Museu Eva Klabin tem programação especial para as crianças

Contação de histórias, oficinas de cordel e stop motion são algumas atrações que acontecem de terça a domingo, durante o mês de julho

Por: Redação
Até
31
de julho 2018
Domingo - Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado
De terça a sexta, às 10h e às 15h
Sábados e domingos, às 15h

As férias escolares estão aí! E tem programação especial e diversificada para as crianças curtirem muito! Lá na Casa Museu Eva Klabin, na Lagoa, estão acontecendo várias atividades durante o mês de julho. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 5 (meia), mas os pequenos com até 10 anos não pagam entrada.

Contação de histórias faz parte da programação especial de férias da Casa Museu Eva Klabin
Crédito: Beatriz Kucuruza/Eva Klabin‘Jovens Contadores de Histórias’ é uma das atrações da Casa Museu Eva Klabin durante as férias

A cada dia rola uma atração diferente. Entre elas, contação de histórias e oficinas de cordel e stop motion. De terça a sexta-feira, a diversão acontece em dois horários: às 10h e às 15h. Já aos sábados e domingos, as atividades começam a partir das 15h.

Confira mais detalhes sobre as brincadeiras:

  • Terças: “Jovens Contadores de Histórias”

As crianças têm a oportunidade de criar e contar as suas histórias de forma divertida e educativa. A oficina também conta com o auxílio de outros elementos, como cenários e bonecos-personagens.

  • Quartas: “Faça a sua história em quadrinhos”

Os participantes são estimulados a criar imagens e narrativas para ilustrar as suas histórias, que podem contar com os personagens presentes na Casa Museu.

  • Quintas: “Oficina de Cordel”

Na atividade, as crianças trabalham os meios necessários para a criação dos livretos, como gravura, ilustração, textos rimados, etc.

  • Sextas: “Oficina de Stop Motion”

Através da oficina, os pequenos aprendem a técnica de Stop Motion para criar animações, por meio da fotografia e com o auxílio de figuras do acervo do museu.

  • Sábados e domingos: “Detetives da Arqueologia”

A atividade oferece a oportunidade do público conhecer o trabalho do arqueólogo e a sua importância na construção da história de nossos antepassados. Os participantes podem se transformar em arqueólogos e partir para uma experiência que envolve escavações, descoberta de objetos, investigações sobre a origem das peças, etc.

Demais, né? Pega na mão da criançada e vamos nessa!

1
Ópera do Arame: símbolo emblemático de Curitiba
Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, está a Ópera do Arame. Colaí que eu vou te contar porque …
2
Cisne Branco: Espaço cultural flutuante em Porto Alegre
Verdadeiro ícone de Porto Alegre, o barco Cisne Branco é referência quando se fala de rolê flutuante! Colaí pra navegar nessas …
3
As obras de Niemeyer espalhadas por BH
Você sabia que há várias obras de Niemeyer espalhadas por BH? Colaí que eu vou mostrar pra você!
4
Poço da Panela: um roteiro imperdível e relax no Recife
Pensando em roteiros diferentes e alternativos para curtir o Recife? Que tal conhecer o histórico bairro do Poço da Panela? …
5
O melhor acarajé de BH é na Feira Hippie
A Feira Hippie é a maior feira da América Latina! Lá você encontra de tudo, inclusive, o melhor acarajé de …
6
Um pulo na ponta do Humaitá e no Forte de Monte Serrat, em Salvador
Um dos lugares mais charmosos de Salvador, com privilegiada vista da Baía de Todos os Santos e um pôr de …
7
Teatro Oficina Uzyna Uzona: patrimônio vivo em SP
Que tal conhecer o grupo de teatro mais antigo e em atividade do Brasil? Sessentona, a Companhia Teatro Oficina Uzyna Uzona …
8
Confeitaria Colombo: gastronomia certa no Rio de Janeiro
Um combo perfeito de arquitetura, decoração e gastronomia, tem um nome: Confeitaria Colombo. Colaí que vamos te mostrar este rolé inesquecível!