21 pensamentos totalmente honestos que toda parteira já teve

Por: Mayara Penina Comunicar erro

O BuzzFedd fez uma lista incrível reunindo alguns pensamentos das parteiras ao prestarem assistência às mulheres e famílias.

A obstetriz, (ou parteira como chamamos no Brasil) é responsável pelo atendimento das mulheres durante a gestação, o parto e o pós-parto. É esse profissional que acompanha todas as fases do ciclo gravídico-puerperal: realiza o pré-natal, assiste e realiza o parto normal e também cuida da mulher no pós-parto. Um profissional médico é convocado em caso de alto risco ou de complicações.

As obstetrizes podem trabalhar em instituições de saúde pública e privadas como maternidades, centros de parto normal, casas de parto, ambulatórios, unidades básicas, instituições de ensino e domicílios.

Confira a lista

1. Nós nos irritamos quando as pessoas acham que só o que fazemos é segurar a mão da mulher durante o trabalho de parto

Obviamente, nós damos apoio emocional, mas nós estudamos para isto e temos competências médicas. Nós colocamos soro, damos anestesias epidurais e infusões de insulina, tiramos sangue e costuramos a pele nos lugares mais íntimos que você pode imaginar.
Obviamente, nós damos apoio emocional, mas nós estudamos para isto e temos competências médicas. Nós colocamos soro, damos anestesias epidurais e infusões de insulina, tiramos sangue e costuramos a pele nos lugares mais íntimos que você pode imaginar.

2. Você nunca supera a sensação de admiração

3. Ver pais “nascerem” também é maravilhoso

4. E nós vivemos pelo “olhar”

5. O sentimento de responsabilidade é enorme e assustador.

6. Nós achamos todos os bebês lindos.

Quando você diz “ele/ela não é lindo/linda?”, e nós dizemos que sim, nós respondemos com sinceridade. Não existe bebê estranho aos nossos olhos. Nós sabemos que eles vêm em todos os tamanhos e formas, e nós já vimos todos os tamanhos e formas que existem.
Quando você diz “ele/ela não é lindo/linda?”, e nós dizemos que sim, nós respondemos com sinceridade. Não existe bebê estranho aos nossos olhos. Nós sabemos que eles vêm em todos os tamanhos e formas, e nós já vimos todos os tamanhos e formas que existem.

7. E nós roubamos abraços deles sempre que podemos

8. As mulheres morrem de medo de evacuar durante o trabalho de parto

9. Alguns parceiros são totalmente idiotas.

10. As pessoas gritam com a gente o tempo todo, e, várias vezes, nos ameaçam.

11. Você desenvolve relacionamentos profundos e intensos com as pessoas em um período de tempo bastante curto.

12. Partos prematuros são ainda mais desafiadores.

13. Nossa época mais agitada (para as parteiras americanas, pelo menos) é o outono.

14. Às vezes, nós temos que levar os bebês depois do nascimento.

15. Nossos turnos são longos, e nós raramente finalizamos o trabalho na hora certa.

Nós fazemos turnos de 9 ou 12 horas em horários diferentes, o que significa que nós não temos garantia de ter folga em ocasiões especiais. Além disso, nós trabalhamos regularmente além da hora para completar nossas pilhas de papeladas: avaliações de risco, formulários de necessidades individuais, planos de saúde, formulários de cateteres… parece um trabalho sem fim.
Nós fazemos turnos de 9 ou 12 horas em horários diferentes, o que significa que nós não temos garantia de ter folga em ocasiões especiais. Além disso, nós trabalhamos regularmente além da hora para completar nossas pilhas de papeladas: avaliações de risco, formulários de necessidades individuais, planos de saúde, formulários de cateteres… parece um trabalho sem fim.

16. Quase nunca temos intervalos.

17. Nos EUA, nós temos que lidar com a ameaça constante de perder a licença ou sermos processadas.

18. Gravidez nem sempre tem um final feliz.

19. Nós choramos muito.

20. Nós geralmente temos muito pouco tempo para dar.

21. Mas nós não deixamos de trabalhar, dia a pós dia.

Nós estaríamos mentindo se disséssemos que não pensamos, às vezes, em desistir. Especialmente depois de um turno extremamente difícil. Mas a maioria de nós mão sairia de vez obstetrícia. Nós ficaríamos com saudade demais “daquele olhar”. Sem falar de todos aqueles abraços.
Nós estaríamos mentindo se disséssemos que não pensamos, às vezes, em desistir. Especialmente depois de um turno extremamente difícil. Mas a maioria de nós mão sairia de vez obstetrícia. Nós ficaríamos com saudade demais “daquele olhar”. Sem falar de todos aqueles abraços.

Compartilhe:

1
02:01
As mentiras sobre as vacinas matam
Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador da Anvisa,  fala sobre as mentiras sobre as vacinas e o quanto o calendário …