Planetário recebe evento que une astronomia, gastronomia e música

Caixa Cultural SP festeja a cultura afro com programação GRÁTIS

Grupo Cearense Nóis de Teatro encena "Todo Camburão Tem um Pouco de Navio Negreiro" na Caixa Cultural São Paulo
Até
30
de novembro 2018
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
em diversos horários

Centro cultural

site: www.caixacultural.com.br

email: caixacultural.sp@caixa.gov. br

telefone: (11) 3321-4400

Viva a ancestralidade! Espaço cultural no centrão tem teatro, música, oficinas, bate-papo, exposições e muito mais em novembro

Para festejar a Consciência Negra e a diversidade étnica, a Caixa Cultural São Paulo preparou uma programação grátis durante todo o mês de novembro recheada de atividades relacionadas à cultura afro, como teatro, bate-papos, show, exposição e oficinas para crianças.

Cena de Todo Camburão Tem Um Pouco De Navio Negreiro
Crédito: Luiz Alves - divugaçãoGrupo Cearense Nóis de Teatro encena “Todo Camburão Tem um Pouco de Navio Negreiro” na Caixa Cultural São Paulo

Um dos destaques é a exposição “Ruben Valentim, Construção e Fé”, que reúne 50 pinturas, gravuras, serigrafias, totens e esculturas do artista, com influências da cultura afro-brasileira e da ancestralidade africana. O centro cultural também recebe a mostra é “Diáspora”, do artista plástico brasiliense Josefá Neves, que produz quatros e esculturas sobre temas relevantes para identidade social dos afrodescendentes no Brasil. As duas exposições ficam em cartaz até 16 de dezembro, de terça a domingo, das 9h às 19h.

Já o espetáculo “Todo Camburão Tem um Pouco de Navio Negreiro”, do cearense Grupo Nóis de Teatro, tem sessões entre os dias 15 e 20 de novembro, sempre às 19h15 (com ingressos distribuídos a partir das 9h). A trama narra a saga de Natanael, um anti-herói que habita as periferias. Inserido em um contexto de opressão e violência, ele é levado a tomar decisões que receberão fortes críticas da população. A ideia é criar uma reflexão sobre o extermínio da juventude negra nas periferias brasileiras.

Outra atração é o show em comemoração aos 20 anos de carreira da cantora baiana Virgínia Rodrigues. Com sua voz lírica e aveludada, ela relembra diferentes momentos de sua trajetória, como a descoberta por Caetano Veloso em 1997, o seu primeiro álbum “Sol Negro” e o mais recente “Mama Kalunga”. O repertório mistura ritmos da música afro-baiana com samba reggae, jazz e bossa nova, passando pelos afro-sambas de Baden Powell e Vinicius de Morais. Ela se apresenta entre 9 e 11 de novembro, às 19h15 (com ingressos distribuídos a partir das 9h).

Virada da Consciência

Organizada pela Universidade Zumbi dos Palmares, a Virada da Consciência promove mais de 150 eventos socioculturais, esportivos e gastronômicos gratuitos em vários cantos da capital paulista, entre 17 e 21 de novembro.

Na Caixa Cultural São Paulo, o festival realiza oficinas de construção de bonecas Abayomi, de bonecos e cenários de papel inspirados na história de Zumbi dos Palmares, de arte africana, de joias afro e de confecção artesanal de brinquedos; contação de histórias; e uma aula de literatura e bibliodiversidade para professores, com o tema “Cultura Afro-brasileira nas Escolas”.

Confira aqui a programação completa do mês da Consciência Negra.

Mostra no CCBB SP celebra militância negra no cinema de Spike Lee

Compartilhe:

Autor: Por: Redação