Peças inspiradas em obras de escritores chegam ao Teatro Poeira

Por: Redação Comunicar erro
Até
01
de julho 2018
Domingo - Quinta - Sexta - Sábado
Domingos das 19:00 às 20:30 Quintas, Sextas e Sábados das 21:00 às 22:30

A vida e a obra de grandes escritores é o ponto em comum dos espetáculos “Aproximando-se de A Fera na Selva” e “As Ondas Ou Uma Autópsia”, que ficam em cartaz no Teatro Poeira para curtíssimas temporadas (entre 14 e 24 de junho e 28 de junho e 1º de julho, respectivamente). Os ingressos custam R$ 50 e R$ 25 (meia).

‘Aproximando-se de A Fera na Selva’ retrata a amizade dos escritores a relação de amizade entre Henry James e Constance Fenimore Woolson

Em “Aproximando-se de A Fera na Selva”, Gabriel Miziara e Helô Cintra Castilho abordam no palco a amizade entre Henry James e Constance Fenimore Woolson, transitando entre as personagens reais e as fictícias criadas pelos escritores. A peça foi montada a partir da investigação de biografias e da novela “A Fera na Selva” de Henry James.

Já o espetáculo “As Ondas ou Uma Autopsia” é inspirado no romance “As Ondas”, de Virginia Woolf e é o primeiro de uma trilogia dedicada à obra da escritora inglesa. Escrita em 1931, a obra descreve, através do nascer do sol até seu poente, as diversas fases das vidas de seis amigos: Jinny, Rhoda, Susan, Louis, Bernard e Neville.

Criada e protagonizada por Gabriel Miziara, a peça ‘As Ondas ou Uma Autopsia’ é inspirada no romance de Virginia Woolf

Os personagens, encenados também por Gabriel Miziara, manifestam seus pensamentos, anseios e vontades através de solilóquios. Quase nunca existe um diálogo direto, tudo passa por dentro deles, ganha camadas, adquire relevos antes de ganhar o mundo; e cada um destes mundos é vasto, amplo, infinito. Além dos seis personagens existe um sétimo, mudo, que apenas acompanha os outros: Percival. O espectador é levado a uma reflexão sobre a morte através do cenário, que conspira para dilatar relações de espaço/tempo, real/imaginário.

“Aproximando-se de A Fera na Selva” fica em cartaz de 14 a 24 de junho(quinta a sábado, às 21h, e aos domingos, às 19h).

“As Ondas ou Uma Autópsia” estreia no fim de semana seguinte e pode ser vista de 28 de junho a 1º de julho (quinta a sábado, às 21h, e aos domingos, às 19h).

Cultura para todos: