Últimas notícias:

Loading...

Série ‘Teatro Municipal: Memória e História’ será lançado nesta sexta

O VilaMundo é uma iniciativa do Instituto Acqua, em parceria com a Catraca Livre

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Para celebrar o cinquentenário do Teatro Municipal Maestro Flavio Florence  será lançada nesta sexta-feira (30/04), às 19h, a série ‘Teatro Municipal: Memória e História’, composta por mais de 30 depoimentos de personagens que marcaram estas décadas. Os episódios farão parte da agenda ‘Cultura em Casa SA’ e serão disponibilizados quinzenalmente em uma playlist no canal da Secretaria de Cultura no Youtube.

A série reúne memórias de atores, músicos, dançarinos, produtores e funcionários, recheadas com trechos de imagens da Videoteca de Santo André, fotos do acervo do Museu de Santo André Dr. Octaviano Armando Gaiarsa e registros cedidos pelos participantes.

Crédito: Foto: Angelo Baima.Série que celebra os 50 anos do Teatro Municipal de Santo André tem mais de 30 depoimentos de personagens que marcaram estas décadas. Foto: Angelo Baima.

“Mesmo fechado pela pandemia e pela merecida reforma que está sendo realizada, não poderíamos permitir que este espaço tão grandioso, tão relevante para Santo André, não recebesse a devida homenagem em seu cinquentenário. A série ficará como um registro para a cidade. É uma honra produzi-la e tenho certeza que o público vai adorar”, explica a secretária adjunta de Cultura, Azê Diniz.

Memórias – Entre as recordações do primeiro episódio estão a inesquecível passagem do dançarino e coreógrafo Kazuo Ono durante a 1ª Mostra Internacional de Teatro de Santo André, o sucesso do espetáculo ‘O Brando’, realizado pela primeira turma da Escola Livre de Teatro, e a Ópera Punk, além da construção e da inauguração do Municipal.

“A trama tinha muitos tiros de pólvora seca e o tiroteio fazia com que todo o teatro ficasse com cheiro de pólvora. Assim se deu a inauguração: com muita pólvora! Nós lotamos o teatro por quase dois meses seguidos”, relembra o ator Antonio Petrin sobre a primeira produção a ocupar o palco, “Guerra do Cansa Cavalo”, texto de Osman Lins com produção do Grupo Teatro da Cidade (GTC), em 13 de abril de 1971.

Para o ator e diretor Esdras Domingos, “é um privilégio ter um teatro tão estruturado, profissionalmente falando, que dá uma qualidade artística, técnica e uma segurança para trabalhar incrível. Depois que você passa pelo Teatro Municipal de Santo André, se sente muito seguro para ir para qualquer teatro do Brasil”.

Participam também do primeiro episódio Alexandre Takara, José Armando Pereira, Sônia Varuzza, Augusto Maciel, Celso Frateschi, Sônia Kavantan, Antônio Correa Neto, maestro Abel Rocha, Luis Alberto de Abreu, Sérgio Guizé, entre outros.

Melhorias – No mês em que o teatro completa 50 anos, a Prefeitura de Santo André entregou algumas das melhorias previstas para o espaço. A principal, a restauração das poltronas, foi entregue dia 8, no aniversário de 468 anos da cidade. O restauro resgatou o desenho original das poltronas, elaborado pelo designer-arquiteto Jorge Zalszupin para a empresa L’Atelier.

Outro serviço já executado no importante espaço cultural da cidade foi a troca da cobertura do teatro. Estão previstas ainda outras ações, como a impermeabilização, revitalização do saguão, readequação da bilheteria, revitalização e readequação do sistema de iluminação cênica e sonorização e da iluminação ambiente, além da garantia de acessibilidade total ao público.

#DicaVilaMundo: Quer ficar por dentro de mais iniciativas culturais, sociais e sustentáveis? Siga o Instituto Acqua no Facebook e Instagram

Compartilhe:

Tags: #Teatro