Últimas notícias:
Loading...

Peça infantil sobre ancestralidade estreia no Sesc Belenzinho

Cia Quatro Ventos apresenta o espetáculo "Awá - Tecendo Fios de Ouro", que fala sobre saberes ancestrais femininos e a cultura da infância... Imperdível!

Até 26 de fevereiro de 2023

Segunda - Terça - Sábado - Domingo

Sábados e domingos, às 12h
Sessões extras: segunda e terça, dias 20 e 21, às 12h

Alerta de peça para os pequenos! 🚨 O Sesc Belenzinho recebe a temporada do espetáculo infantil “Awá – Tecendo Fios de Ouro”, da Cia Quatro Ventos. “Awá” significa “Nós” em Iorubá e este é um espetáculo sobre isso: sobre você, sobre nós, o agora e o antes, o ancestral e o contemporâneo.

O espetáculo fica em cartaz até o dia 26 fevereiro, aos sábados e domingos, mas ganha sessões extra na segunda e terça-feira, dias 20 e 21. Os ingressos custam R$ 25 (inteira); R$12,50 (meia entrada); R$7,50 (Credencial Plena do Sesc) e crianças até 12 anos não pagam. Adquira o seu ingresso aqui! 

Espetáculo infantil celebra ancestralidade negra, superação e a relação entre irmãos
Créditos: João Caetano
Espetáculo infantil celebra ancestralidade negra, superação e a relação entre irmãos

A peça conta a história de Orisun e sua linhagem de mulheres negras da periferia, que com muita luta conseguiram manter o negócio familiar. Da arte de tecer ela tirou seu sustento e das três filhas, Ehin Igi, Eka Ewe e Ododo.

A família de Orisun era conhecida como poetisa dos tecidos, pessoas vinham de longe à procura da beleza e originalidade, mas o que as diferenciava era a energia que emanava e que passava aos que teciam e vestiam os tecidos.

Orisun aprendeu a mágica ativação do axó e ensinou às filhas tudo que sabia, mas elas não ouviram seus ensinamentos e viviam brigando. Mas uma reviravolta na história traz uma mensageira e um misterioso baú que muda tudo para as irmãs. Elas foram desafiadas por causa de uma herança, e agora para recebê-la terão que transformar simples objetos em ouro e em prosperidade para sua comunidade.

“Mas afinal, como superar as discordâncias, diferenças e divergências, e transformar em precioso o que parece não ter valor nenhum? Ehin igi, Eka ewe e Ododo precisam responder essa pergunta para não perderem tudo e preservarem tudo que sua mãe Orisun construiu.” 

Sobre o peça:

Além do elenco formado por quatro mulheres, Emily Meirelles, Jessica Oliveira, Lua Porto e Luana Gonçalves, atrizes, periféricas, idealizadoras, gestoras e a alma da Cia Quatro Ventos. Em seus 11 anos de existência, o espetáculo é composto por grande ficha técnica, com dramaturgia de Onisajé – conhecida dramaturga baiana com mais de cinco obras já escritas -, direção de Giselda Perê – contadora de histórias que criou o conhecido projeto Agbalá Conta -, direção musical pela compositora, percussionista e cantora Girlei Miranda, entre outros nomes.

O espetáculo “Awá – Tecendo Fios de Ouro” é a primeira grande produção da Cia Quatro Ventos, trazendo consigo toda sua bagagem e caminhada.

A história da Cia Quatro Ventos: 

A Cia Quatro Ventos é uma coletiva que floresceu a partir de um projeto artístico-cultural desenvolvido, em 2010, no bairro Cidade Tiradentes, zona leste de São Paulo. Desde então, vive um processo independente que completou 11 anos e que está em constante transformação.

Atualmente, a Cia é composta por potentes mulheres que tecem e se entrelaçam em suas narrativas, conectando a arte que pulsa em suas veias para cocriar o mundo que desejam para si, para o seu público e para seu território periférico que é sagrado.

Nesse sentido, a Cia Quatro Ventos desenvolve um processo criativo que valoriza as sabenças ancestrais feminina e a cultura da infância, favorece a reflexão em seus trabalhos como base numa educação antirracista, para fortalecer identidades com respeito no tempo de ser criança.

Por fim, os seus projetos visam a produção de espetáculos infanto-juvenis, de histórias contadas, mediação de livros e de oficinas e vivências artísticas-culturais.

Confira outras peças teatrais para toda a família em SP: