Últimas notícias:

Loading...

Paço das Artes retoma exposição ‘Limiares’, de Regina Siveira

Este casarão antigo é ideal para tirar aquela selfie incrível!

Ouça este conteúdo

Até 31 de janeiro de 2021

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

De sexta a domingo, das 12h às 18h. (não é necessário agendar)

Grátis

Para quem ama dar um rolê pelos casarões antigos de SP, já pode comemorar a reabertura da sede fixa do Paço das Artes, que foi inaugurada um pouquinho antes da pandemia do novo coronavírus chegar. O museu ocupa parte do Casarão Nhonhô Magalhães, construído em 1937 no bairro de Higienópolis.

Paço das Artes
Crédito: Joca Duarte/ DivulgaçãoPaço das Artes ganha sede definitiva no bairro de Higienópolis

A inauguração marca o aniversário de 50 anos do museu, que se tornou uma referência na difusão de arte contemporânea. Ao longo dessa trajetória, a instituição já promoveu obras de grandes artistas, como Marina Abramovic, Pipillot Rist, Bill Viola, Francis Bacon, Carmela Gross, Cildo Meirelles e Charly Nijensohn, mas também fomenta a produção de novos nomes da arte.

Para celebrar a conquista, o Paço das Artes inicia a nova fase com a exposição inédita “Limiares”, da veterana Regina Silveira. A mostra fica em cartaz até 31 de janeiro de 2021, de sexta-feira a domingo, das 12h às 18h, com visitação gratuita. De quebra, você ainda pode deixar seu feed ainda mais lindo com fotos nesse lugar maravilhoso 😉.

Projeção do espaço expositivo do Paço das Artes
Crédito: Arquiteto Álvaro Razuk/ DivulgaçãoProjeção do espaço expositivo do Paço das Artes

Em um espaço onde novo e antigo se misturam, espere encontrar trabalhos únicos, pensados justamente para aquele ambiente. Em “Cascatas”, por exemplo, o público pode ver a a reprodução múltipla das janelas originais do prédio do novo imóvel onde o museu está abrigado.

Já em “Dobra”, que brinca com a noção de perspectiva, é possível visualizar um banco de jardim na área externa do Paço, mas a partir de um certo ponto de observação.

Obra Cascatas, de Regina Silveira
Crédito: Divulgação/ Paço das ArtesEstudo para “Cascata” uma das obras inéditas da exposição de Regina Silveira no Paço das Artes

Os visitantes também podem se divertir com as videoinstalações “Limiar” e “Lunar”, que passam a integrar também o acervo permanente do museu – o primeiro de arte contemporânea de São Paulo exclusivamente digital e de obras reprodutíveis, que também está disponível no projeto MaPA, plataforma digital de arte contemporânea, que reúne todos os artistas, críticos, curadores e membros do júri que passaram pela Temporada de Projetos do Paço das Artes.

Em “Limiar”, a palavra “luz” é exibida em 76 idiomas, dilatando-se e virando luz, dando a ideia de pausa, de respiração, da vida que pulsa, do começo.  Já “Lunar” é uma espécie de balé de duas esferas, em uma coreografia com luz e sombra que brinca com as noções de percepção e perspectiva do observador.

Com curadoria de Priscila Arantes, diretora artística da instituição desde 2007, a exposição reforça o compromisso do museu de valorizar a representatividade feminina no campo das artes.

Com 2.500 metros quadrados divididos em cinco pavimentos e 40 cômodos (incluindo um teatro!), o casarão foi inspirado na arquitetura dos palacetes franceses do século 19. O interior tem detalhes em marchetaria, lustres de ferro fundido, vitrais belgas, mosaicos com vidro Murano e teto em madeira de lei, ornamentado em gesso pintado em dourado.

Durante 11 anos, o imóvel foi usado como pela família de Carlos Leôncio Magalhães, um dos maiores cafeicultores de São Paulo.

Já se preparou tirar muitas selfies, né? 😎

Para a sua segurança

Assim como todos os museus e centros culturais que reabriam na fase verde da quarentena, o Paço das Artes segue protocolos de segurança sanitária que devem ser respeitados por todos os visitantes. O uso de máscara de proteção é obrigatório para todes, e, antes de entrar no espaço, você terá a temperatura medida. Respeite a distância de 2 metros entre as pessoas indicada pela sinalização no chão.

Além disso, o museu colocou tapetes sanitizantes e secantes logo na entrada e disponibiliza álcool em gel 70% em vários espaços. E os serviços de limpeza e higienização foram intensificados. Não é permitido o consumo de alimentos ou bebidas dentro da instituição.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Que tal conhecer outro ícone arquitetônico de São Paulo?

Agência Fática

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.