Cinema: encontro no Sumaré discute estereótipos de gênero

A mostra promove exibições de trechos dos clássicos “Quanto Mais Quente Melhor” e “The Rocky Horror Picture Show”

Por: Redação

O Cine Doppelgänger teve início no segundo semestre de 2018. A proposta dos encontros mensais na Sala Cinematographos, da Casa Guilherme de Almeida, é apresentar ao público dois filmes com a mesma “alma”, que estabelecem um forte diálogo apesar de existirem em momentos distintos na história do cinema.

No dia 19 de janeiro, a partir das 14h, serão exibidos trechos de “Quanto Mais Quente Melhor” (1959), de Billy Wilder e “The Rocky Horror Picture Show” (1975), dois clássicos nos quais os protagonistas masculinos usam, por diferentes motivos, roupas femininas.

Frame do filme "The Rocky Horror Picture Show"
Crédito: ReproduçãoFrame do filme “The Rocky Horror Picture Show”

Durante a exibição, Joyce Pais e Alexandre Matias comentam sobre as discussões que os dois filmes levantam, e os impactos que ambos causaram na indústria cinematográfica da época.

Os filmes

Em “Quanto Mais Quente Melhor”, Joe (Tony Curtis) e Jerry (Jack Lemmon) são músicos desempregados, que estão desesperados por trabalho. Eles acidentalmente testemunham o Massacre do Dia de São Valentim, assistindo o criminoso Spats Colombo (George Raft) e seu cúmplice aniquilarem Toothpick Charlie (George E. Stone) e sua gangue. Forçados a apressadamente deixarem a cidade, Joe e Jerry pegam o primeiro trabalho que podem arrumar: tocar na banda de garotas da Sweet Sue (Joan Shawlee) e suas Sincopadoras. Em trajes femininos, os dois se juntam ao resto da banda em um trem que vai para Miami, Flórida.

No longa “The Rocky Horror Picture Show”, os namorados Brad (Barry Bostwick) e Janet (Susan Sarandon) têm um pneu furado durante uma tempestade e descobrem a misteriosa mansão do louco cientista Dr. Frank-N-Furter (Tim Curry). Eles encontram uma casa cheia de personagens selvagens, incluindo um motociclista e um mordomo assustador. Através de danças sistemáticas e canções de rock, Frank-N-Furter revela sua mais recente criação: um homem musculoso chamado Rocky (Peter Hinwood).


1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …