EM ALTA

Exposição em São Paulo: descubra onde curtir arte

Arte para todos os gostos e bolsos! A Catraca Livre listou diversas exposições lindas e imperdíveis para você visitar em SP... Só vem:

Quer visitar exposições imperdíveis em SP e descobrir novos jeitos de olhar o mundo? A Catraca Livre preparou uma lista com diversas opções gratuitas e com acessibilidade, pra ninguém ficar fora!

Confira as exposições em cartaz em São Paulo:

  • “Araetá – A Literatura dos Povos Originários” | Sesc Ipiranga

Até 17 de março de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Terça a sexta, das 9h às 21h30
Sábado, das 10h às 21h30
Domingos e Feriados das 10h às 18h30

Grátis

A exposição em São Paulo “Araetá – A Literatura dos Povos Originários” é um recorte expressivo da produção literária de autoria indígena, por meio de publicações de escritores e escritoras que representam mais de 60 povos de diferentes regiões.

A mostra reúne ilustrações, fotografias, artesanias e objetos artísticos, além de apresentar mais de 334 títulos publicados por 105 editoras do país. Quem visitar as obras verão cantos, contos, mitos, narrativas, poesias, ensaios, romances e títulos relacionados à criação do mundo, à ancestralidade e ao bem viver e ao papel dos anciãos nas comunidades indígenas.

Fotografia da exposição “Araetá – A Literatura dos Povos Originários”
Créditos: Edgar Kanaykõ Xakriabá
Fotografia da exposição “Araetá – A Literatura dos Povos Originários”

 

  • “Encruzilhadas da Arte Afro-Brasileira” no CCBB SP

Até 19 de março de 2024

Segunda - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Todos os dias, exceto às terças-feiras, das 9h as 20h

A exposição “Encruzilhadas da Arte Afro-Brasileira” no CCBB São Paulo, desde 16 de dezembro, apresenta obras de 61 artistas incríveis, destacando-se como desdobramento do Projeto Afro, que cataloga 300 artistas negros desde 2020. O curador Deri Andrade ressalta sua relevância em corrigir a omissão histórica da presença negra na arte do Brasil.

Organizada em torno de cinco eixos temáticos liderados por artistas emblemáticos, como Arthur Timótheo da Costa e Mestre Didi, a exposição abrange diversas épocas, contextos e gerações. Convidando a uma imersão descontraída na cultura afro-brasileira, a mostra busca corrigir a falta de destaque à comunidade negra na história da arte nacional.

 

  • “Rap em Quadrinhos” | Museu das Favelas

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 9h às 17h (permanência até as 18h)

A colaboração entre o ilustrador Wagner Loud e o youtuber Load resultou na exposição em São Paulo “Rap em Quadrinhos” unindo o universo Geek com o mundo do Hip-Hop. O objetivo da exposição é homenagear personalidades do rap nacional, retratando0as como super-heróis e super-heroínas conhecidos das HQs.

Ao todo, essa exposição em São Paulo conta com 19 homenageados incluindo artistas como Mano Brown, Emicida, Sabotage, Negra Li e mais uma galera de peso. 

 

  • “Missão Marte” | Shopping West Plaza

Até 30 de junho de 2024

Todos os dias

Segunda a quinta das 10h às 22h.
Sexta das 10h às 17h.
Sábado das 19h às 22h.
Domingos e feriados das 14h às 20h

Feito para crianças e adolescentes de 7 a 17 anos, a “Missão Marte” é mais uma das muitas exposições em São Paulo para aproveitar e se divertir enquanto aprendemos sobre exploração espacial!

O público vai conferir algumas relíquias espaciais com direito a autógrafos de astronautas famosos e réplicas de equipamentos espaciais. Além disso, o visitante vai poder colocar a mão na massa em atividades superinterativas, como a construção de uma mão robótica. Mais uma exposição em São Paulo incrível!

 

  • “Essa Nossa Canção” | Museu da Língua Portuguesa

As relações profundas entre a língua portuguesa, a música e nossos diversos ritmos é o tema da exposição “Essa Nossa Canção“, do Museu da Língua Portuguesa. A mostra aborda variados gêneros musicais e promove conexões entre algumas das canções mais representativas da história e as formas contemporâneas de expressão musical.

Quem gosta de música não pode deixar de conferir toda a multiplicidade musical brasileira em uma única exposição em São Paulo!

Museu da Língua Portuguesa recebe a exposição “Essa nossa canção” até março de 2024
Créditos: Reprodução iStock / Caio Acquesta
Museu da Língua Portuguesa recebe a exposição “Essa nossa canção” até março de 2024

 

  • “O Mergulho” | Farol Santander

Até 03 de março de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 9h às 20h

A artista visual carioca Renata Adler chega ao Farol Santander SP com a envolvente exposição “O Mergulho“, sob a curadoria de Marc Pottier, até março de 2024. A mostra oferece uma experiência única, transportando os espectadores para uma floresta singular composta por 250 “camaleões” de madeira suspensos e 30 aquários, criando um ambiente sonoro imersivo.

Fruto de dois anos de trabalho, as estruturas apresentam variações sutis, acompanhadas por diferenças nos aquários. Renata Adler proporciona uma jornada sensorial que destaca a riqueza da fauna e flora brasileiras, utilizando materiais como madeira, vidro e estruturas metálicas. Uma oportunidade imperdível no Farol Santander SP!

Renata Adler transforma o Farol Santander com a expo 'O Mergulho'
Créditos: Ignácio Farina

 

  •  “NIHONCHA: introdução ao chá japonês” | Japan House

Até 07 de abril de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h

Grátis

Site: japanhouse.se

Telefone: 031-711 11 04

A Japan House São Paulo apresenta a cativante exposição “NIHONCHA: introdução ao chá japonês“, aberta até 7 de abril de 2024. Sob a curadoria de Natasha Barzaghi Geenen, a mostra oferece uma visão abrangente da produção do chá japonês, explorando variedades, o espírito do chá no yu, utensílios tradicionais e a inovadora casa de chá Tsuginote Teahouse, construída com impressão 3D. A exposição destaca a evolução do chá no cotidiano japonês, desde sua introdução por monges budistas até os dias atuais.

Além disso, a Japan House São Paulo oferece atividades paralelas, como oficinas de preparo de chá, cerimônias do chá e palestras sobre os efeitos do chá, proporcionando uma compreensão mais profunda do chá japonês e suas aplicações na vida cotidiana.

Exposição NIHONCHA a história do chá japonês contada na Japan House
Créditos: Divulgação

 

  • “Chaves: A Exposição” | MIS Experience

Até 30 de março de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Terça a sexta das 10h às 20h
Sábado das 10h às 21h
Domingo e feriado das 10h às 20h

Em celebração aos 40 anos de “Chaves”, o MIS Experience recebe, a partir de janeiro de 2024, a maior exposição sobre o icônico seriado. “Chaves: A Exposição” oferece uma experiência única com recriação detalhada de cenários, acervo exclusivo do México e homenagem a Roberto Gómez Bolaños.

Os fãs vão poder explorar a Vila do Chaves e a Casa do Seu Madruga, “entrando em cena” na “Sala da Bruxa do 71”. E o melhor: o MIS está disponibilizando ônibus gratuito da Barra Funda (ida e volta) para os visitantes da exposição. Imperdível para reviver momentos nostálgicos!

 

  • “Pequenas Áfricas: o Rio que o samba inventou” | IMS

Até 04 de abril de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 10h às 20h

Grátis

Site: ims.com.br

Telefone: (11) 2842-9120

O IMS Paulista apresenta a exposição “Pequenas Áfricas: o Rio que o samba inventou“, com 380 itens, incluindo documentos, gravações, fotografias e obras de arte, narrando a história do samba carioca por mais de um século. Da época escravocrata à evolução do samba no século XXI, a curadoria de Angélica Ferrarez, Luiz Antonio Simas, Vinícius Natal e Ynaê Lopes dos Santos oferece uma perspectiva única sobre essa jornada cultural.

Localizada na Avenida Paulista, a exposição é gratuita até 21 de abril de 2024, proporcionando uma imersão na riqueza do samba urbano carioca e sua profunda conexão com a história do Rio de Janeiro. Mais informações disponíveis no site oficial do IMS.

Mostra 'Pequenas Áfricas: o Rio que o samba inventou' chega ao IMS
Créditos: Reprodução site oficial IMS

 

  • “Tutankamon, a Experiência Imersiva” | Shopping Cidade São Paulo

Na “Tutankamon, a Experiência Imersiva” você vai conhecer mais e descobrir todos os segredos de uma das principais civilizações da história da humanidade. Juntando tecnologia com história, a mostra usa projeções em 4k nas paredes ao longo das sete salas diferentes que para te guiar ao longo do legado de Tutankamon e da civilização egípcia. 

Você vai viajar no tempo e passar pelas salas “Uma civilização de 3.000 anos”, “Dentro do cofre do tesouro”, “Um passeio imersivo pelos segredos do antigo Egito”, “O caminho para a eternidade”, “O reflexo da alma”, “Viagem ao submundo” e “O Vale dos Reis 1922”.

 

  • “Cao Fei: o futuro não é um sonho” | Pinacoteca

Até 14 de abril de 2024

Segunda - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 10h às 18h

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

A artista chinesa Cao Fei leva sua exposição “Cao Fei: o futuro não é um sonho” à Pinacoteca. A estreia da aclamada artista chinesa na América Latina conta com um viés futurista e explora as transformações sociais velozes do século 21. 

A exposição abrange uma diversidade de formas de expressão, que vão desde vídeos e fotografia até instalações artísticas. Entre as obras notáveis em destaque está “RMB City” (2007), uma cidade virtual criada por Cao Fei dentro do ambiente do “Second Life”.

Além disso, a artista explora profundamente o metaverso, manifestando sua visão criativa em projetos como “i.Mirror” (2007) e “Oz” (2022).

 

  • “Essa Nossa Canção” | Museu da Língua Portuguesa

Essa Nossa Canção” é outra das exposições em São Paulo para quem ama arte! No Museu da Língua Portuguesa, a mostra vai explorar a relação profunda entre a língua e a música! Ainda aborda muitos gêneros musicais enquanto promove conexões entre algumas das músicas mais representativas da história às formas contemporâneas de expressão musical. 

Ritmos como bossa-nova, sertanejo, rock, samba, funk, axé, chorinho e forró estão presentes na exposição e o público ouvir e explorar particularidades de  canções como “Trem das Onze” (Adoniran Barbosa), “Salve” (Mano Brown) e “Nem Luxo Nem Lixo” (Rita Lee e Roberto de Carvalho).

 

  • “Santos Dumont: entre máquinas e sonhos” | Museu Catavento

Até 29 de abril de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 09h às 17h (bilheteria fecha às 16h)

Não oferece estrutura de acessibilidade

Um dos maiores brasileiros de todos os tempos é o homenageado da vez no Museu Catavento. Junto com o aniversário de 150 anos de Santos Dumont, a exposição “Santos Dumont: entre máquinas e sonhos” destaca a vida e as realizações do inventor brasileiro e sua relevância nas ciências, incluindo engenharia, aeronáutica e física. 

Quem ama aviação vai babar em ver de pertinho réplicas em tamanho real dos famosos aviões Demoiselle e 14-bis e ainda um caça f5 da Aeronáutica para completar o passeio! A mostra é uma das maiores já feitas no museu e ocupa cerca de 500 metros quadrados. 

 

  • “Anatomia Skate” | Farol Santander

Os fãs de esportes radicais vão pirar na exposição “Anatomia Skate” no Farol Santander! A mostra vai te guiar para um passeio histórico sob rodas desde o início do esporte até os dias de hoje quando skate é um esporte olímpico!

A exposição vai mostrar o skate não apenas como uma atividade de lazer, ou um esporte, mas também como moda, comportamento, expressão artística, mercado, produto, música, tecnologia e mais! Os visitantes vão poder conhecer de perto peças raras de colecionadores brasileiros, uma guitarra Guibson, modelo Les Paul, que era do Chorão, skatista e vocalista do Charlie Brown Jr. 

 

  • “George Love: além do tempo” | MAM

O fotógrafo afro-americano, George Leary Love (1937-1995), viveu no Brasil entre as décadas de 60 e 80 e vai ter uma retrospectiva de sua obra exibida no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

A exposição “George Love: além do tempo” reúne mais de 500 fotografias, em novas impressões e originais da época, traçando uma linha do tempo que remonta a um período desde antes do artista vir para o Brasil, até sua morte em 1995.  A mostra é dividida em 20 núcleos, como se o espaço expositivo sediasse 20 individuais de Love, cada uma se debrulando sobre uma temática ou uma época. 

Fotografia da Ilha do Marajó, 1971, publicada no livro “Amazônia e Alma e Luz”
Créditos: George Love
Fotografia da Ilha do Marajó, 1971, publicada no livro “Amazônia e Alma e Luz”

 

  • “Roda dos Bichos” – Instituto Tomie Ohtake

Até 26 de maio de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Das 11h às 19h

Grátis

O Instituto Tomie Ohtake apresenta a exposição “Roda dos Bichos”, dedicada à produção de Maria Lira Marques reunindo trabalhos de toda sua carreira. Durante as últimas três décadas ela produz cerâmicas e pigmentos naturais para sua pinturas e esculturas do barro extraído das encostas mineiras. 

Dividida em três salas, a primeira mostra as pinturas em seixos de rio e outros trabalhos em papel. A segunda sala traz diferentes grupos de obras e famílias de bichos, reunindo grande parte dos trabalhos apresentados na exposição, enquanto a terceira sala, além de apresentar obras do início da carreira de Maria Lira, é dedicada sobretudo a contextualizar o seu trabalho e sua ligação com o Vale do Jequitinhonha, através de documentos, objetos, cantos e fotografias. 

Obra sem título da exposição “Roda dos Bichos” no Instituto Tomie Ohtake
Créditos: Ding Musa (Divulgação Assessoria)
Obra sem título da exposição “Roda dos Bichos” no Instituto Tomie Ohtake

 

  • “A tragédia do Holocausto: a vida de Julio Gartner”

Até 31 de março de 2024

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

Terças às sextas das 10h às 19h
Sábados das 10h às 20h
Domingos das 10h às 18h

Site: mis-sp.org.br

Telefone: (11) 2117-4777

A partir de março uma exposição em São Paulo vai conta a história do Holocausto, “A Tragédia do Holocausto: a vida de Julio Gartner“, é elaborada em dois atos e conta com um toque sensorial. O terror e a perseguição vivia por judeus durante a Segunda Guerra Mundial vai ser mostrado aos visitantes de acordo com a trajetória de Julio Gartner, um sobrevivente real. 

O polonês radicado no Brasil faria 100 anos em 2024 e por meio de sua história o MIS vai apresentar o que foi o Holocausto no primeiro andar da mostra. No segundo ato da mostra há uma homenagem especial a alguns personagens que são denominados “Anjos do Holocausto”, cidadãos comuns qu se dedicaram à ajuda de judeus perseguidos e presos, como o alemão Oskar Schindler, o britânico Nicholas Winton e a brasileira Aracy Guimarães Rosa. 

Sobreviventes do Campo de Ebensee, Áustria (06-15 de maio de 1945)
Créditos: Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos, cortesia de Fred Anderson 
Sobreviventes do Campo de Ebensee, Áustria (06-15 de maio de 1945)

Muita opção de exposição em São Paulo, né? Então fique ligado na nossa Agenda para não perder nenhum outro evento cultural: