2º 'Festival Panelas da Casa' leva menu especiais a restaurantes de BSB

Informar

Site divertidíssimo mapeia os ‘podrões’ do Rio de Janeiro

Por: Redação | Comunicar erro

Quando a fome aperta e a grana está curta, a saída é quase sempre a mesma, recorrer ao podrão. Ou seja, ao cachorro-quente, hambúrguer ou batata-frita de cada esquina. Essas iguarias das ruas, boas, baratas e nem sempre bonitas, merecem uma atenção especial. E foi pensando nisso que os amigos Yury Roberto e Allan Kardec criarem o site Guia do Podrão, que mapeia os melhores “podrões” do Rio de Janeiro.

Guia do Podrão mapeia lugares no Rio
Guia do Podrão mapeia lugares no Rio
Eu ouvi Barca de Açaí? Seguuuura Iemanjá!
Eu ouvi Barca de Açaí? Seguuuura Iemanjá!
As famosas batatas de Marechal
As famosas batatas de Marechal

O projeto nasceu na época de escola, por dependerem dos podrões para se alimentarem. “Na época do ensino médio não tínhamos grana para comer, então, recorríamos ao podrão próximo ao colégio com hambúrguer por  R$0,70 e aí nasceu a ideia do site”, contou Yury.

As barraquinhas visitadas por eles são avaliadas pelo preço, sabor, qualidade, eficiência e preparo. Segundo os amigos, o podrão precisa ser barato, saboroso, matar a fome, ser feito com produtos com uma qualidade pelo menos razoável e ficarem prontos rápido, afinal  quem come um podrão está faminto. O site cataloga podrões de Jacarepaguá à Ilha do Governador. Confira abaixo algumas imagens dos podrões cariocas.

E, como diz o site, se liga aê, Bolota! Tem barca de açaí – tipo de restaurante japonês, só que cheia de açaí e todos os complementos possíveis, dogão tradicional, hambugão de metro e, claroooo, a Batata de Marechal. Se ligue nessa!

Compartilhe: