Festa ao ar livre em Perdizes reúne bandas formadas por mulheres

Bandas Manacá Me Viu Pequena, SixKicks, Obinrin Trio e As Despejadas se apresentam no A Porta das Minas Nº 36

29 de setembro de 2018

A partir das 14h

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Grátis

Representatividade importa! Por isso, no dia 29 de setembro, a partir das 14h, uma festa ao ar livre em Perdizes reúne SÓ bandas formadas por mulheres.

Praça Homero Silva, em Perdizes, recebe festa com bandas formadas por mulheres
Créditos: Raquel Schwengber
Praça Homero Silva, em Perdizes, recebe festa com bandas formadas por mulheres

O palco escolhido para A Porta das Minas Nº 36 foi a Praça Homero Silva, pertinho da estação Vila Madalena, da Linha Verde do Metrô de São Paulo. A sonzeira é acompanhada por exposições de Sonhos em filtros – ArtesanatosBia SteinKFM artLuiza Fonseca de SouzaLagguceLayla LoliAcsah LírioBellezerart. Para comer e beber, latinha, latão, Heineken, catuaba (copo ou garrafa), cachaça (dose), torta (pedaço) , bolo (pedaço), refrigerante e água.

A festa ao ar livre em Perdizes explora diferentes estilos musicais. A banda Manacá Me Viu Pequena, transporta o público para uma lacuna entre o real e a fantasia. Com vocais de Ananda Maranhão e Malu Magri, cordas de Rebeca Canhestro, sopros de Lari Eva e percussão de  Lana Lopes, o grupo está em uma incessante procura por sinceridade.

Já o duo mato-grossense SixKicks, formado pelas amigas Theo Charbel e Marjorie Jorie faz um som som denso e minimalista, brincando com a mistura do grunge e do stoner com regionalismos brasileiros.

SixKicks – Forrock (Estúdio Aurora)

Forrock é uma musica que define bem a SixKicks: juntar coisas que aparentemente não se encaixam e fazer elas dialogarem (do nosso jeitinho é claro) (: Logo logo primeiro EP saindo, fiquem alertas ligados conectados excitados com a gente!Video: Welder Rodrigues

Posted by SixKicks on Monday, August 21, 2017

Obinrin Trio tem outra vibe. Obinrin é sinônimo de feminino em yorubá, e as gêmeas Raíssa e Lana Lopes, junto com Elis Menezes, buscam traduzir essa ideia em suas músicas. As potentes vozes harmonizam o amor e o grito de revolta que dão por muitas outras mulheres.

Todos temos medo, é importante ter amor consigo pra superar eles, o carinho de vocês nos ajuda a gritar nosso medo pra fora. ❤️. -RECADINHO hoje tocamos na @casavulva os shows começam 19hrs, o quentão as 15hrs! bora se esquenta juntin (Pedacinho de medo no sarau das @asminatudo no @jazzbclub)

Posted by Obinrin Trio on Saturday, June 16, 2018

Por fim, a banda As Despejadas, nascida na periferia de Guarulhos, transforma em ato musical a historia de mulheres jovens e de baixa renda que vivem em uma sociedade que mata por gênero, religião, cor e classe social. Ela é formada por Lídia Martiniano, Nataly Ferreira, Vitória Silva, Ariadne Pereira, Bruna Duarte e Bruna Black.

Deus é do Gueto – Marina Peralta (COVER)

Hoje estaremos na A Porta Maldita | As Mina tem vez, as Mina tem voz e na Virada Clandestina GRU 2017.Esperamos encontrar você!!!E para ir aquecendo nada melhor que uma oração pra esse Deus que é negro, índio, MULHER ou menino.

Posted by As Despejadas on Saturday, May 13, 2017