Menino autista recebe carta emocionante de professoras

Por: Camila Hungria
foto: reprodução
Ben ficou muito feliz com a carta recebida das professoras.

Quando pensamos na abordagem proposta pela educação integral, entendemos que o indivíduo é multifacetado, e que o seu desenvolvimento e aprendizado permeiam todas as experiências de sua vida. Nesse sentido, é fácil compreender o motivo pelo qual testes que medem conhecimentos não dão conta da complexidade de fatores, habilidades e competências de uma criança.

Felizmente, as professoras de Ben Twist, um menino britânico e 11 anos entenderam muito bem isso. Ben, que foi diagnosticado com autismo aos 5 anos, não foi bem nas provas nacionais conhecidas como SATs. Apesar disso, as professoras Jane Grecic e Ruth Clarkson enviaram para ele e seus pais uma carta ressaltando diversas outras qualidades e competências do garoto.

Segundo a mãe de Ben, o menino achou a mensagem “incrível” e ficou muito surpreso, pois não acreditava que alguém teria tantas coisas bonitas para dizer sobre ele.

Confira uma tradução livre da carta:

foto: reprodução
Carta em inglês

“Querido Ben,

Escrevo para parabeniza-lo por sua atitude e pelo êxito em completar os SATs. Gil, Lynn, Angela, Steph e Anne trabalharam muito bem com você neste ano, e você fez progressos fabulosos. Escrevo para você e seus pais para comunicar os resultados dos testes.

Uma coisa muito importante que quero que você entenda é que esses testes só medem uma pequena parte de você e de suas habilidades. Eles são importantes e você foi muito bem, mas Ben Twist é feito de muitas outras habilidades e talentos que nós na Lansbury Bridge vemos e medimos de outras formas.

Outros talentos que você tem e esse teste não mede incluem:

  • Seus talentos artísticos
  • Sua habilidade de trabalhar em equipe
  • Sua independência cada vez maior
  • Sua bondade
  • Sua habilidade de expressar sua opinião
  • Suas habilidades esportivas
  • Sua habilidade para fazer e conservar amigos
  • Sua habilidade para discutir e avaliar seu próprio progresso
  • Seus talentos para design e construções
  • Sua habilidade musical

Ficamos muito felizes por esses talentos e habilidades comporem a pessoa especial que você é, e essas são as coisas que medimos para ter certeza que você continua progredindo e se desenvolvendo como um jovem amável e brilhante. Parabéns, Ben, estamos muito orgulhosas de você”.

Leia também: Mãe de menina com deficiência idealiza projeto de inclusão em parquinhos

Com informações de Bored Panda.

Compartilhe: