Casa Mestre Ananias: o reduto da capoeira no meio do Bixiga

O espaço defende a preservação das culturas orais e a ancestralidade afro-nordestina

Por: Publi
SEGUNDA TERçA QUARTA QUINTA SEXTA
Segunda, das 17h às 22h; terça e quarta, das 18h às 22h; quinta, das 18h às 20h; sexta, das 20h às 22h

Quando se pensa no Bixiga, logo vem em mente a forte tradição italiana que se concentrou por lá. Mas e se a gente disser pra você que ali, escondido no bairro, tem um centro cultural voltado para a capoeira brasileira? Pois é! Colaí pra conhecer a Casa Mestre Ananias!

homens jogam capoeira na casa mestre ananias
Crédito: Hertz OliveiraA Casa Mestre Ananias (CMA) é um espaço de vivência, transmissão oral e difusão do Patrimônio Cultural Nacional e da Humanidade

O espaço é um lugar de vivência, transmissão oral e difusão do Patrimônio Cultural Nacional e da Humanidade, com base nas tradições populares afro-brasileiras por meio da capoeira tradicional e do samba de roda.

Lá dentro da Casa do Mestre Ananias, a informalidade e o caráter familiar são os ingredientes fundamentais para hospedar as manifestações populares aos que buscam alternativas à sociedade de consumo.

A Capoeira é vista lá dentro como a própria entidade educacional, uma vez que sua riqueza e abrangência artística, além da força de resistência e socialização, promovem a autonomia no processo de formação do indivíduo.

A Casa é fruto do amadurecimento da geração de capoeiras, discípulos do Mestre Ananias, que se formou no início da década de 1990, a partir da Roda de Capoeira na Praça da República, em São Paulo.

O projeto foi iniciado entre os anos de 1997 e 2000, no bairro de São Judas, em São Paulo, e reaberto no bairro do Bixiga, em 2007, com atividades culturais. Fácil fácil de chegar com seu 99, né?

Hoje, o espaço é um ponto referencial para quem busca conhecer o universo da Capoeira e do Samba de Roda na cidade de São Paulo.

Toda terça, a Casa Mestre Ananias abre suas portas ao público para a Roda de Capoeira com características diferentes, formada por capoeiras das mais diversas origens.

18 anos do Samba Sem Vintém na Casa mestre ananias
Crédito: Divulgação/FacebookO Samba de Roda acontece principalmente nas festas de São Cosme e São Damião, na Festa Junina

Já o Samba de Roda segue os padrões tradicionais do Recôncavo, tendo a viola-machete e o samba chula como identidade principal. Esse acontece principalmente nas festas de São Cosme e São Damião, na Festa Junina e também em ocasiões festivas fora do calendário popular, que você pode conferir na página do Facebook da Casa Mestre Ananias.

Além da rotina semanal com Roda de Capoeira e das festas populares durante o ano, também são oferecidas aulas de Capoeira e Dança (Afro e Brasileiras) para adultos. Para informações a respeito das aulas, entre em contato com a Casa neste link.

A Casa Mestre Ananias também é sede da Associação de Capoeira Angola Senhor do Bonfim, fundada pelo próprio Ananias em 1953. Também dão vida às suas atividades os grupos de Samba de Roda “Garoa do Recôncavo” e o grupo de samba “Sem Vintém”, além de toda a iniciativa cultural organizada por lá.

As atividades sócio-educacionais que acontecem no centro cultural são voltadas para crianças e adolescentes, entre 5 e 17 anos, em complemento à educação familiar e formal.

Os jovens participam de atividades de capoeira, violão e cavaquinho, criação literária, teatro, dança e artes integradas, que envolvem música, contação de histórias e artes visuais. Quem estuda em escola pública tem acesso gratuito às atividades.

Quem diria que em meio do pedacinho da Itália ficaria um reduto da capoeira e da cultura afro-nordestina?!

Quer conhecer a Casa Mestre Ananias? Ela fica aberta de segunda, das 17h às 22h; terça e quarta, das 18h às 22h; quinta, das 18h às 20h; e sexta, das 20h às 22h.

Quer mais dicas legais para explorar SP? Seus problemas acabaram: fica de olho aqui na Catraca Livre, que a gente tem roteiros incríveis para você colar com o seu 99, que garante a dupla imbatível preço e qualidade!

Olha só a criatividade da periferia espalhando cultura:

1
Almoço perfeito em BH no Mercado Novo
Que a comida mineira é uma delícia, todo mundo já sabe, mas almoço perfeito mesmo, é no Mercado Novo de …
2
Bar da Laje: a melhor vista do Rio de Janeiro
Colaí que hoje o passeio é lá no alto! Vamos subir o Morro do Vidigal para conferir tudo sobre o …
3
Ópera do Arame: símbolo emblemático de Curitiba
Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, está a Ópera do Arame. Colaí que eu vou te contar porque …
4
Cisne Branco: Espaço cultural flutuante em Porto Alegre
Verdadeiro ícone de Porto Alegre, o barco Cisne Branco é referência quando se fala de rolê flutuante! Colaí pra navegar nessas …
5
As obras de Niemeyer espalhadas por BH
Você sabia que há várias obras de Niemeyer espalhadas por BH? Colaí que eu vou mostrar pra você!
6
Poço da Panela: um roteiro imperdível e relax no Recife
Pensando em roteiros diferentes e alternativos para curtir o Recife? Que tal conhecer o histórico bairro do Poço da Panela? …
7
O melhor acarajé de BH é na Feira Hippie
A Feira Hippie é a maior feira da América Latina! Lá você encontra de tudo, inclusive, o melhor acarajé de …
8
Um pulo na ponta do Humaitá e no Forte de Monte Serrat, em Salvador
Um dos lugares mais charmosos de Salvador, com privilegiada vista da Baía de Todos os Santos e um pôr de …