20 shows maravilhosos (e baratinhos) para curtir nos Sescs de SP

A choperia do Sesc Pompeia também vai receber showzões!

Cidade

Publicidade

Tem Fafá de Belém, Toquinho, Angra, Barão Vermelho, Emicida, Drik Barbosa, Rashid e muito mais!

Falou do Sesc São Paulo, o coraçãozinho catraqueiro até pula de felicidade! E para compartilhar todo esse amor com vocês, selecionamos 20 shows lindos, maravilhosos e dançantes pra tu curtir até o dia 30 de julho. Tem atração gratuita e paga, mas nada ultrapassa os R$ 40.

E óh, sem desculpas para não aproveitar o rolê, pois os shows rolam em 13 unidades diferentes, englobando as zonas norte, zul, leste, oeste e até o ABC Paulista. Preparados?! Então bora!

Fachada Sesc Pompeia - São Paulo, Brasil
Crédito: DivulgaçãoA choperia do Sesc Pompeia também vai receber showzões!
  • 1. Sesc Campo Limpo

     

    • Toquinho

    Após bate-papo sobre futebol e Copas do Mundo com o bi-campeão mundial Pepe, o músico fará um pocket show apresentando seus principais sucessos.

    “Construir acordes e harmonias, fazer música e poesia” é a profissão de Toquinho, que sabe harmonizar também a vida no compasso do prazer, no contraponto entre a paixão e a amizade, a família e os amigos.

    Data: 14 de julho
    Hora: 19h30
    Endereço: Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120 – Campo Limpo
    Valor: GRÁTIS

  • 2. Sesc Pompeia

    • DBS Gordão Chefe

    Celebrando uma carreira que compreende mais de duas décadas, DBS está de volta com o álbum Quantas Vezes Não Me Achei. O disco traz as participações especiais de Rincon Sapiência, Da Lua e Senhorita Paola, direção musical de Leo Grijo e produção de Nox, Mortal VMG e Pedro Lotto. Dentre as 11 faixas, destacam-se “Bandido”, “Diana”, “Jesus Anunaki” e “Samba Maria”, uma homenagem à mãe do artista.

    Data: 5 de julho
    Hora: 21h30
    Endereço: Rua Clélia, 93 – Pompeia
    Valor: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (credencial Sesc)


    • OBMJ – Orquestra Brasileira de Música Jamaicana

    A Orquestra Brasileira de Música Jamaicana comemora 10 anos de carreira e lança EP com sete músicas novas.

    Data: 7 de julho
    Hora: 21h30
    Endereço: Rua Clélia, 93 – Pompeia
    Valor: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (credencial Sesc)


    • Bixiga 70

    O Bixiga 70 lança seu novo disco, “Quebra Cabeça”, que a banda descreve como sendo inspirado “na própria história da banda”, formando um retrato das experiências vividas no Traquitana, estúdio-casa do Bixiga 70, nas viagens pelo mundo, nas apresentações em festivais internacionais e, principalmente na música brasileira.

    Data: 19, 20 e 21 de julho
    Hora: 21h30
    Endereço: Rua Clélia, 93 – Pompeia
    Valor: R$ 30 (inteira), R$15  (meia-entrada) e R$9 (credencial Sesc)

  • 3. Sesc Santo André

    • Angra

    Com 26 anos de existência, o Angra apresenta seu 9º disco de estúdio: ØMNI. As onze faixas do disco contam uma história concisa e passeiam por todos os estilos e nuances que tornaram o Angra referência mundial.

    Data: 6 e 7 de julho
    Hora: 21h (6) e 20h (7)
    Endereço: Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar
    Valor: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia-entrada) e R$ 9 (credencial Sesc)

  • 4. Sesc Interlagos

    • Dead Fish

    Reconhecida como uma das maiores bandas do hardcore brasileiro, Dead Fish realiza show comemorativo de 20 anos do lançamento de “Sonho Médio”, um dos marcos do gênero no país, executando o álbum na íntegra e os grandes clássicos da carreira.

    A formação atual do grupo conta com Rodrigo (voz), Ric (guitarra), Alyand (baixo) e Marcão (bateria).

    Data: 8 de julho
    Hora: Avenida Manuel Alves Soares, 1100 – Parque Colonial
    Endereço: 16h
    Valor: GRÁTIS

  • 5. Sesc Santana

    • DJ Hum e o Expresso do Groove

    DJ Hum narra por meio da música a sua trajetória artística, uma viagem ao panorama histórico da cultura black utilizando o toca-discos como instrumento musical e interagindo com a banda, criando assim uma atmosfera vintage e ao mesmo tempo inovadora.

    No repertorio músicas de seu novo disco, grooves instrumentais, disco music, samba rock e releituras de clássicos do jazz funk internacional, além de sucessos de sua carreira.

    Data: 9 de julho
    Hora: 18h
    Endereço: Avenida Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
    Valor: GRÁTIS

  • 6. Sesc Itaquera

    • Fafá de Belém 

    O espetáculo “Fafá de Belém e as Guitarradas do Pará” é um show que mistura clássicos da carreira a canções do CD “Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso”, que ganhou o “Prêmio da Música Brasileira”, nas categorias “Melhor Álbum” e “Melhor Cantora – Canção Popular”.

    Nesse novo espetáculo, Fafá “viaja” no tempo e em sua própria história, percorre atitudes, gestos, memórias, referências e relembra Belém do Pará e as muitas fases da vida em sua trajetória.

    Data: 9 de julho
    Hora: 15h30
    Endereço: Avenida Fernando Espírito Santo Alves de Mattos, 1000 – Itaquera
    Valor: GRÁTIS

  • 7. Sesc Vila Mariana

    • Tim Bernardes

    No show de Recomeçar, o cantor reproduz – por meio da cenografia – o quarto e o estúdio onde ele se internou para criar e gravar as 13 faixas do álbum. Ao vivo, Tim não se atém apenas ao conteúdo do disco, vai além, costurando o repertório com músicas da jornada-solo, entre elas “Tanto Faz”, “Não” e “Ela”, e do d’O Terno, como “Melhor do Que Parece” e “A História Mais Velha do Mundo”.

    Composições que serviram de inspiração no processo criativo de Recomeçar também ganharam espaço no roteiro da apresentação, a exemplo de “Soluços”, de Jards Macalé. Há ainda um surpreendente medley com “Changes” (Black Sabbath) e “Paralelas” (Belchior).

    Data: 14 e 15 de julho
    Hora: 21h (14) e 18h (15)
    Endereço: Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana
    Valor: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia-entrada) e  R$ 12 (credencial Sesc)

  • 8. Sesc Pinheiros

    • Barbatuques

    O Barbatuques apresenta o show em comemoração aos 20 anos de carreira do grupo, reconhecido internacionalmente pela sua linguagem única de percussão e música corporal.

    O músico, pesquisador e educador Fernando Barba foi o criador do coletivo que busca novas sonoridades produzidas somente com o corpo para fazer música. A sonoridade do Barbatuques mostra uma sobreposição de estilos e estéticas, passando por baião, coco, samba, maracatu, rap, afoxé, funk, carimbó, toré indígena, choro, rock, beatbox, kecak e a música africana. São canções e músicas “instrumentais” que exploram a fonética, aspectos rítmicos, harmônicos e melódicos, variando entre o erudito, a tradição popular brasileira e o pop contemporâneo.

    Data: 15 de julho
    Hora: 18h
    Endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros
    Valor: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia-entrada) e  R$ 12 (credencial Sesc)

  • 9. Sesc Carmo

    • Xênia França

    Xênia França vem ao Sesc Carmo para um show de seu primeiro disco solo, “Xenia” (2017). O álbum reverencia a figura da mulher negra em suas músicas, com uma sonoridade pop e pitadas de eletrônico, jazz, samba-reggae, rock e R&B.

    No repertório há composições de Tiganá Santana, Theodoro Nagô, Tibless, Verônica Ferriani, Clarice Peluso, Luisa Maita e Chico César, além das autorais “Perfeita Pra Você”, “Miragem” e “Pra Que Me Chamas”.

    A apresentação conta também com os músicos Júlio Fejuca (guitarra e violão), Vitor Cabral (bateria e percuteria) e Rodrigo Montovani (baixo).

    Data: 19 de julho
    Hora: 19h
    Endereço: Rua do Carmo, 147 – Sé
    Valor: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (credencial Sesc)


    • Rubel

    O artista vem ao Sesc Carmo apresentar o show do álbum “Casas” em formato voz e violão. No repertório, estão as novas canções “Partilhar”, “Mantra” e “Colégio”, além dos sucessos “O velho e o mar” e “Quando bate uma saudade”.

    Rubel é tido como uma das revelações do cenário musical brasileiro. Em seu segundo disco, ele segue guiando as criações – agora com as cordas tencionando mais para a música brasileira, em uma junção com elementos do rap.

    Data: 30 de julho
    Hora: 19h
    Endereço: Rua do Carmo, 147 – Sé
    Valor: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (credencial Sesc)

  • 10. Sesc Belenzinho

    • Ponto De Equilibrio

    Nascida em 99, em Vila Isabel (RJ), a banda Ponto de Equilíbrio surgiu do encontro de oito músicos, e tornou-se uma das principais bandas de reggae do Brasil. As letras, compostas pelos próprios integrantes, transmitem mensagens de igualdade, amor e justiça, de acordo com a filosofia rasta. O som conta com influências de dub e samba e de alguns ritmos regionais como a capoeira de Angola, o maculelê e o maracatu.

    Neste show, Ponto de Equilíbrio Ao Vivo na República do Reaggae, que comemora os 18 anos de carreira, a banda formada por Helio Bentes, Marcio Sampaio, Pedro Pedrada, Tiago Caetano, Marcelo Campos e Lucas Kastrup, apresenta sucessos de carreira.

    Data: 20 e 21 de julho
    Hora: 21h30
    Endereço: Rua Padre Adelino, 1.000 – Belenzinho
    Valor: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (credencial Sesc)


    • Rashid

    O rapper sobe ao palco para mostrar as composições de CRISE (2018), que dá nome ao espetáculo. O disco reúne dez singles, compostos essencialmente por rimas e batidas, lançados dentro do projeto serial Em Construção. No repertório, músicas do novo trabalho, como “Estereótipo”, “Se Tudo Der Errado Amanhã” e “Bilhete 2.0”, além de outras já consagradas do artista, como “Patrão”, “Virando a Mesa” e “Ruaterapia”.

    Data: 27 de julho
    Hora: 21h30
    Endereço: Rua Padre Adelino, 1.000 – Belenzinho
    Valor: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (credencial Sesc)

  • 11. Sesc Ipiranga

    • Drik Barbosa

    Show de lançamento do EP de estreia da rapper, cantora e compositora paulistana Drik Barbosa. O disco, intitulado “Espelho”, apresenta 5 músicas compostas por ela além de mais 4 faixas compostas por Grou, diretor musical do show, produtor e beatmaker.

    O show conta com a participação de Emicida e de Stefanie, rapper crescida em Santo André que faz rimas, compõe e já fez shows com nomes internacionais e nacionais como De La Soul, Yara Bravo, Mano Brow, Negra Li e Lurdez da Luz.

    Data: 27 e 28 de julho
    Hora: 21h
    Endereço: Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga
    Valor: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia-entrada) e R$ 9 (credencial Sesc)

  • 12. Sesc Santo Amaro

    • Luedji Luna

    O show que celebra “Um Corpo no Mundo”, primeiro disco da cantora e compositora Luedji Luna, transita entre o universo da música brasileira e africana, sobressaindo a voz firme em diálogo com cordas e sopros. Luedji Luna iniciou seus estudos em música na Escola Baiana de Canto Popular, fundada pela professora da Universidade Federal da Bahia, Ana Paula Albuquerque.

    Natural de Salvador, Luedji é cofundadora do Palavra Preta, mostra que reúne compositoras e poetas pretas de todo o Brasil, cuja primeira edição ocorreu em sua cidade natal. Desde 2011, vem se apresentando em recitais nos principais palcos de Salvador.

    Data: 28 de julho
    Hora: 20h
    Endereço: Rua Amador Bueno, 505 – Santo Amaro
    Valor: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e R$ 6 (credencial Sesc)

  • 13. Sesc Parque Dom Pedro II

    • Palavra Cantada

    Palavra Cantada apresenta novas canções e sucessos do repertório da carreira, em músicas como “Cuida Com Cuidado”, canção que coloca o filhote do Homem como o mais carente de cuidados entre todos os seres do mundo; “Passeio do Bebê”, continuação do já sucesso “Eu Sou Um Bebezinho”; “Tartaruga e Lobo”, canção-fábula entre a esperta tartaruga e o lobo não tão esperto. Além disso, o repertório conta com sucessos clássicos do grupo, como “Sopa” e “Pé com pé”

    Data: 22 de julho
    Hora: 15h
    Endereço: Praça São Vito s/n – Centro
    Valor: GRÁTIS


    • Barão Vermelho

    A banda de rock brasileiro, que teve início em 1981 na cidade do Rio de Janeiro, é considerada uma das quatro bandas brasileiras mais influentes fundadas na década de 1980.

    De volta ao cenário musical com seu novo vocalista e guitarrista Rodrigo Suricato, Barão Vermelho apresenta seleção de hits que marcaram a carreira do grupo, como “Tão longe de tudo”, “Pro dia nascer feliz”, “Pedra, flor e espinho”, “Por você”, “Bete Balanço”, “Por que a gente é assim” entre outras canções.

    Data: 28 de julho
    Hora: 18h
    Endereço: Praça São Vito s/n – Centro
    Valor: GRÁTIS


    • Hermeto Pascoal & Grupo

    Hermeto Pascoal é considerado por muitos artistas um dos maiores gênios em atividade na música. O multi-instrumentista toca teclado, piano, flauta-baixo, escaleta, sanfona 8 baixos, porcos, chaleira, berrante e uma infinidade de instrumentos ao lado de seu lendário grupo, formação que mantém a mesma tradição desde os anos 70.

    Neste show, apresentam as canções do álbum, gravado pelo Selo Sesc, que homenageia músicos como Miles Davis, Ron Carter e Vinícius Dorin.

    Data: 29 de julho
    Hora: 11h
    Endereço: Praça São Vito s/n – Centro
    Valor: GRÁTIS


    • Memórias Musicais: Emicida e Fióti

    Memórias Musicais é um projeto que recebe personalidades da cena musical brasileira para bate-papos sobre as memórias que influenciam suas produções artísticas. Neste encontro musical com os irmãos Emicida e Fióti, são resgatadas memórias relacionadas à construção de sua identidade musical, e como questões de suas histórias se entrelaçam com a carreira profissional na música. Costurando a conversa, Emicida e Fióti interpretam músicas importantes para a história de cada um.

    Data: 29 de julho
    Hora: 16h
    Endereço: Praça São Vito s/n – Centro
    Valor: GRÁTIS

     


Publicidade

Compartilhe:

Autor: Por: Redação
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade