Destinos nacionais que você provavelmente não conhece, mas precisa conhecer

Em um país de proporções gigantescas, milhares de paisagens únicas percorrem todo o território nacional. Montanhas, grutas, cachoeiras, rios, cidades histórias, capitais badaladas e inúmeras praias e ilhas deslumbrantes compõem nosso cardápio de destinos. Com tantos lugares fascinantes, é comum evidenciarmos alguns mais emblemáticos, entretanto, tantos outros destinos tão belos quanto esses, merecem destaque em uma lista exclusiva. Nessa matéria, completamos a seleção de destinos que você provavelmente não conhece, mas precisa conhecer – Parte II.

Esse post é um complemento da matéria “Destinos que você provavelmente não conhece, mas precisa conhecer“. Esses conteúdos são feitos com a proposta de divulgar lugares pouco conhecidos no Brasil, com grandes atrativos naturais, históricos e ofertas turísticas. Para ver a primeira parte na íntegra clique aqui. Prepare as malas e boa viagem!

Baixio – Bahia

A apenas 124 km de Salvador o pequeno povoado de Baixio possui 5 lagoas de águas cristalinas, formadas por 14 nascentes espalhadas na região. O local pertence ao município de Esplanada, no litoral norte baiano.

Entre as mais procuradas está a Lagoa Azul, que possuí um acesso fácil, com trilhas de aproximadamente 30 minutos dentro de uma propriedade privada. A lagoa tem uma extensa área para banho com pequenas dunas de areias que chegam às suas margens.  O limite diário de visitantes nas lagoas é de 35 pessoas, essa visitação controlada é para não gerar impacto negativo na natureza.

Afuá – Pará

Conhecida como a Veneza amazônica, a pequena cidade ribeirinha de Afuá está no noroeste da Ilha de Marajó, no Pará. A cidade está as margens de três grandes rios da região: Cajuuna, Afuá e Marajozinho.

Afuá foi construída sobre palafitas, uma espécie de plataforma feita com madeira para não ser inundada pelas cheias dos rios que a cercam. Em Afuá automóvel não tem vez, por questão de preservação de suas vias o município proibiu o acesso de veículos, o único meio de transporte é a bicicleta.

No mês de Julho acontece o “Festival do Camarão”, que atrai turistas de vários estados do Brasil e inclusive de países vizinhos. No festival além de várias atrações o turista pode saborear uma infinidade de produtos da culinária afuaense que tem como ingrediente principal o camarão.

Uiramutã – Roraima

Distante a 310km de Boa Vista em Roraima, o município de Uiramutã está na fronteira com a Venezuela e a Guiana. A cidade possui a maior proporção da população indígena no país e concentra o maior número de indígenas de Roraima. O local abriga diversas paisagens com belezas naturais praticamente intocadas.

Existem diversas quedas espalhadas pela região, mas as que mais impressionam os turistas são a Cachoeira do Urucá com um incrível piscinão de águas em tom de azul turquesa e as Corredeiras do Paiuá.

Veja a matéria completa aqui.

Fotos: Emerson de Oliveira, Eduardo Seixas, Kelson da Luz, Savillez, Frederico Lobo, Nailana Thiely, Manoel Moraes Jr., Gabi Moncau, Vitch, JEM, Agenteviaja.com, Alessandro Oliveira, Charles Appilt.

Compartilhe: