Vila do Samba traz Monarco, FDQ e Renato da Rocinha em novembro

Por: Redação

Samba em Rede divulga a agenda completa de novembro da Vila do Samba. Destaque para o mestre Monarco, que se apresenta na véspera do feriado do Dia da Consciência Negra, dia 19.

Arlindinho, Renato da Rocinha e Mauro Diniz também integram a programação da casa de samba localizada na zona norte de São Paulo. Ainda há espaço para o Grupo Fundo de Quintal comandar a festa de aniversário de 13 anos da Vila na sexta-feira, dia 15.

divulgação
A Vila do Samba recebe diversas atrações no mês de novembro

Nos finais de semana, Serginho Madureira é a atração da famosa feijoada da Vila e a rapaziada do Batuque de Corda firmam o samba em uma das casas mais tradicionais da cidade. As entradas variam entre R$20 e R$30.

Confira:

  • Segundas-feiras

11/11
20h – Batuque de Corda convida Família Macabu 

O Batuque de Corda já dividiu o palco com grandes artistas como Monarco da Portela, Wilson das Neves, Diogo Nogueira, Dona Ivone Lara, Fundo de Quintal, Mauro Diniz, Reinaldo, Velha Guarda do Camisa Verde e Branco e Arlindo Cruz. O principal objetivo da roda é resgatar e valorizar as raízes da música brasileira.

  • Terças-feiras

De 5 a 26/11
19h – Terreirão SP

A roda do Terreirão SP é reconhecida por sua fidelidade ao estilo e pela consistência musical, versatilidade e energia percurssiva. A formação atual conta com os músicos Kambota, Carlos Junior, Gazú, Chanel, Juninho D’Lua, Paulinho Sampagode, Chocoblack, Digão, Raspada, Everton e Diego.

19/11
19h – Terreirão SP convida Monarco da Portela

Frequentador de rodas de samba desde criança, Monarco teve contato com membros da Portela ainda pequeno. Recebeu o apelido de Monarco com apenas seis anos. Aos 11, já compunha sambinhas para blocos carnavalescos. Não tardou para que ingressasse na ala de compositores de sua escola de samba de coração – à época com somente 17 anos.

Durante seus mais de 60 anos de estrada, Monarco é um marco no mundo do samba. Embora seja também compositor, foi porta-voz de muitos letristas desconhecidos, dando visibilidade aos compositores. Atualmente, lidera a Velha Guarda da Portela.

  • Quartas-feiras

20/11
16h – Terreirão SP convida Comunidade Samba Jorge 

A roda do Terreirão SP é reconhecida por sua fidelidade ao estilo e pela consistência musical, versatilidade e energia percurssiva. A formação atual conta com os músicos Kambota, Carlos Junior, Gazú, Chanel, Juninho D’Lua, Paulinho Sampagode, Chocoblack, Digão, Raspada, Everton e Diego.

  • Quintas-feiras

14/11

21h – Luciana Mello e Walmir Borges

  • Sextas-feiras

8/11
21h – Arlindinho 

Considerado uma das revelações da nova geração do samba, Arlindinho é filho do cantor e compositor Arlindo Cruz. Aos 13, compôs e defendeu na avenida seu primeiro samba-enredo para a escola mirim “Estrelinha da Mocidade”, e foi campeão. Além de participações em trabalhos do pai, se engajou nas disputas de samba-enredo, e formou o grupo “Bambas de Berço”, com filhos de grandes sambistas.

15/11
21h – Fundo de Quintal

Na década de 1970, Beth Carvalho começa a frequentar a quadra do Cacique de Ramos, e conhece uma turma que logo viria a se tornar o grupo Fundo de Quintal. Beth ficou impressionada com o que via e ouvia. Era um novo som, um samba tocado por músicos ainda amadores, mas com uma nova pegada, e principalmente usando novos instrumentos que eles mesmos tinham acabado de inventar.

O repique de mão, criado por Ubirany, irmão de Bira Presidente, dono de um estilo único de tocar pandeiro; o tan tan inventado por Sereno; e o banjo de braço curto e afinação de cavaquinho, criado e tocado pelo genial Almir Guineto, fizeram Beth Carvalho não ter dúvidas em convidar aquela turma para gravar em seu novo disco.

Assim nasceu “De Pé no Chão”, com clássicos do samba que até hoje animam e emocionam a nós todos, como “Vou Festejar”, “Ô Isaura”, “Goiabada cascão”, “Passarinho”,  entre outras pérolas do samba.

22/11
21h – Renato da Rocinha

Nascido e criado na favela da Rocinha, Renato é considerado uma das revelações da nova geração do samba carioca.  Aos seis anos de idade, Renato já frequentava as rodas de samba e pagodes da cidade levado por seu pai, também sambista e idealizador das tradicionais rodas de samba da Rocinha, comunidade onde nasceu, cresceu e mora.

Renato traz também em seu currículo shows ao lado do mestres Monarco, Wilson Moreira e Almir Guineto, além de realizar mensalmente uma roda de samba em Jacarépaguá.

  • Sábados

De 9 a 30/11

14h Feijoada com  Serginho Madureira

Envolvido com o samba desde a infância, Serginho tem um currículo extenso no samba. Ex-integrante do Fundo de Quintal, o compositor já teve composições gravadas por Leci Brandão, Os Originais do Samba, Leandro Sapucahy, entre outros.

  • Domingos

10 e 17/11

17h – Batuque de Corda

O grupo já dividiu o palco com grandes artistas como Monarco da Portela, Wilson das Neves, Diogo Nogueira, Dona Ivone Lara, Fundo de Quintal, Mauro Diniz, Reinaldo, Velha Guarda do Camisa Verde e Branco e Arlindo Cruz. O principal objetivo do Batuque é resgatar e valorizar as raízes da música brasileira.

24/11
17h – Batuque de Corda convida Mauro Diniz 

Filho do célebre compositor Monarco, Mauro Diniz é autor de sambas como “Quando se Perde um Grande Amor”, “Amor Divinal”, “Arte de Sonhar”, “Um Dia” e “Volante e Cachaça não Combinam”.

+ Samba SP:

Compartilhe:

Tags: #Samba SP