9 bons motivos para visitar a Feira do Rio Antigo

A Feira do Rio Antigo acontece na Rua do Lavradio

Feirinha de Rua

Evento tradicional da Lavradio atrai cerca de 30 mil pessoas no primeiro sábado de cada mês

Todo primeiro sábado do mês, cariocas, residentes e turistas têm ponto de marcado na maior feira que você respeita. A Feira do Rio Antigo ocupa a Rua do Lavradio de ponta a ponta desde 1996, reunindo vendedores de antiguidades que vão de vitriolas, máquinas de escrever e objetos de decoração, até novos produtores independentes com moda, design e objetos criativos.

Na próxima edição acontece no dia 2 de fevereiro, das 10h às 19h. Às 16h30, o grupo Coletivo Balangandãs entra em cena com um repertório superanimado, com interpretações em ritmo carnavalesco de clássicos do MPB e do samba. O show ocorre em frente à Praça Emilinha Borba, que fica na esquina da Rua do Lavradio com Rua do Senado.
Catraca Rio deu um rolé por lá para ver por que 30 mil pessoas vão à Lavradio:

Rua do Lavradio
A Feira do Rio Antigo acontece na Rua do Lavradio
  • 1 – Um passeio pela história

A Rua do Lavradio já é um passeio histórico por si só. Primeira rua residencial do Rio, a Lavradio foi aberta por volta de 1770 pelo vice Rei, Marquês do Lavradio, para que servisse de passagem dos Arcos da Lapa ao Largo do Rocio, hoje Praça Tiradentes. Ao longo dos anos, a rua teve moradores e frequentadores ilustres da história do Rio de Janeiro: o jornalista João do Rio, os escritores Lima Barreto e Machado de Assis, além de Carmem Miranda e Madame Satã.

  • 2 – A Rua dos Antiquários

Depois que as lojas de antiguidades mudaram da Praça Onze para a Lavradio, a rua ganhou nova vida e foi totalmente revitalizada. Foi por conta da presença desses comércios que, há 20 anos, o grupo que comanda o Pólo Novo Rio Antigo decidiu fazer a feira. Nos sobrados dá para achar relíquias de diversas épocas e garimpar objetos vintage.

  • 3 – Feirinha de rua. Como não amar? 

Ao todo, a feira reúne cerca de 400 expositores em todas as edições. Bijuterias, roupas, sapatos, vinis, suculentas, quadros, mandalas, prataria, máquinas de escrever, câmeras retrô, objetos de decoração, brinquedos.. ufa. Nos 700 metros de rua cabe tudo isso e muito mais! Além das barracas tem lojas mil espalhadas pelos sobrados. Tem para todos os gostos e bolsos – fora que olhar não tira pedaço, né?

Feira do Lavradio
O evento toma conta da rua sempre no primeiro sábado do mês
  • 4 – O som ao redor

Fora essa parte da gastança, a feira é um bom lugar para passear e curtir boa música. Mas muita música mesmo! A cada 100 metros dá pra ver um show diferente, seja de MPB, rock, choro e até roda de coco. Já vi maracatu, grupos Hare Krishna, bloco de Carnaval, saxofonista solo e tudo quanto é tipo de som maneiro rolando por ali. Tem um paalco oficial sempre montado na esquina da Praça Emilinha Borba,ali no meião da feira, que recebe shows sempre às 16h30.

Grupo Dandalua
E muita música boa, como o Grupo Dandalua, de danças populares
  • 5 – Um anda bonito e o outro elegante

Já que estamos falando de música, tem uma dica das redondezas que não pode faltar: o baile charme! Aproveite a passagem pela feira e vá ao quarteirão entre a Rua da Relação e a Rua do Senado, no fim da tarde. O Baile Charme Rio Antigo tem aula gratuita de dança sempre às 15h. As picapes são comandadas pelos DJs Alex Lennon, Douglas e Gabriel que mandam hits históricos do charme e da música negra.

  • 6 – A gente quer comida

Aproveitando o movimento da feira, todos os restaurantes da rua ficam abertos sem pausa. Comida brasileira clássica, como moquecas e picanha, é a especialidade no Mangue Seco, italiana e mediterrânea no Casa Momus, brasileira contemporânea no Santo Scenarium, chinesa e japonesa no MingYe, churrasco e feijoada no Cantinho do Senado, Espetto Carioca e Arco Íris e o Bar do Elias com comida árabe. Mas dá também para comer delícias pela rua: salgados, acarajés e lanches de diversos tipos são encontrados pelo caminho.

  • 7 – A gente quer comida diferentona

A onda do momento são as feiras gastronômicas, com opções gourmet, vegetarianas, veganas e chopes artesanais. E não é que bem no dia da Feira do Rio Antigo rola um outro evento delicioso? Seguindo pela Lavradio até a Praça Tiradentes você encontra a Tiradentes Cultural, que acontece das 14h às 20h e é recheada de comidas feitas por uma galera responsa da cidade. Além de se deliciar com os quitutes mais contemporâneos – e bom precinhos ótimos – dá para curtir a programação cultural que sempre tem música boa e atividades para os pequenos. Vale curtir a tarde/noite por ali.

Crédito: André ValenteTiradentes Cultural faz 2 anos de muita arte, gastronomia e cultura
  • 8 – Desce uma gelada!

Sentar num dos bares da região, comprar uma bebida para tomar nas praças e calçadas ou esperar a noite cair para emendar um fervo também são ótimas opções. Na Lavradio tem o Bar Brasil, o Cantinho do Senado, além do Rio Scenarium, que recebe shows a cada noite, e na Praça Tiradentes tem o Beco das Artes, o Espaço Ruínas, o Centro Cultural Carioca e muitos bares legais.

  • 9 – Catraca Livre

Tudo isso custa quanto? Nadinha! Um passeio lindo para fazer com os migos, em família, de casalzinho e ser feliz o sábado todo!

Compartilhe:

Autor: Por: Redação