Projeto oferece aulas grátis de parkour nas imediações do CCSP

Pronta(o) para a ação? Treinamento realizado pelo Movimento Mais Flow é voltado para pessoas com diferentes níveis de consciência corporal

Por: Redação Comunicar erro

Gosta daqueles filmes de ação em que os personagens saltam de um prédio para outro, escalam muros e equilibram-se nas vigas de edifícios em construção? Isso só é possível porque os dublês treinam intensamente para realizar as cenas perigosas durante as filmagens. Você tem a chance de aprender algumas das técnicas que eles usam nas aulas grátis de parkour, oferecidas pelo Movimento Mais Flow às quartas, às 15h, nas imediações do Centro Cultural São Paulo (CCSP).

Alunos praticando parkour
Aulas são ministradas por Diego Gomes da Silva, que pratica parkour há 15 anosRodolfo Paganelli - divulgação
Alunos praticando parkour
Aulas grátis de parkour acontecem todas as quartas-feiras nas imediações do CCSPRodolfo Paganelli - divulgação
Alunos praticando parkour
Parkour exige resitência, força, equilíbrio e outras habilidades físicasRodolfo Paganelli - divulgação
Alunos praticando parkour
O parkour foi inventado na França na década de 1990Rodolfo Paganelli - divulgação
Alunos praticando parkour
As aulas são oferecidas pelo Movimento Mais FlowRodolfo Paganelli - divulgação
Alunos praticando parkour
Além do parkour, o Movimento Mais Flow oferece aulas de yoga grátis no CCSPRodolfo Paganelli - divulgação
Alunos praticando parkour
O parkour trabalha a consciência corporal nos participantesRodolfo Paganelli - divulgação
Alunos praticando parkour
O parkour também promove a apropriação do espaço público pelas pessoasRodolfo Paganelli - divulgação

Para participar não é preciso fazer qualquer tipo de inscrição, basta aparecer no horário marcado. É importante levar uma garrafa de água e vestir roupas confortáveis e tênis. A atividade é gratuita, mas o grupo sugere uma contribuição simbólica de R$10.

As aulas são ministradas pelo professor Diego Gomes da Silva, que já pratica essa modalidade esportiva há 15 anos. Além dos movimentos e técnicas do parkour, são trabalhados exercícios de consciência do espaço e do tempo. Isso porque é preciso conhecer os limites do corpo e o que ele é capaz de realizar sem qualquer tipo de equipamento, pois os movimentos exigem força, equilíbrio, resistência, torção, agachamento, impulsos, persistência e novas descobertas corporais.

Inventado na França, nos anos de 1990, o parkour transforma a cidade – com seus muros, calçadas, postes, árvores, alturas, canos e corrimãos – em uma pista de obstáculos a serem superados. Esse tipo de treinamento foi inspirado em exercícios militares.

O Movimento Mais Flow, que também oferece aulas gratuitas de yoga no CCSP, tem a proposta de fazer com que os participantes das atividades oferecidas, com diferentes níveis de consciência corporal, desenvolvam uma fluidez progressiva em seus corpos.