Festival celebra mês do rock no CCJ com programação gratuita

Programação tem shows, exposição de fotos, feira de vinil e moda roqueira, workshops e espaço de comidas e bebidas

Por: Redação

Um time incrível de roqueiros invade o Centro Cultural da Juventude, na zona norte de São Paulo, no Festival CCJ é Rock, que comemora o mês do rock com uma programação de shows, exposição, feira de vinil e moda roqueira, workshops e espaço de comidas e bebidas. O evento acontece no dia 21 de julho, das às 22h30, com entrada gratuita.

Foto de Clemente e a Fantástica Banda Sem Nome
Clemente e a Fantástica Banda Sem Nome se apresenta às 21h30Divulgação
Foto da banda Dance of Days
Dance of Days se apresenta às 18hReprodução - Facebook (@bandadanceofdays)
Integrantes da banda El Zombie
El Zombie se apresenta às 13hReprodução - Facebook (@ElZombieBand)
Integrantes da banda Hateen
Hateen sobre ao palco às Reprodução - Facebook (@HATEENOFICIAL)

Um dos destaques é o show de Clemente e a Fantástica Banda Sem Nome, que acontece partir das 21h20. Figura conhecida na cena punk rock brasileira, Clemente Nascimento é fundador da banda Inocentes, que fez sucesso nos anos de 1980, e também está à frente da formação atual do Plebe Rude.

Formado também por Joe Gomes (baixo), Johnny Monster (guitarra) e Rodrigo Cerqueira (bateria), o grupo interpreta as faixas de seu disco homônimo lançado em 2016, como “Tosco Blues”, “Imprescindível”, “Sonhos (Me Deixem em Paz)”, “Palavras Mortas”, “Os Sinais”, “Nada Mais”, “As Verdades Doem” e “Quando os Anjos Caem”.

As outras atrações musicais do festival são o grupo argentino El Zombie (às 13h), que apresenta ao público seu terceiro disco,“Amanece”; o projeto inédito Paarmann Rock Family (às 15h), do multi-instrumentista Heraldo Paarmann e seus filhos; a banda de hardcore melódico Hateen (às 20h), fundada por Japinha, Rodrigo Koala e Cesinha Santisteban; e Dance Of Days (às 18h), que há mais de 20 anos toca pop rock em casas noturnas de todo o país.

A programação conta com três workshops imperdíveis. Das 14h às 15h, o baixista Heitor Gomes, que já tocou com as bandas Charlie Brown Jr. e CPM22 conta histórias sobre sua carreira e seu instrumento. Das 16h às 17h, Edu Ardanuy e Fulvio Oliveira falam sobre a importância da guitarra elétrica para o rock. E, finalmente, das 19h às 20h, o baterista Eloy Casagrande, do Sepultura, mostra a agressividade e a sutileza necessárias para tocar as canções desse grupo.

Durante todo o dia, os visitantes do CCJ poderão conferir a exposição fotográfica “Com Trastes”, de Fernando Pires, que já teve a oportunidade de clicar bandas como Metallica, Rolling Stones, The Who, Slayer, Aerosmith, Guns N’Roses, Foo Fighters e Radiohead. Na mostra, estão expostas imagens captadas a partir de 2015 para a revista Roadie Crew.

Exposição com fotos de Fernando Pires acontece durante todo o dia 21 de julho
Exposição com fotos de Fernando Pires acontece durante todo o dia 21 de julhoFernando Pires - divulgação
Foo Fighters por Fernando Pires
Foo Fighters foi fotografada por Fernando PiresFernando Pires - divulgação
Metallica por Fernando Pires
Fernando Pires também fez cliques do Metallica Fernando Pires - divulgação

Outras atrações são uma feira de troca e vendas de vinil; a Varanda do Rock, um espaço que vende roupas e acessórios da moda roqueira; e a uma banca para que bandas, agitadores culturais e organizadores de shows possam mostrar seus materiais.

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …