Festa Amem leva a Kiki Ball Afrodiaspórica pra Pinheiros

Por: Redação
22
de novembro 2019
21h

A festa Amem promove a Kiki Ball Afrodiaspórica na Casa Natura Musical, dia 22 de novembro, sexta-feira, a partir das 21h. Com competições de voguing e outras categorias inspiradas na cultura ballroom nova-iorquina dos anos 1970, o evento terá ainda shows de Monna Brutal e Biel Lima, além de discotecagem da DJ Úrsula Zion.

Os ingressos custam de R$ 30, mas leitores VilaMundo têm desconto especial. Basta usar o código CATRACALIVRE50 no site de compras, na opção Catraca Livre, para pagar só R$ 15.

Crédito: Ana Catarina DuarteA festa Amem promove a Kiki Ball Afrodiaspórica, com competições de voguing 

Essa é a terceira edição especial Consciência Negra promovido pelo Coletivo Amem, que tem como objetivo reforçar através da dança Vogue e cultura Ballroom as contribuições de pessoas negras na sociedade em busca de criar visibilidades. O júri da Kiki Ball é composto por Onix Camélia, Bonnie Mutatis, Jessy Black Velvet, Zaila Candace e Marvena Ubuntú. Os comentários sobre a Kiki Ball ficam por conta de Ákira Avalanx e Félix Pimenta.

O Coletivo Amem promove um evento na Casa pela segunda vez. O primeiro foi o Pajuball – Corpos em Performance, que ocorreu em junho deste ano como uma programação paralela à Parada LGBTI+.

Crédito: Ana Catarina DuarteInspirada na cultura ballroom, Kiki Ball Afrodiaspórica celebra Consciência Negra

Comprometida com pautas que convidam o público a participar de reflexões e discussões sociais presentes no Brasil de hoje, em novembro, a Casa Natura Musical reforça sua programação com uma semana dedicada ao dia da Consciência Negra (20/11), data de reflexão sobre a luta e a resistência da população negra no país.

Além da Kiki Ball, passa também pelo espaço o show Um Sorriso Negro, da cantora Teresa Cristina, dia 23, sábado. Já na fachada da Casa, que está recebendo a mostra de arte digital Mídias Afetivas, as obras do Coletivo Coletores ganham um espaço especial, sendo exibidas no dia da Kiki Ball e também na semana da Consciência Negra em horário expandido. Com o objetivo de promover uma reflexão sobre o uso do espaço urbano, o coletivo é composto por artistas da Zona Leste de São Paulo que realizam as produções artísticas há mais de dez anos em comunidades, ocupações, escolas, universidades, assim como espaços institucionais voltados para arte e cultura.

Sobre a Kiki Ball

Ser uma pessoa negra e LGBTI+ é acumular vivencias distintas, mas igualmente opressoras: é conviver com a LGBTIfobia entre as pessoas negras e conviver com o racismo junto a pessoas LGBTI+.  Discutir essas vivências é essencial e, pensando nisso, o Coletivo Amem, desde sua criação, propõe ações sobre raça, classe e gênero durante o ano todo, e em novembro cria uma programação dedicada a Cultura Ballroom celebrando o Mês da Consciência Negra unindo musica, dança, moda e discussões sobre identidades plurais.

Cronograma
21h – Abertura
21h30 – Discotecagem Dj Ursula
22h30 – Show Biel Lima
23h – Show Monna Brutal
23h30 – Kiki Ball Afrodiaspórica
4h – Encerramento das categorias
4h30 – Encerramento da noite

Crédito: Ana Catarina DuarteEssa é a terceira edição especial Consciência Negra promovido pelo Coletivo Amem