3º Festival do Queijo faz São Paulo derreter de amor no inverno

Entre queijos mais premiados do mundo e belas paisagens, saiba o que fazer na Serra da Canastra

facebook: www.facebook.com

Por: Redação | Comunicar erro

O VilaMundo é uma iniciativa do Instituto Acqua, em parceria com a Catraca Livre

Os loucos por queijos podem comemorar. Os “ratinhos” de plantão pediram um bis e o Espaço As Meninas Feiras e Eventos atendeu: o 3° Festival do Queijo de São Paulo está chegando. O evento acontece nos dias 13 e 14 de julho, sábado e domingo, das 12h às 19h.

O espaço fica na Rua Joaquim Távora, 605, a poucos metros do metrô Ana Rosa. O local é amplo, coberto, climatizado, de fácil acesso e com rampa para cadeirantes. A entrada é gratuita.

Crédito: DivulgaçãoEntre queijos mais premiados do mundo e belas paisagens, saiba o que fazer na Serra da Canastra

Além do festejado queijo canastra, receitas premiadas e algumas feitas exclusivamente para o festival estão disponíveis. Para combinar, vinhos, cachaças, sopas e cremes. Animação garantida no som com o DJ Dinho Garcia, mas tire um momento para conferir as habilidades do hipnólogo e hipnoterapeuta Rafael Oliveira.

No lado esotérico, leitura de tarot e venda de produtos e acessórios para proteção e bem estar. E os apaixonados por boas compras também terão vez: uma feira de variedades, com semijoias, acessórios, cosméticos e diversos itens de moda e decoração para casa também fará parte do evento.

E tem até tarot <3

Cardápio

Um dos destaques é o aguardado Queijo Canastra, um tipo brasileiro de origem e produção na região da Serra da Canastra, em Minas Gerais, há mais de duzentos anos. Ele é primo distante do queijo de São Jorge, de Açores, Portugal e foi trazido pelos imigrantes da época do Ciclo do Ouro.

Há mais de 10 anos foi reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan). Seis anos antes, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) já havia concedido o título de Patrimônio Imaterial ao alimento. O queijo minas artesanal sustenta mais de 30 mil famílias em mais de 600 municípios daquele Estado. Com uma produção de mais  de 220 mil toneladas ao ano, o Brasil se mantém como o 6º maior produtor de queijo do mundo.

Confirmado queijos variados, como o Vila Minas, Du pote, Netinho, Vila Caipira, além do meia cura, palitinho temperado, nozinho, requeijão, provolone. Para completar: linguiça, salame, antepastos, sardella, pimentas e geléias.

Para os amantes das sopas, o festival oferece ainda cebola gratinada, abóbora com gorgonzola, de legumes com carne, capelleti in brodo, caldos verdes, canja, sobá, cremes de abóbora com gengibre, milho com gorgonzola, mandioca com carne seca e de queijo.

Outras delícias salgadas como pasteis; lanches de pernil, calabresa e picanha; batata Rosti; massas artesanais e coxinhas epastéis assados com massa de ricota em vários sabores estão entre as opções. Na parte dos doces, brigadeiros, fondue de chocolate, carolinas, trufas, bolos de pote, confeitados e da vó, pudins, cannolis, coxinha de brigadeiro, merengue, brownie, mini churros, mini sonho, balas caramelizadas, balas de coco, sorvetes artesanais, compotas, goiabada cascão, biscoitos artesanais, tiras de laranja cristalizadas e milk shake entre outras guloseimas. Para beber, vários rótulos de vinhos, cachaças artesanais, licores e cervejas.

Compartilhe:

Tags: #Agenda São Paulo #Festival Gastronômico #Fim de semana #queijo
Autor: Por: Redação