Conheça seis espaços culturais alternativos no Rio

Tem programação que não acaba mais! Vem sair de mesmice:

Por: Redação

Está procurando um rolé diferentão na Cidade Maravilhosa? São vários os espaços culturais alternativos no Rio de Janeiro para você explorar.

A Catraca Livre reuniu seis desses lugares em uma listinha. Prepare-se para uma intensa programação de exposições, cinema, teatro, debates e cursos. Bora lá conhecer?

  • Olho da Rua
Centro Cultural Olho da Rua
Crédito: Facebook @ @OlhoDaRua06 – ReproduçãoCentro Cultural Olho da Rua fica no Botafogo

No bairro do Botafogo, em uma encantadora casa colonial, fica o Centro Cultural Olho da Rua. Idealizado por Antonio Breves, artista plástico e curador do espaço, o local foi todo construído com material reciclado. Lá acontecem diversas atividades culturais, como espetáculos de dança, exposições, debates, lançamentos de livros, exibição de filmes, festas e shows intimistas. No bar, há uma carta de cervejas especiais.

Endereço: Rua Bambina, 6 – Botafogo
Horário: quarta a sábado, das 18h às 2h, e aos domingos, das 18h à 1h
Entrada: consulte cada atração

  • Instituto Kreatori
Instituto Kreatori
Crédito: Facebook @institutocreatori - ReproduçãoO Instituto Kreatori é uma produtora audiovisual que mantém um espaço cultural

No bairro Laranjeiras funciona o Instituto Kreatori, uma produtora de audiovisual que mantém um espaço de eventos descolado. A programação inclui ensaios, gravações, teatro no quintal, lançamentos literários, cursos, oficinas, palestras, workshops, jantares e muito mais!

O Kreatori é responsável pelo Canal O Cubo, ponto de cultura chancelado pelo MinC (Lei Cultura Viva) cuja missão é tornar realidade a distribuição livre na web.

Endereço: R. Alice, 209 – Laranjeiras
Horário e entrada: consultar cada atração

  • Despina
Despina
Crédito: Facebook @despina.org – ReproduçãoDespina recebe residências artísticas e diversas atividades culturais

Ligado à pesquisa, produção e intercâmbio nos campos da arte e do ativismo cultural, o Despina mantém uma agenda intensa de exposições, oficinas, cursos, conversas e exibições de filmes. Além disso, oferece residências artísticas.

Endereço: Rua do Senado, 271 – Centro
Horário: de segunda à sexta, das 11h às 19h
Entrada: gratuita

  • Imperador – Centro Cultural João Nogueira
Centro Cultural João Nogueira
Crédito: Carla Ermelindo – DivulgaçãoCentro Cultural João Nogueira é um dos espaços culturais alternativos do Rio

Antigo Cine Imperador, maior cinema da América Latina, o Centro Cultural João Nogueira oferece shows dos mais variados estilos musicais, um teatro com a mais moderna tecnologia de arquibancadas retráteis do país, uma sala de exposições, três salas de cinema e duas salas multiuso dedicadas à cursos, oficinas e outras atividades. Além disso, há um terraço de 1200 m² com espaço verde, uma grande área de convivência e um parquinho para crianças.

Endereço: Rua Dias da Cruz, 170 – Méier
Horário: de segunda a sábado, das 13h às 22h, e aos domingos, das 10h às 22h
Entrada: consultar cada atração

  • Museu de Imagens do Inconsciente
Museu de Imagens do Inconsciente
Crédito: Facebook @ImagensMuseu – ReproduçãoMuseu de Imagens do Inconsciente tem mais de 350 mil obras no acervo

Fora do circuito turístico do Rio, o Museu do Inconsciente apresenta um acervo de mais de 350 mil obras produzidas pelos pacientes do Centro Psiquiátrico Pedro II, onde atuou a psiquiatra Nise da Silveira.

Admiradora de Carl Jung, ela não concordava com os tratamentos psiquiátricos convencionais, que envolviam eletrochoque, lobotomia e coma insulínico, e criou a Seção de Terapêutica Ocupacional na instituição, em 1946. A partir desse momento, os pacientes puderem se envolver em atividades de pintura e modelagem. A produção foi tão intensa que desde 1952 existe o museu.

Endereço: Rua Ramiro Magalhães, 521 – Engenho de Dentro
Horário: de segunda a quinta, das 9h às 16h, e às sextas, das 9h às 17h
Entrada: gratuita

  • Museu Casa do Pontal
Museu Casa do Pontal
Crédito: Facebook @museucasadopontaloficial – ReproduçãoMuseu Casa do Pontal tem um dos maiores acervos de arte popular do Brasil

Distante da região central do Rio, o Museu Casa do Pontal tem um dos maiores acervos de arte popular do país, formado por 8.500 peças de 300 artistas brasileiros, produzidas a partir do século 20.

Na exposição permanente, os visitantes encontram obras representativas de várias culturas rurais e urbanas do Brasil – tudo resultado de pesquisa e viagens por todo o país do designer francês Jacques Van de Beuque. Os trabalhos estão separados pelos temas atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas.

Endereço: Estrada do Pontal, 3295 – Recreio dos Bandeirantes
Horário: de terça a domingo, das 9h30 às 17h
Entrada para exposição permanente: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada)
Entrada para exposição temporária: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia-entrada)

Viu o tanto de espaços culturais alternativos tem no Rio? Aproveite o embalo para desbravar o bairro mais charmoso da cidade:

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …