Água, luz e música são elementos da nova exposição na Japan House

Em 'Fluidez', público observa no escuro nove pilares de água com partículas metálicas se movimentarem de maneira viva sob luzes coloridas e sons únicos

Por: Redação
Até
16
de maio 2019
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Terça a sábado, das 10h às 20h
Domingos e feriados, das 10h às 18h

Água, luz e música são os principais elementos que dão vida a “Fluidez“, mostra que ocupa o térreo da Japan House São Paulo. O projeto tem como ponto de partida o movimento dos líquidos e de pequenas partículas, que se assemelham à dinâmicas de elementos vivos. O resultado é um ambiente mágico formado por nove pilares de água e partículas metalizadas, com capacidade de 500 litros cada, que a partir de uma ampla sincronia entre movimento, música e luzes coloridas, cria um fluxo orgânico com intensa energia e vitalidade.

mostra fluidez japan house
Crédito: W0wA instalação ‘Fluidez’ apresenta nove pilares de água com partículas em movimentos orgânicos que se assemelham à dinâmica de elementos vivos

O espectador é convidado a observar a instalação “Fluidez” totalmente no escuro, apreciando os movimentos que se alteram de modo a permitir a percepção entre lentidão, calmaria, rapidez, paz e energia, em uma franca referência a dinâmica natural da vida. A mobilidade da água e o turbilhão de partículas são controlados por bombas instaladas em cada pilar, junto com trilha sonora exclusiva assinada pelo japonês Masato Hatanaka e cores que variam em uma delicada escala de nuances.

Sensorial e tecnológica, a obra promete uma nova experiência de imersão, capaz de ativar todos os sentidos. A ideia é colocar o visitante em uma sintonia corporal com a instalação que está sendo vista e vivenciada. É como se o ritmo das águas fosse capaz de movimentar, além das partículas imersas, a sensibilidade e o emocional dos visitantes, em uma interessante e forte sinergia entre o ambiente e o corpo, o macro e o micro.

mostra fluidez japan house
Crédito: W0wO espectador é convidado a observar a instalação Fluidez totalmente no escuro, apreciando os movimentos que se alteram de modo a permitir a percepção entre lentidão, calmaria, rapidez, paz e energia, em uma franca referência a dinâmica natural da vida

A mostra “Fluidez” entra em cartaz a partir do dia 23 de abril e fica aberta para visitas gratuitas até 4 de agosto, no espaço térreo do centro cultural. A Japan House abre de terça a sábado, das 10h às 20h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h.

Mostra paralela

Em paralelo à Fluidez, a Japan House apresenta em seu segundo andar a mostra “Japão 47 Artesãos“, onde descobertas resultantes de um Japão contemporâneo, que jamais abandona suas tradições, é revelado em suas características, habilidades e sensibilidades, por meio de peças feitas por artesãos das 47 províncias que compõem o Japão.

A exposição traça um amplo panorama do fazer manual no Japão atual, com itens que revelam histórias e características individuais das províncias e se utilizam de designs típicos, inclusive para subvertê-los.

obra de japão 47 artesãos
Entre tradição e inovação, a nova mostra da Japan House São Paulo expõe o processo criativo de 47 artesãos contemporâneos, que ressignificam técnicas milenares do JapãoDdepartament project
obra de japão 47 artesãos
Entre tradição e inovação, a nova mostra da Japan House São Paulo expõe o processo criativo de 47 artesãos contemporâneos, que ressignificam técnicas milenares do JapãoDdepartament project

Para ajudar a alcançar as singularidades e contar estas histórias, as peças da mostra estão divididas em cinco agrupamentos que formam as áreas geográficas do país nipônico: Hokkaido, Honshu, Shikoku, Kyushu e Okinawa.

A mostra fica em cartaz de 22 de abril a 17 de julho, também com entrada gratuita, de terça a sábado, das 10h às 20h; e aos domingos e feriados, das 10h às 18h.

1
3 lugares para apreciar a paisagem de Curitiba do alto
Curitiba é uma cidade linda, disso já sabemos! Mas ver ela do alto deixa tudo ainda melhor! Colaí pra ver essas …
2
Onde curtir um show de música independente delicinha em São Paulo
Pagar dois salários mínimos pra ver show não dá, né? Ainda mais quando São Paulo é a cidade onde você encontra …
3
RJ: Um mergulho literário no Real Gabinete Português de Leitura
O Rio de Janeiro é a Cidade Maravilhosa não apenas por suas paisagens e praias! Ali no centro fica um dos …
4
Casa Preta: lar da cultura alternativa de Salvador
Um Casarão no Dois de Julho tem cultura saindo pelas janelas! Com eventos do subsolo ao terraço, a Casa Preta …
5
SP: Maior festival de inovação e arte digital do Brasil
Unhide Conference, um festival de inovação e arte digital está em sua segunda edição. Fomos conferir esse encontro de arte, criatividade …
6
Terça do Vinil em Recife: rolê pra gente lisa
Depois de uma temporada granfina lá nas Europa, a minha, a sua, a nossa Terça do Vinil tá de volta …
7
02:19
Vem ver o céu à noite no Planetário da Gávea no Rio
Os amantes do universo têm um rolé para chamar de seu no Rio! Toda quarta e sábado acontece lá no Planetário …
8
04:15
Edifício Maletta: 4 lugares, alguns drinks e 1 varanda para amar em BH
Ele tem história e paixão. É comercial e residencial. Tem comida de boteco e bebida gourmet. Gente interessante de um …