Lugares incríveis (e nada óbvios) para ler com as crianças

O Rizoma é uma livraria que funciona dentro de um ônibus escolar. Atualmente, ela fica estacionada em frente ao Al Janiah.

Quem tem filhos, gosta de literatura e quer transmitir esse hábito e prazer para os pequenos, está bem servido em São Paulo. A cidade tem muitos espaços bacanas de estímulo à leitura, que vão muito além das grandes redes de livraria e lojas de shopping.

Então, que tal aproveitar para apresentar às crianças livrarias de rua, espaços independentes, coletivos, bibliotecas públicas e outros lugares incríveis para ler e adquirir livros de qualidade? Assim, você passeia por lugares diferentes e não óbvios da cidade, e de quebra ensina para as crianças a importância de valorizar iniciativas públicas e independentes – além, é claro, de uma curadoria bem feita de livros, pois as crianças são um público exigente.

Livraria Rizoma - São Paulo, Brasil
O Rizoma é uma livraria que funciona dentro de um ônibus escolar. Atualmente, ela fica estacionada em frente ao Al Janiah

O Lunetas fez uma lista com 17 dicas de lugares incríveis para ler com as crianças. Tem biblioteca feminista, sebo com raridades literárias e até uma livraria que funciona dentro de um ônibus escolar.

  • Confira!

Livraria Casa de Livros

Inaugurada em 1986, a Livraria Casa de Livros, na Chácara Santo Antonio, tem décadas de história, e funciona até hoje como um espaço de resistência na cidade. Especializada em literatura infantojuvenil, oferece títulos de qualidade graças a uma curadoria criteriosa, além de ser um lugar acolhedor não só para os pequenos leitores, mas também para quem se interesse por esse universo. “Construímos uma casa com tijolos de sonho, telhado de sorrisos, jardim de brincadeiras, portas de inspiração e muitos livros”, conta a descrição do espaço.

Rua Capitão Otávio Machado, 259, Chácara Santo Antônio, São Paulo

Livraria Simples

Quem é de São Paulo ou veio para cá, provavelmente já ouviu essa frase muitas vezes. “Essa cidade tem de tudo”. E é verdade. E por que não teria uma livraria especializada em levar livros raros e esgotados até o leitor? A Livraria Simples nasceu com esse propósito, de simplificar o acesso aos livros considerados difíceis de encontrar. Mas não só. O acervo infantil da casa é que mais faz sucesso entre os clientes, e conta com algumas das melhores editoras do ramo, como Jujuba, Boitatá, Companhia das Letrinhas, Olho de Vidro, entre outras. “Nossa proposta é servir de ponte entre leitores e livros em duas frentes principais: ajudar as pessoas a encontrar os livros que precisam, e dar acesso ao conhecimento de maneira simples. Nosso atendimento é bastante humanizado, fazemos questão de travar relacionamento com as pessoas”, conta Beto, socioproprietário da Simples. O espaço está mudando de endereço, da Mooca para um amplo sobrado antigo na Bela Vista, então fica de olho no Instagram deles para saber as novidades. “O espaço infantil do novo endereço será ainda maior”, adianta Beto. A inauguração será no dia 14 de julho.

Rua Rocha, 259, Bela Vista / vendas@livrariasimples.com.br

Rizoma Livros

O ‘Rizomamóvel’, como é chamado pelos mais íntimos, é um ônibus escolar amarelo, mas só do lado de fora. Por dentro, na verdade, funciona uma livraria, criada pelo coletivo de editoras independentes Rizoma – formado pela Autonomia Literária, pela N-1 EDIÇÕES e pela Editora Elefante. Aberto de terça a sábado, das 19h à meia-noite, o ônibus tem endereço fixo, e fica estacionada em frente ao Al Janiah, bar/restaurante de pessoas em situação de refúgio da Palestina. Então, se você prefere fugir da muvuca, vale chegar cedo para evitar o horário de maior movimento. Além de ser divertido passear com as crianças dentro de um ônibus escolar igual ao que elas veem nos filmes, o passeio também valoriza a literatura independente e de qualidade que comumente não tem espaço nas grandes livrarias. Acompanhe aqui as próximas paradas do Rizoma Livros.

Rua Rui Barbosa, 269, Bixiga, São Paulo

Biblioteca Feminista Cora Coralina

Intitulada a primeira biblioteca feminista de São Paulo, a Biblioteca Cora Coralina diz a que veio já no seu nome, em homenagem a poeta goiana que se tornou um símbolo de resistência contra a opressão patriarcal. Inaugurado em 2015, o espaço pretende se firmar como um polo de literatura sobre questões de gênero. A biblioteca promove e recebe encontros sobre o tema, além de cursos e workshops. Uma ótima oportunidade para conversar sobre o assunto com as crianças, e apresentar a elas escritoras universais, como Simone de Beauvoir e Maria Carolina de Jesus – além, é claro, da própria Cora Coralina.

Rua Otelo Augusto Ribeiro, 113, Guaianazes, São Paulo

Gostou dessas dicas? Tem muito mais. Confira a lista completa no Lunetas.


  • Curta SP ao lado dos pequeninos:

7 museus com jardins para visitar em São Paulo 

Compartilhe:

Autor: Por: Redação