Jovem morto por PM paulista será homenageado no calçadão do CCJ

Douglas Rodrigues foi assassinado durante abordagem de policiais em 2013

Por: Redação | Comunicar erro

Na próxima sexta-feira, dia 4, às 18h, será inaugurado o Calçadão Douglas Rodrigues, no Centro Cultural da Juventude (CCJ), Vila Nova Cachoeirinha, zona norte da capital paulista. O local será uma homenagem ao jovem assassinado pelo policial militar Luciano Pinheiro Bispo em outubro de 2013, no Jardim Brasil.

O nome do garoto foi escolhido em uma votação online no ano passado. O calçadão faz parte de uma série de medidas de maior abertura do CCJ para a comunidade. O evento também contará com a apresentação do espetáculo Emquadros: Diálogos para uma Juventude Viva, da Companhia Mudança de Cena e show do rapper do DJ Hum.

O calçadão vai homenagear o jovem morto em 2013

Relembre o caso

Douglas, que faria 20 anos no próximo dia 11, foi morto durante abordagem de policiais, que teriam sido acionados por uma queixa de perturbação do sossego em 27 de outubro de 2013. Dois anos e quatro meses depois, ainda não há previsão para o julgamento do PM acusado, que foi expulso da corporação.

Enquanto era socorrido, o estudante questionou o agente sobre o motivo do tiro, o que deu origem ao movimento “Por que o senhor atirou em mim?”, de enfrentamento à violência policial. Na época, o policial alegrou que a arma disparou acidentalmente e foi indiciado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

O jovem foi assassinado por um policial militar

No entanto, de acordo com a promotora Cristiane Helena Leão Pariz, em despacho do dia 19 de dezembro de 2014, os laudos periciais contradizem a versão de que a arma disparou sozinha.

Com informações da Rede Brasil Atual

Compartilhe: