Toronto way of life!

Você já viveu em um lugar totalmente diferente da sua cidade, mas ao mesmo tempo tão parecido com muita coisa que já viu pelo mundo? Pois é, isso resume bem Toronto! E nós, do blog do Por uma vida sem rotina, estamos conferindo isso por algumas semanas… e estamos adorando!

O mais legal de Toronto é que tem pessoas dos cinco continentes (isso só não é muito bom se você vem para aprender o inglês ou melhorar o nível. Provavelmente, não entenderá muito as pessoas nas ruas, encontrará algum brasileiro por aqui e não conseguirá aprender da melhor maneira possível).

Para mim, essa mistura toda, é o grande diferencial da cidade (do Canadá na verdade). Você poder falar sem vergonha, as pessoas te entendem (diferente dos americanos), todo mundo muito educado, porém todo mundo muito independente. Esse é o “way of life” do Torontino (seja ele de qual parte do mundo for).

Quanto ao frio, ele realmente existe. E não é o frio que estamos acostumados em Campos do Jordão ou Monte Verde. Mesmo nesse início de primavera o frio é tenso! O vento corta, a boca seca e as pernas adormecem e congelam!!! Mas, pelo menos, em 90% dos dias, o Sol aparece! (muito diferente no inverno… que todo mundo que estava aqui em Fevereiro me contou que mal dava para sair de casa. Todos os dias chegou ao nível de frio extremo (-40 graus). Você sabe o que é isso? Eu não faço ideia (e não faço questão de saber)!! Mas o lado bom é que a cidade é preparada para isso: ambientes fechados, aquecidos, paths (passagens subterrâneas), metrô aquecido, ônibus, etc. Até eu já me peguei cortando caminho de quarteirões por lojas de departamento e shoppings!

Durante a semana, aquela loucura, as pessoas trabalham e vão direto para as suas casas. Na sexta feira, a coisa muda um pouco de figura. As ruas continuam vazias… mas é só entrar em algum pub que você encontra o pessoal do Happy Hour! (foi engraçado porque eu saí com uma amiga brasileira aqui sexta feira passada e reclamei para ela que não sabia onde as pessoas se escondiam no frio, que todo mundo era muito desanimado. Foi só agente entrar no bar que ela me disse onde as pessoas estavam).

Final de semana de frio as pessoas costumam ficar em suas casas ou reunir os amigos para fazer algo. Já eu, resolvi passear o dia todo e rever todos os pontos turísticos da cidade que eu visitei há 3 anos atrás (boa parte deles eu não me lembrava mais. Como pode?).

Já no verão, a minha amiga disse que a programação é intensa. O pessoal aproveita para sair de casa e tomar um Sol. Ir aos parques, piquiniques, festivais tomam conta da cidade até o próximo inverno!

#PorUmaVidaSemRotina

Compartilhe:

1 / 8
1
02:28
Quais são os sintomas que são gerados pelo estresse?
Com a correria do dia-a-dia somos facilmente pegos pelo estresse. E o nosso corpo indica sinais de que estamos fisicamente …
2
03:52
Surge o BolsoLula: os mesmos vícios da velha política brasileira
No vídeo, o jornalista Gilberto Dimenstein explica o conceito da expressão 'BolsoLula' e analisa as consequências da interferência política exercida …
3
04:15
Como os Beatles mudaram minha vida: parte 1
Como seria o mundo sem a inovação e energia que a música ganhou pós-Beatles. Imaginou? E se as pessoas também …
4
03:02
Jair Bolsonaro é louco, ignorante ou irresponsável?
O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento nesta quarta-feira, 21, apontando que ONGs poderiam estar por trás das queimadas na …
5
04:12
Netflix: ‘The Family- Democracia Ameaçada’ revela grupo secreto
A minissérie "The Family: Democracia Ameaçada", que pode ser vista na Netflix, mostra questões que te farão pensar em uma …
6
02:29
Operação Lava Jato ignora repasse suspeito de Paulo Guedes
Uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que a Operação Lava Jato poupou o ministro da Economia, …
7
02:40
Partículas de queimadas são encontradas em água de chuva em SP
O fenômeno que atingiu São Paulo na última segunda-feira, 19, e transformou o dia em noite em diversas regiões do …
8
03:36
Nem os eleitores de Bolsonaro concordam com a indicação de Eduardo
Em meio às polêmicas que dão o tom nos primeiros oito meses do governo Bolsonaro, uma pesquisa recente mostra que …