiais que possibilitam ao público com e sem deficiência uma experiência artístico-sensorial diferenciada.

19h – Autismo, música e poesia
Com Lucas Arrais
Nesse pocket show, Lucas traz um repertório refinado da MPB mesclado com diálogos sobre o dia a dia da pessoa com autismo, no mundo do trabalho, da educação e no meio artístico.
19h30 às 20h – LIBRAS E ARTE
Formandos de Libras 2023 da Secult
Mais que uma forma de comunicação, a Libras constitui-se em identidade e pertencimento da/na comunidade surda. Pensando nisso, os formandos das turmas de Libras 2023 de Diadema apresentam uma produção audiovisual, em que LIBRAS e arte se misturam.

01 de dezembro – Das 9h às 17h
Centro Cultural e Biblioteca Serraria
Rua Guarani, 790, Serraria

09h30 – Aula aberta de yoga
Profa. Flávia Froes
O yoga proporciona inúmeros benefícios ao corpo e à mente de pessoas, com e sem deficiência. Nessa aula aberta, de exercícios, aromas e relaxamento, o público é convidado a conhecer e vivenciar um pouco dessa prática milenar de forma ainda mais inclusiva.
10h30 – Oficina de Jogos adaptados (Libras/Braille)
Mediação de Angelina Souza
Se você é do tipo que gosta de jogos que exercitam a memória, a concentração e o raciocínio lógico e incluem elementos de acessibilidade, então essa oficina é para você! Venha aprender ou praticar jogos como dominó, dama, xadrez, jogo da velha e jogo da memória também no formato acessível!

14h – Ballet “Outros olhares”
Associação Fernanda Bianchini – Cia Ballet de Cegos
A Associação Fernanda Bianchini existe desde 1995, promovendo inclusão social através do ballet, do teatro e de outras modalidades artísticas, para pessoas com deficiência. Sua Cia de Ballet de Cegos, é a única do segmento no mundo, tendo participado da abertura dos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012.

15h – O piano a partir da musicografia braille: Recital solo de Filipe Oliveira
Filipe Oliveira Filipe – é pianista, professor de música, jornalista no Comitê Paralímpico Brasileiro e escritor do blog Haja Vista, do site da Folha de S.Paulo.
Neste recital, Filipe apresenta um repertório de peças clássicas e populares, em sua maioria preparadas a partir da leitura de partituras em braille. Destacam-se obras de Frédéric Chopin, Robert Schumann, Heitor Villa-Lobos, Francisco Mignone, Milton Nascimento, Tom Jobim e Ernesto Nazareth.
16h – LIBRAS E ARTE
Formandos de Libras 2023 da Secult
Mais que uma forma de comunicação, a Libras constitui-se em identidade e pertencimento da/na comunidade surda. Pensando nisso, os formandos das turmas de Libras 2023 de Diadema apresentam uma produção audiovisual, em que LIBRAS e arte se misturam.

02 de dezembro – Das 9h às 16h 
Biblioteca Interativa de Inclusão Nogueira
Rua Bernardo Lobo, 263, Vila Nogueira

Das 09h às 16h – Stand de vendas da Editora ABarros
ABarros Editora
Apresentação e venda de livros de pessoas com deficiência ou neurodivergentes, publicados pela editora, que informam, emocionam, alegram e dão esperança às famílias, tendo elas experiência com deficiências ou não.
10h – Dança contemporânea
Formandos da turma de Dança Inclusiva 2023 da Secult
Quem nunca ouviu dizer que a dança é uma linguagem universal? Pensando nisso, a turma de Dança Inclusiva apresenta como mostra final do seu processo, a relação do corpo e dos sentidos na arte da dança contemporânea.

11h – A arte do violão inclusivo
Formandos das turmas de Violão Inclusivo 2023, do prof. Lucas Pimentel
Na aula de violão inclusivo, a parte tática, auditiva e motora são trabalhadas para o desenvolvimento técnico, sonoro, auditivo e musical do grupo, através de orientações presenciais e remotas. Nessa apresentação, o grupo traz um pouco do repertório praticado durante as aulas.

13h – Coral Vila Nogueira
Formandos da Turma de Canto Coral da Vila Nogueira da profa. Luciana Manzano
O Coral Nogueira, oficina do Centro Cultural Nogueira, faz parte do Projeto 60+ da Secretaria de Cultura de Diadema voltado à 3ª idade, mas com proposta de integração das gerações na vivência do Canto Coral. O repertório é variado, explorado desde o folclore e cancioneiro popular ao MPB.
13h30 – LIBRAS E ARTE
Formandos de Libras 2023 da Secult
Mais que uma forma de comunicação, a Libras constitui-se em identidade e pertencimento da/na comunidade surda. Pensando nisso, os formandos das turmas de Libras 2023 de Diadema apresentam uma produção audiovisual, em que LIBRAS e arte se misturam.
14h30 – Surdos e Desenhos: Bate-papo com o artista Lucas Ramon, mediação de Danilo Marques
Lucas Ramon – Formado em Design Gráfico na UNA e em desenho pela Casa dos Quadrinhos, em Belo Horizonte, Lucas, ou Tikinho, como é mais conhecido, atua como autor, cartunista e ilustrador de livros infantis de literatura surda. Em 2015, lançou a HQ “Três patetas surdos” em diversos estados brasileiros e em festivais como o Festival Internacional dos Quadrinhos e na Bienal do Livro de Minas Gerais. Publicou também “A chuva é importante”, “Eu tenho um amigo dinossauro”, “Meu sonho com dinossauros” e “A bruxinha surda está aprendendo magia com Libras”, sua produção mais recente. Desde abril de 2021, trabalha como educador no Museu das Minas e do Metal.

Em um bate-papo, pra lá de descontraído, dois desenhistas se encontram para falar sobre a arte dos quadrinhos no universo literário e da comunidade surda. O evento contará com tradução e interpretação em Libras e certificado de participação aos interessados.
15h30 – Coffee break de encerramento da Virada Inclusiva.