10 cidades para quem quer empreender e morar na praia

Pesquisa recente descobriu que ir à praia pode diminuir o estresse e melhora significativamente seu bem-estar

Por: Redação

Já pensou em morar na praia ? 

Estar diante do oceano, experimentar novos hábitos de vida e, além disso, iniciar uma nova jornada profissional. Redes de franquias têm direcionado ações de expansão para cidades do litoral brasileiro, como opção para quem busca empreender e estar mais perto da praia.

Em, pelo menos, dez cidades há potencial de consumo e mercado para iniciar novas operações. São municípios que figuram entre as opções de investimento para 20 franquias que aparecem na lista a seguir.

De alimentação a tratamentos estéticos, confira uma lista de 10 franquias a partir de R$ 4,9 mil que têm direcionado o crescimento para cidades do litoral brasileiro.

  • Rio de Janeiro

Principal vitrine do Brasil para o mundo, a cidade maravilhosa é o destino mais visitado da América do Sul, segundo um ranking divulgado pelaWorld Travel Market. O último resultado divulgado indica que 2,5 milhões de estrangeiros escolhem o Rio.

Quem pretende morar na capital Fluminense e empreender, um setor que tem gerado demanda para investimentos é o de reparos de aparelhos celulares. O Hospital Mais Phone, franquia de assistência técnica especializada em sistemas Android e iOS, estabeleceu a cidade do Rio de Janeiro como meta de expansão.

Crédito: Getty ImagesUma dos cartões postais mais conhecidos do Rio de Janeiro: a praia de Ipanema e o morro Dois Irmãos ao fundo 

“Além de ser uma cidade litorânea com todos os seus atrativos, tem grande potencial de negócio. A chegada do Hospital Mais Phone ao Rio vai dar uma nova cara as assistências, levando um novo conceito”, explica Fábio Reis, sócio fundador do Hospital Mais Phone.

A rede possui 15 unidades espalhadas em São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Os interessados em adquirir a franquia devem investir a partir de R$100 mil e o prazo de retorno é de 12 a 18 meses.

  • Búzios

Com 23 praias, Armação dos Búzios, ou simplesmente Búzios, é um município jovem e com forte potencial turístico e para pesca. Localizado na costa Fluminense, a 165 quilômetros do Rio de Janeiro, Búzios ficou famosa na década de 1960 quando foi destino de férias da atriz Brigitte Bardot.

Quem sonha em morar na cidade escolhida pela maior estrela do cinema mundial daquele período, tem como opção de negócio investir naAtitude, rede que vende óculos e já tem 40 lojas espalhadas pelo país. A franquia incluiu Búzios na lista de expansão.

O valor de investimento parte de R$120 mil (produtos, estrutura do quiosque, taxa de franquia e capital de giro) com tempo médio de retorno previsto para até 18 meses.

  • Angra dos Reis

Localizada no litoral fluminense, Angra dos Reis é um paraíso tropical conhecido pela quantidade de ilhas, 365, uma para cada dia do ano. O dado é repetido com frequência na cidade, atrai milhares de turistas, mas não tem confirmação oficial.

Com 200 mil habitantes, atrai investimentos e aparece na lista de intenções da TFlow para novas lojas. A rede de vestuário masculino já vestiu celebridades como Fernando e Sorocaba e Jorge e Mateus.

Com estampas exclusivas que mudam a cada 45 dias, a rede possui dois modelos de negócio: quiosque em shopping, conhecido como franqueado Rubi, e o de venda direta, chamado de franqueado Ouro.

Os interessados em levar a marca para Angra dos Reis devem investir a partir de R$87,9 mil, com prazo de retorno de 14 meses, no Rubi e a partir de R$15 mil, com prazo de retorno de três meses, para o modelo de venda direta.

  • Cabo Frio

Com areia branca e fina, as praias de águas cristalinas de Cabo Frio se destacam no litoral do Rio de Janeiro. São um convite ao lazer e à prática de esportes aquáticos.

Esse cenário está alinhado com o plano de expansão da Depyl Action, uma das maiores redes de estética do pelo do país, que faturou R$ 112 milhões no ano passado. “Uma cidade tão importante, do ponto de vista econômico e dos recursos naturais, precisa de serviços de estética do pelo de qualidade, principalmente para quem usa a depilação como aliada na prática esportiva”, comenta a  empresária Danielle Van Straten.

Com 21 anos de mercado de franquias, mais de cem unidades espalhadas pelo Brasil e pela Venezuela atendem por mês mais de 140 mil homens e mulheres, uma média diária de 6 mil pessoas. Para abrir uma unidade Depyl Action em Cabo Frio, será preciso investir a partir de R$ 340 mil.

Focada na praticidade, outra franquia que direciona expansão para a o município é a rede Mordidela, especializada em refeições rápidas. A rede comercializa mini salgadinhos e oferece opções que vão desde o café da manhã até o jantar.

Em atividade desde 2014, a rede tem quase 170 unidades, com a meta de atingir 200 operações até o fim de 2018. Para ser um franqueado da marca, o investidor precisa desembolsar um valor total de R$ 89,9 mil e o prazo de retorno é de 12 meses.

  • Santos

Principal cidade do litoral sul de São Paulo, Santos tem mais de 430 mil moradores, segundo o IBGE, e uma população flutuante de quase 1,5 milhão de pessoas durante o inverno deste ano, segundo a prefeitura de Santos. Com muitas casas de veraneio, a possibilidade de monitorar o local à distância incentiva a franquia SuperSeg Brasil a direcionar a expansão para a cidade.

A rede vende equipamentos eletrônicos, insumos para instalação (como fiação) e o serviço de elaboração do projeto de segurança eletrônica, além da instalação.

Crédito: IStockSantos é a melhor cidade para morar após os 60 anos, aponta ranking realizado pela FGV

“Nós temos como missão oferecer segurança para todos, não apenas condomínios e casas de alto padrão. Hoje, temos soluções de monitoramento eletrônico que cabem no bolso do trabalhador”, explica o executivo de negócios e pessoas da SuperSeg, Heverton Guimarães.

A SuperSeg entrou para o franchising em 2016 e atingiu em 2017 faturamento de R$ 12 milhões e hoje conta com 16 unidades comercializadas, em três estados.

O investimento total para ter uma loja da SuperSeg varia de R$ 80 mil a R$ 140 mil, dependendo do tamanho da loja, com prazo médio de retorno de 18 meses.

Focada no mundo das artes, outra franquia que planeja abertura de unidade em Santos é a Urban Arts. Desde maio de 2009 em operação, a empresa é uma galeria de arte diferente que oferece trabalhos de mais de quatro mil artistas independentes do Brasil e do mundo e mais de 70 mil obras, todas autorais, exclusivas e com tiragem limitada.

A primeira galeria física foi inaugurada em 2011, depois de dois anos de atuação online. Hoje conta com duas galerias próprias e mais 19 franqueadas por todo o país.

“Todo o conceito da Urban Arts se baseia em tornar a arte mais acessível, além de dar voz para artistas que não tem tanta visibilidade. Na nossa empresa, as artes custam todas o mesmo preço, o que altera é o tamanho e acabamento”, explica o fundador, André Diniz.

O investimento inicial da rede varia entre R$ 240 mil e 380 mil, com prazo de retorno de 18 a 36 meses, e o faturamento médio mensal por unidade é de R$ 108 mil.

  • Guarujá

Guarujá, também no litoral sul paulista, tem alto potencial de consumo. O município está nos planos da The Shaky, criada em Lins, interior de São Paulo, e especializada em milk shakes.

São mais de 100 combinações de sabores e adicionais que possibilitam ao cliente montar sua própria bebida. Com ticket médio de R$ 15, a rede tem 13 unidades em operação, sendo duas no Paraguai. Para ser um franqueado da marca, é necessário investir a partir de R$ 150 mil. O prazo de retorno varia de 24 a 36 meses.

Outra rede disposta a explorar o mercado do Guarujá é a Mr Pottier, rede de fondue de chocolate e do exclusivo Apple donut. A franquia, que entrou recentemente para o mercado de franchising, possui quatro unidades. O modelo de negócio da marca é o carretino, um quiosque sobre rodas, que possui investimento total a partir de R$150 mil, com prazo de retorno de 18 a 24 meses.

  • Florianópolis

A capital Catarinense se destaca no sul do Brasil pelas belas paisagens naturais e também pelo potencial de consumo. A economia da cidade está baseada no forte comércio, na prestação de serviços, na indústria de transformação e, principalmente, no turismo, impulsionado pelas famosas praias de Jurerê, Canasvieiras, Ingleses e Armação.

Quem pretende empreender e viver na ilha, a Gou Odonto é uma opção de investimento, já que estudos da franquia apontam para oportunidades de negócio no segmento de saúde e estética bucal. A rede atua em mais de 100 cidades espalhadas pelo Brasil.

Crédito: Getty Images/iStockphotoEm 2017, Florianópolis foi eleita a segunda melhor capital do país para se viver 

Para abrir uma Gou Odonto, o investimento inicial é de 200 mil e o prazo de retorno varia de 18 a 36 meses.

A cidade Catarinense também está no radar da Ceofood, franquia de aplicativo gastronômico, lançada em março de 2018. A missão do franqueado é prospectar restaurantes que serão listados na plataforma, a partir de um pagamento de mensalidade. A rede trabalha com dois modelos de franquia, a home based, com um investimento a partir de  R$ 4.990,00, e a unidade física, a partir de R$ 20 mil. O previsão média de retorno para ambos varia entre 6 meses a 1 ano. Devido a sua versatilidade e rentabilidade, a rede teve um crescimento exponencial em 2018 e, em menos de seis meses, abriu mais de 80 unidades espalhadas por cinco estados brasileiros.

Recentemente, a rede inaugurou sua primeira unidade em Florianópolis, cidade que faz parte do foco de expansão da marca.

“Florianópolis é uma cidade com muitos jovens e tem um mercado gastronômico bem intenso, com diversos perfis de restaurantes. A população tem um interesse enorme em tecnologia. Por esses e outros motivos que acreditamos que essa linda capital tem o perfil ideal para o público da Ceofood”, informa Eder Fior, diretor administrativo.

  • Recife

Terra do frevo e do maracatu, berço histórico do Brasil, Recife é a terceira maior economia do Nordeste, atrás apenas de Salvador e Fortaleza, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010. Com 1,53 milhão de habitantes e milhares de visitantes ao longo do ano, a economia, baseada no turismo, tem se mostrado cada vez mais dinâmica.

Crédito: IStockHistórica, cultural e artística, capital pernambucana é a pedida para quem busca opção além das belezas naturais 

É o que constata a Quik Silver, franquia especializada em roupas para quem gosta de praticar esportes radicais ao ar livre. A rede integra, junto com as marcas Roxy e DC Shoes, o grupo Boardriders que distribui seus produtos em mais de 115 países. A Quik Silver tem 15 unidades no Brasil e para ser um franqueado e morar em Recife, é preciso investir a partir de R$ 500 mil, com prazo de retorno entre 24 e 36 meses.

A capital de Pernambuco também chama a atenção da Cia do Sono, empresa especializada na produção de colchões personalizados, equipados com massagens terapêuticas e feitos sob medida. A rede, fundada em 1987, busca investidores no modelo microfranquia e que tenham interesse em viver em Recife.

Com esse modelo de negócio, o investidor desembolsa R$ 8,3 mil, com prazo de dois meses para retorno.

  • São Luís

A histórica São Luís, capital do Maranhão, fundada em 1612, é um dos patrimônios mundiais da Unesco. Um dos pontos turísticos mais procurados do Nordeste, a cidade respira cultura, seja pela arquitetura de influência portuguesa do século XVII ou pela literatura e pela música.

São Luís está nos planos de expansão da rede Oligoflora, pioneira em estética funcional no Brasil, e composta por profissionais exclusivamente ligados à área da saúde.

O diferencial que acompanha a trajetória da rede é a abordagem ‘IN & OUT’, que trata do corpo internamente com suplementos nutricionais e nutricosméticos, associados a equipamentos e dermocosméticos que tratam as queixas estéticas externamente. Atualmente presente em mais de 20 cidades do Brasil, a marca pretende expandir a rede pelo litoral nordestino. A rede conta com modelos de negócios para licenciados e franqueados. Para abrir uma unidade da Oligoflora, o investimento inicial é a partir de R$50 mil reais.

  • Fortaleza

Com localização geográfica estratégica, Fortaleza tem se firmado como uma das economias mais promissoras do Nordeste. O orçamento municipal a coloca entre as cinco principais cidades do país, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba.

De olho nesse potencial econômico de Fortaleza, a PremiaPão, criada em 2015 e que vende espaços publicitários em sacos de pão, inclui a capital do Ceará entre as prioridades de expansão. Com mais de 250 unidades espalhadas por todo o país, a rede oferece prêmios por sorteio para quem compra pão nas padarias e mercados parceiros.

Na prática, o franqueado deve buscar novas empresas para vender os espaços publicitários. Com investimento inicial a partir de R$ 8 mil, o prazo de retorno varia entre 1 a 4 meses.

Uma das cidades litorâneas que é o foco de expansão da rede é a capital cearense.

“Fortaleza é uma cidade com um ótimo potencial para publicidade. Temos poucos franqueados atuando por lá, mas já tivemos excelentes resultados. Além disso, a cidade possui um número bacana de padarias, o que demonstra uma imensa capacidade para nosso negócio”, explica Diego Castro, cofundador e diretor de expansão da PremiaPão.

Compartilhe:

1
01:38
Cachorros no escritório melhoram o ambiente de trabalho
Ambiente de trabalho saudável, acolhedor, com redução de estresse e melhora de relacionamento entre a equipe são os benefícios que …
2
01:20
5 dicas para ser um freela bem sucedido
Existem vários pontos positivos em atuar como freelancer no mercado. Mas, para conseguir ser bem sucedido nessa carreira é preciso …
3
01:36
5 mudanças da reforma trabalhista
Confira o que mudou na relação entre trabalhador em empresa com a aprovação da reforma trabalhista. Gostou? Deixe um like e …