Cinema GRÁTIS: Cinefantasy exibe 64 filmes do universo fantástico

8ª edição do evento reúne 64 produções do Brasil, Guatemala, Polônia, França, Portugal, Reino Unido, Espanha, Moldávia, Tailândia, China e Argentina

Por: Redação
Até
11
de novembro 2018
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Diversos horários

Está chegando a 8ª edição do Cinefantasty, festival GRATUITO que reúne filmes de vários países que exploram o universo fantástico. Este ano, entre os dias 6 e 11 de novembro, espere encontrar no CCSP – Centro Cultural São Paulo obras de fantasia, terror e ficção científica, que se dividem em três sessões diárias.

Foto do filme "Mata Negra", mostrando uma mulher com o rosto ensanguentado
Crédito: ReproduçãoFilme “Mata Negra” é um dos brasileiros exibidos no festival

Quem AMA esse tipo de produção encontra 64 produções longas e curtas metragens do Brasil, da Guatemala, da Polônia, da França, de Portugal, do Reino Unido, da Espanha, da Moldávia, da Tailândia, da China e da Argentina. Basta chegar com antecedência e pegar o ingresso.

O festival é dividido em 8 mostras competitivas: Animação, Espanha Fantástica, Estudantes e Amadores, Fantasia, Ficção Científica, Horror, Mulheres Fantásticas e Longas.A homenageada desta edição é a brasileira Juliana Rojas, diretora de diretora de filmes como “Sinfonia da Necrópole”, “Trabalhar Cansa” e “As Boas Maneiras”.

Entre os nacionais, destacam-se “O Barco”, de Petrus Cariry, que retrata uma mulher que decifra o futuro por meio dos seus 26 filhos; e os de terror “A Mata Negra”, de Rodrigo Aragão, sobre uma garota que encontra um livro de magia; e “Terra e Luz”, dirigido por Rennè França, que é ambientado em um futuro pós-apocalíptico, quando seres humanos foram exterminados por criaturas que se assemelham a vampiros.

Já entre os internacionais,  os destaques ficam para o premiado thriller português “Uma Vida Sublime”, de Luís Diogo, sobre um médico com uma vida perfeita que tenta combater a tristeza dos outros com dois métodos radicais, e “Eullenia”, que explora uma tragédia pessoal e, com isso, faz uma crítica ácida aos magnatas tailandeses. O filme tem direção de Paul Spurrier (de “P”), primeiro diretor ocidental a dirigir um longa em tailandês.

Confira a programação completa no site.

1
Feira Tom Jobim é o melhor lugar pra comer no sábado de manhã em BH
Imagine um sábado suave na nave, sob a sombra de uma árvore, apreciando o sabor de comidas típicas nacionais e …
2
3 lugares para apreciar a paisagem de Curitiba do alto
Curitiba é uma cidade linda, disso já sabemos! Mas ver ela do alto deixa tudo ainda melhor! Colaí pra ver essas …
3
Onde curtir um show de música independente delicinha em São Paulo
Pagar dois salários mínimos pra ver show não dá, né? Ainda mais quando São Paulo é a cidade onde você encontra …
4
RJ: Um mergulho literário no Real Gabinete Português de Leitura
O Rio de Janeiro é a Cidade Maravilhosa não apenas por suas paisagens e praias! Ali no centro fica um dos …
5
Casa Preta: lar da cultura alternativa de Salvador
Um Casarão no Dois de Julho tem cultura saindo pelas janelas! Com eventos do subsolo ao terraço, a Casa Preta …
6
SP: Maior festival de inovação e arte digital do Brasil
Unhide Conference, um festival de inovação e arte digital está em sua segunda edição. Fomos conferir esse encontro de arte, criatividade …
7
Terça do Vinil em Recife: rolê pra gente lisa
Depois de uma temporada granfina lá nas Europa, a minha, a sua, a nossa Terça do Vinil tá de volta …
8
02:19
Vem ver o céu à noite no Planetário da Gávea no Rio
Os amantes do universo têm um rolé para chamar de seu no Rio! Toda quarta e sábado acontece lá no Planetário …