Confira as atrações de samba e choro do Festival Villa-Lobos

Por: Redação
Divulgação Facebook Trio Madeira Brasil
Trio Madeira Brasil integra a programação do Festival Villa-Lobos

O Festival Villa-Lobos é um dos maiores e mais abrangentes festivais de música brasileira do país. Este ano, realizado de 14 a 30 de novembro, recebe mais de 50 atrações espalhadas pelo Rio de Janeiro.

Com o objetivo de agregar talentos pertencentes a diversas gerações e gêneros, é o único evento da cidade que atende prioritariamente aos segmentos da música brasileira de concerto e popular. A programação de choro e samba acontece no Espaço Tom Jobim, com entrada sempre a R$30 (inteira) e R$15 (meia).

No sábado, 29, o Trio Madeira Brasil se apresenta às 20h30. Fundado em 1996, o grupo é formado por Ronaldo do Bandolim, Zé Paulo Becker, na viola e violão de 6 cordas e Marcello Gonçalves, no violão de 7 cordas.

No repertório, trazem composições que definem como música popular de câmara, indo de Jacob do Bandolim e Ernesto Nazareth a contemporâneos como Chico Buarque e Edu Lobo.

Já no domingo, 30, o Toca de Tatu sobe ao palco às 11h. O quarteto, formado por jovens instrumentistas de Belo Horizonte, tem sólida formação musical. Além de professores, são pesquisadores de música brasileira.

O grupo tem o choro como referência primária, mas explora também outros gêneros e linguagens como samba, baião, maxixe, valsa e tango-brasileiro.

Samba de Fato também se apresenta no domingo, às 18h. Formado por músicos experientes, com João Bosco nos vocais e violão, o grupo conta com um repertório de ritmos brasileiros variados. O principal foco são os sambas sincopados, de roda, de gafieira, de terreiro, sambas-choro, jongos e xibas.

Observação

Endereço: R. Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico

Confira as atrações de samba e choro do Festival Villa-Lobos

Por: Redação
Divulgação Facebook Trio Madeira Brasil
Trio Madeira Brasil integra a programação do Festival Villa-Lobos

O Festival Villa-Lobos é um dos maiores e mais abrangentes festivais de música brasileira do país. Este ano, realizado de 14 a 30 de novembro, recebe mais de 50 atrações espalhadas pelo Rio de Janeiro.

Com o objetivo de agregar talentos pertencentes a diversas gerações e gêneros, é o único evento da cidade que atende prioritariamente aos segmentos da música brasileira de concerto e popular. A programação de choro e samba acontece no Espaço Tom Jobim, com entrada sempre a R$30 (inteira) e R$15 (meia).

No sábado, 29, o Trio Madeira Brasil se apresenta às 20h30. Fundado em 1996, o grupo é formado por Ronaldo do Bandolim, Zé Paulo Becker, na viola e violão de 6 cordas e Marcello Gonçalves, no violão de 7 cordas.

No repertório, trazem composições que definem como música popular de câmara, indo de Jacob do Bandolim e Ernesto Nazareth a contemporâneos como Chico Buarque e Edu Lobo.

Já no domingo, 30, o Toca de Tatu sobe ao palco às 11h. O quarteto, formado por jovens instrumentistas de Belo Horizonte, tem sólida formação musical. Além de professores, são pesquisadores de música brasileira.

O grupo tem o choro como referência primária, mas explora também outros gêneros e linguagens como samba, baião, maxixe, valsa e tango-brasileiro.

Samba de Fato também se apresenta no domingo, às 18h. Formado por músicos experientes, com João Bosco nos vocais e violão, o grupo conta com um repertório de ritmos brasileiros variados. O principal foco são os sambas sincopados, de roda, de gafieira, de terreiro, sambas-choro, jongos e xibas.

Observação

Endereço: R. Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico

Compartilhe:

Tags: #Choro #Samba