Informar

Para você, qual a maneira ideal de conseguir renda extra?

Por: Pegcar | Comunicar erro

Você está quebrando a cabeça para entender qual o melhor caminho para lidar com a falta de grana nesse período de vacas magras para todo mundo? E se a gente contasse que aquela peça de roupa que você usou apenas uma vez, o carro que passa mais tempo dentro da garagem do que na rua, o quarto da sua casa que vive vazio e até as fotografias que você tira da sua cidade podem garantir uma boa renda extra no final do mês?

Nós, do Pegcar, listamos a seguir algumas maneiras fáceis e inteligentes de ganhar aquele dinheirinho a mais fazendo parte de iniciativas dentro do modelo de economia compartilhada, que privilegia o consumo mais inteligente. Confira!

1 – Para quem deixa o carro na garagem e vai de bike ou transporte público: Pegcar

Divulgação.
Divulgação.

Você tem um bom carro na sua garagem, mas prefere ir ao trabalho de bike, transporte público, Uber ou até mesmo caminhando? Aos finais de semana, faz a maior parte dos programas a pé para economizar no estacionamento? Uma boa alternativa para ganhar grana extra é cadastrar seu veículo para ser compartilhado pelo site do Pegcar, aproveitando esses momentos em que não o utiliza para gerar receita.

Funciona assim: você tira boas fotos de seu carro, insere informações sobre o veículo no site, informa a disponibilidade e o valor que quer cobrar pelo aluguel e pronto, agora é só esperar as solicitações de locação! Depois disso, basta aprovar ou rejeitar o pedido conforme for melhor para você, considerando datas e horários de entrega do automóvel.

E não precisa se preocupar, todas as locações são cobertas por seguro da MAPFRE, garantindo segurança e tranquilidade, tanto para proprietário, quanto para o condutor do veículo. É uma forma de manter seu carro disponível para quando precisar e, ao mesmo tempo, garantir uma graninha extra no tempo em que ele costuma ficar parado!

2 – Para os amantes de animais: Dog Hero

Reprodução.
Reprodução.

Se você é apaixonado por cães e tem algum tempo livre ou flexibilidade para estar em casa, uma opção para conseguir grana extra é se oferecer como anfitrião do Dog Hero. Esta é uma alternativa mais acolhedora para quem tem cachorro e precisa viajar ou, por algum motivo, deixar o animalzinho aos cuidados de outra pessoa. Enquanto os donos dos pets economizam e ficam mais tranquilos ao usar este tipo de hospedagem mais humanizada do que os tradicionais hotéis para animais, você recebe o valor pago pela diária.

Se você ama cães, que tal receber a visitinha de um e ainda ganhar dinheiro por isso?

3 – Para quem viaja bastante: Cabe na Mala

iStock.
iStock.

Agora, se você é do time que fica pouco tempo em casa e viaja bastante para diferentes regiões, que tal usar um espacinho da sua mala para trazer algo que outra pessoa está buscando do local para onde você vai? Aplicativos como o Cabe na Mala conectam você a quem procura produtos que só existem no seu destino de viagem e não têm como buscá-los. Cadastre-se no site e informe sua próxima viagem!

4 – Para quem mora em uma casa grande ou com quarto vazio: Airbnb

Divulgação.
Divulgação.

Tem um cômodo na sua casa que vive vazio? Ou um espaço no qual receberia um hóspede, como a sala? Ofereça-os como opção de hospedagem para alguém pelo Airbnb! Você ganha dinheiro extra e promove conforto a quem veio de longe, além de ser uma opção mais econômica para os viajantes.

Com o Airbnb, você pode alugar um quarto ou a casa inteira, definir regras de utilização, disponibilidade e valores para a locação. Basta entrar no site e se cadastrar, inserindo informações suas e sobre sua casa (como localização, facilidades e algumas fotos do local) e esperar pelas solicitações. A plataforma, já consolidada no exterior, tem conquistado cada vez mais espaço no país, conectando anfitriões locais a viajantes e oferecendo uma experiência diferenciada para ambos os lados em cada aluguel. O Airbnb também oferece seguro para os anfitriões e cuida de todo o trâmite, como pagamentos e cancelamentos.

5 – Para quem faz muitas compras: OLX

Divulgação.
Divulgação.

Se você é do tipo consumista, que adora comprar coisas novas, mas vive com a casa abarrotada de objetos que já nem usa mais, que tal selecionar tudo o que está em bom estado, porém sem utilização, para desapegar?

Plataformas como o OLX são totalmente gratuitas e permitem que você venda esses objetos a pessoas em todos os cantos do país. Basta se cadastrar e publicar um anúncio do produto, com fotos, descrição e preço que você quer por ele. Depois, é só esperar outros usuários interessados nesses objetos seminovos entrarem em contato e negociar a compra!

A iniciativa também é legal porque contribui para um mundo muito mais sustentável, já que incentiva a utilização máxima de algum objeto, aumentando sua vida útil e diminuindo o ritmo de descarte. Além disso, ao vender suas coisas, você ainda ajuda alguém que precisa delas a pagar um preço menor e a embolsar esse dinheirinho extra!

6 – Para quem ama tirar fotos: Clashot

Divulgação.
Divulgação.

Se você ama tirar fotos e tem até um certo talento para isso, que tal tentar ganhar dinheiro com suas imagens? Uma paisagem, um estabelecimento, um evento… Tudo pode ir para o banco de imagens do Clashot e ser comprado para utilização nos mais diversos fins.

Este também é um jeito legal de compartilhar suas melhores fotos com o mundo, exigindo apenas um pouco de organização e de tempo para que você aproveite esse hobby como fonte de renda extra – e o melhor, uma forma de renda passiva, já que uma vez publicadas as fotos, elas continuarão gerando receita para você, mesmo que pare de clicar novas imagens.

7 – Para quem tem muitas roupas: My Open Closet

Divulgação.
Divulgação.

O seu armário está transbordando de peças que você pouco utiliza? Que tal alugar aquele vestido ou acessório de pouco uso, como aquele vestido de festa que você infelizmente não tem como reaproveitar a cada vez que precisa de uma roupa mais elegante? Ganhe dinheiro divulgando suas roupas no My Open Closet, que é uma plataforma que conecta mulheres para compartilharem vestido de festa, peças caras e de pouco uso.

É uma ótima alternativa que, além de tirar essas peças do guarda-roupa, possibilita que o dono rentabilize com elas, ao invés de apenas continuar guardando-as e ocupando espaço no armário.

8 – Para quem manda bem em alguma matéria: Profes

iStock.
iStock.

Você é bom em algum idioma, História, Física, Matemática, Redação, entre outros temas, e tem algum tempo livre? Que tal oferecer aulas particulares presenciais ou online por plataformas como o Profes? É uma ótima oportunidade de treinar sua habilidade, mantê-la em uso, e ainda ganhar um dinheiro extra.

Para aulas online, você nem precisa se locomover, é tudo 100% online, basta se cadastrar no site, negociar o preço com os interessados e começar a ganhar uma grana extra sem sair de casa!

9 – Para quem tem habilidades manuais e curte artesanatos: Elo7

iStock.
iStock.

Elo7 é um site que valoriza trabalhos artesanais dos mais diversos tipos, desde o topo do bolo até pulseiras ou roupas, passando por objetos domésticos, como pequenos móveis, quadros, cortinas e até utensílios!

Portanto, se você sabe e gosta de trabalhos manuais, como costura, artesanato e crochê, use isto a seu favor e ganhe dinheiro! Basta se cadastrar no site, fotografar seus produtos e negociar com clientes interessados. O site também cuida do pagamento, assim você tem a segurança de produzir os itens sob demanda e receber por eles depois, além de contar com facilidade para divulgar seu trabalho.

10 – Para quem tem vários utensílios de uso esporádico em casa: Alooga

iStock.
iStock.

Que tal alugar a furadeira, o aspirador de pó, a bicicleta e outros objetos que usa pouco? No Alooga você divulga seus utensílios de uso esporádico para alguém que precisa deles em uma ocasião pontual. Além de ser uma prática sustentável, é interessante para quem necessita dos objetivos, pois consegue usá-los sem comprar. Para você que aluga, está é a oportunidade de tirar do armário o que está guardado e fazer uma renda extra!

Pronto para ganhar grana extra?

Um cômodo da sua casa como hospedagem, um trabalho manual, seu carro para compartilhamento, seu tempo para cuidar do pet de alguém ou aquele vestido parado no armário… Existem diversas (e fáceis) maneiras de você faturar a sua grana extra e ainda facilitar a vida de outra pessoa.

Agora que você conheceu algumas das iniciativas mais inteligentes da economia colaborativa e sabe que dá para conseguir dinheiro com o que você tem em casa, é só escolher a opção que mais agrada, fazer o cadastro no site e começar a participar deste movimento!

É importante lembrar que esse dinheiro extra pode ser utilizado para ajudar a alcançar objetivos, como a viagem dos sonhos, a festa de 15 anos para sua filha ou a simples compra de uma peça de roupa que você vem namorando há um tempo, mas ainda não tem condições de comprar.

Você pode, também, reservar esta grana para algo maior, como a compra de um imóvel ou de um carro, basta se organizar e definir seus objetivos e prioridades. Não ter motivo claro para ganhar mais dinheiro, entretanto, não é desculpa para não apostar em uma das iniciativas. Experimente guardar o que receber em uma poupança ou outra aplicação. Você não sabe quando vai precisar, não é mesmo?


Você conhece alguma outra iniciativa da economia compartilhada que pode ajudar a aumentar a renda? Compartilhe com os outros leitores aqui nos comentários!

Compartilhe:

Autor: Pegcar

O Pegcar é uma rede de carros compartilhados entre pessoas. Seguindo a crescente tendência da economia compartilhada, desenhamos um modelo pelo qual qualquer Proprietário pode monetizar seu carro ao disponibilizá-lo a outros usuários, podendo variar de uma hora a períodos mais extensos, através de um serviço de aluguel fácil, seguro e mais econômico.

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Pegcar da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.