10 rolês gratuitos para curtir o melhor do fim de semana em SP

Domingo é dia de festa regada a muito samba na Casa das Caldeiras!
A partir de
22
de fevereiro 2019
Sexta - Sábado - Domingo
Diversos horários - confira tudinho abaixo!

Cidade

Arraste pra baixo e descubra atividades imperdíveis em todos os cantos da capital!

Tá a fim de aproveitar o fim de semana, mas não sabe o que rola em SP? Para facilitar sua vida na capital, a Catraca Livre selecionou 10 programas imperdíveis e gratuitos, em cartaz de sexta-feira a domingo.

Achou pouco? Nossa agenda reúne centenas de eventos lindos, baratos e 100% culturais para aproveitar todos os dias da semana – confira aqui!

  • 1. O mapa de Carnaval em SP para (não) se perder na folia

    Crédito: iStock | ShumoffLegenda: Só pra relembrar: RESPEITA AS MINA, AS MONA E OS MANO!

    É Carnaval, bebê! Chegou a hora de vestir o lookinho brylhante, tirar a pochete da gaveta e curtir muita música, rua e calor. E engana-se quem acha que precisa sair da babylon para curtir a folia: SP está muito bem servida durante o feriado mais amado do Brasil!

    Para te ajudar na missão carnavalesca, selecionamos os melhores bloquinhos do fds. São tantas opções, que você pode variar entre se jogar na multidão e curtir o festerê em família, na boa!

    Sábado | 23 de fevereiro

    Centro:
    Bloco: A Madonna Tá Aqui!
    Bloco Pop Como Te Gusta
    Queimando a Largada 2019
    Bloquinho do GIZ
    CARNAKOO – Bloco da Batekoo
    BlOcO dE cArNaVRAU dA LuNáTiCa cOm KaYa CoNkY
    Bloco Filhas da Lua

    Zona Sul:
    Bloco Bicho Maluco Beleza com Alceu Valença
    Bloco Perdidos No Paraíso – Irremediável Neon!
    Bloco Frevo Mulher com Elba Ramalho 
    Bloco Beleza Rara
    Bloco Elástico – Carnaval baiano na Vila Mariana
    18° Bloco Amigos da Vila Mariana

    Zona Leste:
    Desfile Bloco Belém Belém

    Zona Oeste:
    Bloco Volta Amélia 
    Bloco do Sargento Pimenta 
    O Fabuloso Bloco Amélie Pulando! 
    Bloco do Binguelo
    Bloco Nuinteressa à fantasia 
    Desfile Besta É Tu
    Desfile Chinelo de Dedo
    13º Bloco Passaram a Mão na Pompeia – homenagem à Dona Ivone Lara
    Bloco Unidos Venceremos
    Bloco Casa Comigo
    Bloco Ritaleena 2019 – Pinheiros
    Bloco Toca Um Samba Aí (Inimigos da HP)

    Domingo | 24 de fevereiro

    Centro:
    Quem Me Viu Mentiu 2019!
    Bloco da Abolição: Pode Já-Ir Despirocando!

    Zona Sul:
    Desfile do Monobloco

    Zona Oeste:
    Desfile da Confraria do Pasmado 2019 
    Bloco Do Dali
    Bloco Trupica
    Bloco dos Chicos – Buarque, Science e César
    CarnavalEmo – Welcome to the BLOCO Parade

    Zona Norte:
    Bloco do Ó
    Bloco Vem Neném com Harmonia do Samba

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!

  • 2. Maria Rita comanda desfile do Bangalafumenga

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Maria Rita é o destaque do desfile do bloco Bangalafumenga, no Carnaval de São Paulo

    Em 2019, o Carnaval de rua de São Paulo promete apresentar grandes nomes da música nacional em cima de trios-elétricos. Cláudia Leitte, Baiana System, Alceu Valença e Daniela Mercury são apenas alguns das grandes atrações de blocos – uns deles próprios – que tomam conta das ruas da Selva de Pedra.

    E o bloco Bangalafumenga não fica atrás! Comemorando 20 anos de Carnaval, o desfile dos cariocas radicados em São Paulo vai ser pra lá de especial porque vai contar com a cantora Maria Rita no comando do trio-elétrico.

    E não para por aí, não! Os caras querem mesmo que a celebração de suas duas décadas carnavalescas seja inesquecível, isso porque o Bangalafumenga sai divido em alas, com direito a porta-bandeira, madrinha de bateria e comissão de frente! Vai pensando!

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!

  • 3. Espetáculos GRÁTIS ocupam a Oficina Cultural Oswald de Andrade

    Crédito: Márcia AlvesLegenda: A Oficina Cultural Oswald de Andrade é gerenciada pela Poesis e fica na região do Bom Retiro - SP

    A Oficina Cultural Oswald de Andrade se consolidou como um importante espaço para a cena teatral da cidade. Até março, a instituição oferece ao público nove espetáculos gratuitos!

    Veja abaixo todos os espetáculos em cartaz :

    E o que fizemos foi ficar lá ou algo assim
    Até 23/2. Quintas e sextas-feiras às 20h e sábados às 18h30
    Recomendação: maiores de 14 anos | Duração: 80 minutos
    Um grupo de vizinhos se encontra num espaço fechado. Isso que de início parece ser uma simples reunião de condomínio aos poucos ganha ares inquietantes. Sobre quem discutem os participantes? O que é que os espreita de lá de fora? Descobrindo-se presos em um filme de terror, só lhes resta tentar descobrir como escapar dessa sinistra ficção. Espetáculo da Cia de Teatro Acidental.

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui

  • 4. Casa das Caldeiras recebe festão no pré-Carnaval

    Crédito: I Hate Flash | Ariel MartiniLegenda: Todo o domingo tem um rolê diferente na Casa das Caldeiras!

    No  dia 24, que antecede o Carnaval, a Casa das Caldeiras recebe a edição especial de Pré-Carnaval da festa Picco à Brasileira. Uma festa dedicada 100% à música nacional, que valoriza a cultura do vinil e do DJ com uma mistura de Samba, Soul, Manguebeat, MPB, Jovem Guarda, Brega, Bossa Nova, Tropicália, Samba Rock, Forró, Samba Jazz, entre outros ritmos dançantes que reinaram nas décadas de 50, 60, 70 e 80.

    É em clima de festa que a Casa abre suas portas, recebendo com cuidado e afeto um público formado por todas as idades, que chega atingir seis mil pessoas nos domingos mais movimentados.

    Com foco na produção cultural independente, no acesso à arte e à cultura, o projeto acolhe produtores das mais diversas linguagens que ocupam um dos principais patrimônios históricos da cidade de São Paulo com arte e diversidade.

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!

  • 5. Izakayas: conheça os botecos japoneses da liberdade

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Luminária japonesa decora corredor do Kintaro, um dos clássicos Izakayas da Liberdade

    Que a comida oriental caiu no gosto dos paulistanos, isso é indiscutível. É só notar o tanto de rodízio japoneses, por exemplo, que tomam conta dos bairros da cidade. Agora, o que ainda precisa ser desbravado são os izakayas, bares e botecos que oferecem petiscos e bebidas japoneses, perfeitos para um happy hour diferentão.

    E se tem um bairro que abriga boa parte dos botecos orientais, esse bairro é a Liberdade. A região vem passando por grande desenvolvimento e investimento na culinária japonesa, chinesa, coreana e tantas outras, e abriga alguns izakayas, como o Bentô House, o Kintaro e o Izakayada.

    Confira a lista que montamos: clique aqui!

  • 6. Manoel de Barros é homenageado em ocupação no Itaú Cultural

    Crédito: reproduçãoLegenda: "As coisas não querem mais ser vistas por pessoas razoáveis. Elas desejam ser olhadas de azul – Que nem uma criança que você olha de ave." (Manoel de Barros)

    A 43ª Ocupação Itaú Cultural percorre a vida e obra de Manoel de Barros (1916-2014), poeta que capturou a grandeza das pequenas coisas. Fotografias, vídeos, manuscritos e uma boa dose de peraltagem com a língua portuguesa são algumas das ferramentas que reconstroem os caminhos do homem que permaneceu menino até a velhice.

    Manoel era conhecido por brincar com a norma culta da língua e monumentava as coisas e seres (o humano, inclusive) desprezados por uma sociedade focada na velocidade, no consumo, no descarte. “O que é bom para o lixo é bom para a poesia”, escreveu ele em “Matéria de Poesia” (1970).

    Além da mostra com o acervo pessoal do poeta, o programa deu origem a uma publicação impressa, distribuída gratuitamente na recepção do instituto, e a uma série de conteúdos online, como entrevistas em vídeo com parentes e colegas de Manoel de Barros.

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!

  • 7. Retrospectiva inédita de Paul Klee chega ao CCBB

    Crédito: Paul Klee Harmonie der nördlichen Flora, 1927, 144 Harmony of the Northern Flora Harmonia da flora setentrional oil on primed cardboard on plywood; original frame óleo sobre cartão revestido sobre compensado; moldura original 41x 66/66,5 cm Zentrum Paul Klee, Berna, doação de Livia Klee (The work must be reproduced as shown and with the complete caption information as above.)Legenda: Paul Klee | Harmonie der nördlichen Flora, 1927, 144 | Harmony of the Northern Flora | Harmonia da flora setentrional | Óleo sobre cartão revestido sobre compensado; moldura original | 41x 66/66,5 cm | Zentrum Paul Klee, Berna, doação de Livia Klee

    A espera finalmente terminou! O público brasileiro vai ter o prazer de apreciar a mostra Paul Klee – Equilíbrio Instável, em São Paulo.

    Paul Klee (1879-1940) marcou a história do modernismo nas artes plásticas no início do século XX. A retrospectiva, inédita no Brasil e na América Latina, apresenta mais de 120 obras do artista.

    Um dos atrativos da exposição brasileira é o conjunto de cinco dos fantoches produzidos por Klee para seu filho Felix, entre 1915 e 1925. O artista criava as cabeças e as roupas a partir de restos de tecidos velhos e materiais simples que ele encontrava em casa, como carretéis de linha, tomadas ou ossos de boi fervidos.

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!

  • 8. Casas de cachorro supermodernas em exposição na Japan House

    A Japan House apresenta um novo viés da arquitetura e do design na exposição Architecture for Dogs: Arquitetura para cães, com curadoria do designer japonês Kenya Hara.

    A mostra apresenta, por meio do trabalho de renomados profissionais das áreas, irreverentes e conceituais casas de cachorros em um pioneiro exercício de escala que leva em conta as atuais relações da sociedade com seus bichos de estimação.

    Com passagens pelos Estados Unidos, Japão e China, esta é a primeira exibição no Brasil e inclui projeto inédito feito por um escritório brasileiro, a convite da Japan House.

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!

  • 9. Gênero e religião são temas de exposição na Casa Matilda

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Ariel Nobre discute gênero e religião na mostra "Pelo Direito à Alma", em cartaz na Casa Matilda

    A Matilda Casa apresenta a exposição “Pelo Direito à Alma” sobre gênero e religião, do artista visual Ariel Nobre. A mostra reúne a série fotográfica “Via Crucis”, de Ariel Nobre e Tarcísio Paniago, e obras diversas do projeto “Preciso Dizer Que Te Amo”, uma campanha de prevenção ao suicídio de homens trans, idealizado também por Ariel.

    A série estreou no Museu Nacional da República, no Distrito Federal em maio de 2017, foi para Paris na Maison du Brésil em dezembro de 2018 e chega pela primeira vez a São Paulo.

    Um dos destaques do projeto “Preciso Dizer Que Te Amo”, dentro da exposição sobre gênero e religião, é uma instalação de 10 metros de roupas usadas, costuradas à mão por Caroline Rycca Lee e com intervenções de Ariel.

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!

  • 10. Movimento Punk é homenageado em exposição no Sesc

    Crédito: Alexandre CruzLegenda: Fanzines, cartazes e outros materiais gráficos de bandas punk dos anos 1980 e 1990 são exibidos em mostra no Sesc

    Com curadoria de Alexandre Cruz “Sesper”, artista plástico e vocalista da banda Garage Fuzz, o Sesc Consolação recebe a mostra “Não Temos Condições de Responder a Todos”, que reúne diversos materiais gráficos originais dos anos 1980 e 1990.

    A frase que dá nome à exposição punk foi escrita por Marcilio Lopes, publicada no fanzine “Crude Reality”, que remete à realidade vivida no final dos anos 1980, quando o volume de cartas recebidas era absurdamente alto e impossível de ser respondido.

    Quer saber tudo o que rola? Clique aqui!


Compartilhe:

Autor: Por: Redação