Quatro peças para você assistir neste fim de semana, no Centro de SP

Por: SP Escola de Teatro
Crédito: Priscila Prade/Divulgação Musical ‘As Cangaceiras’ retrata a luta de mulheres contra opressão.

Procurando programação teatral para este final de semana, em São Paulo? Nós preparamos um guia com dicas de espetáculos apresentados no Centro da cidade – alguns deles com entrada gratuita.

As Cangaceiras, Guerreiras do Sertão
Musical escrito pelo premiado Newton Moreno, com direção de Sergio Módena, conta a história de um grupo de mulheres sertanejas que se juntam para lutar contra os mecanismos de opressão dentro do cangaço.

Quinta a sábado, às 20h; domingo, às 19h. Até 4/8. Teatro do Sesi-SP (avenida Paulista, 1.313). Entrada gratuita, com reservas antecipadas de ingressos pelo site e distribuição de remanescentes 15 minutos antes do início de cada sessão. Duração: 120 minutos.

Sob o Céu de Rubem Braga
Solo do ator Bruno Cavalcanti, dirigido por Antônio Januzelli, com bases nas crônicas do escritor Rubem Braga (1913-1990). Os textos interpretados versam o cotidiano simples e poético da vida dos personagens.

Sexta (8/6), às 21h; sábado (9/6), às 20h. Itaú Cultural (avenida Paulista, 149). Entrada gratuita, com ingressos distribuído na bilheteria 1 hora antes do espetáculo. Duração: 60 minutos. Classificação Indicativa: 12 anos.

Crédito: Andre Stefano/Divulgação‘Mississipi’ marca os 30 anos da Cia. Os Satyros.

Mississipi
A peça marca as comemorações de 30 anos da Cia. Os Satyros. Retrata três momentos históricos distintos (1999, 2009 e 2019) da praça Roosevelt, região onde está a sede do grupo. Tais períodos são mesclados, de forma que as situações dramáticas quebram a ordem cronológica e propõem uma sequência de imagens que constrói a narrativa da peça.

Sextas e sábado, às 21h. Satyros Um (praça Roosevelt, 214). Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia) e R$ 5 (morador da Roosevelt). Duração: 120 minutos. Classificação indicativa: 16 anos.

O Rei de Sodoma
Também da Cia. Os Satyros, montagem é uma adaptação da obra homônima de Fernando Arrabal. Em um apartamento no centro de uma grande cidade acontece uma série de situações absurdas que envolvem personagens como uma mulher dominadora, seu amante e prostituto, o pai do jovem e uma freira.

Sextas, às 21h. Até 21/6. Estação Satyros (praça Roosevelt, 134). Ingressos: R$ 40 (inteira), R$ 20 (meia) e R$ 5 (morador da Roosevelt). Duração: 60 minutos. Classificação indicativa: 16 anos.

Por: SP Escola de Teatro

A SP Escola de Teatro é um equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e tem por atribuições a formação profissional na arte teatral.

1
RJ: Um mergulho literário no Real Gabinete Português de Leitura
O Rio de Janeiro é a Cidade Maravilhosa não apenas por suas paisagens e praias! Ali no centro fica um dos …
2
Casa Preta: lar da cultura alternativa de Salvador
Um Casarão no Dois de Julho tem cultura saindo pelas janelas! Com eventos do subsolo ao terraço, a Casa Preta …
3
SP: Maior festival de inovação e arte digital do Brasil
Unhide Conference, um festival de inovação e arte digital está em sua segunda edição. Fomos conferir esse encontro de arte, criatividade …
4
Terça do Vinil em Recife: rolê pra gente lisa
Depois de uma temporada granfina lá nas Europa, a minha, a sua, a nossa Terça do Vinil tá de volta …
5
02:19
Vem ver o céu à noite no Planetário da Gávea no Rio
Os amantes do universo têm um rolé para chamar de seu no Rio! Toda quarta e sábado acontece lá no Planetário …
6
04:15
Edifício Maletta: 4 lugares, alguns drinks e 1 varanda para amar em BH
Ele tem história e paixão. É comercial e residencial. Tem comida de boteco e bebida gourmet. Gente interessante de um …
7
03:26
Gravity VR em SP – A realidade virtual como você nunca viu
Hoje, vamos te mostrar a fronteira entre mundo físico e o virtual através de equipamentos e programas de última geração. Esse …
8
03:09
O que você precisa saber sobre o incrível Cine Passeio em Curitiba
Inaugurado em março de 2019, o cinema de rua vem pra resgatar aquela coisinha gostosa de poder assistir um cinema …