11 tuítes de Marielle Franco que representam sua atuação

Por: Redação | Comunicar erro
Marielle Franco apoiava campanhas contra o assédio, por exemplo

A vereadora Marielle Franco, do PSOL, e o seu motorista, Anderson Pedro Gomes, foram baleados dentro de um carro na noite de quarta-feira, 14, no Rio de Janeiro. O crime brutal chocou artistas, políticos e intelectuais, e é assunto em toda a imprensa (também internacional) nesta quinta-feira, 15.

Marielle tinha 38 anos e deixou uma filha de 19. “Mulher, negra, mãe e cria da favela da Maré”, como se apresentava, ela foi a quinta vereadora mais votada nas eleições de 2016, com 46.502 votos. Era sua primeira disputa eleitoral.

Socióloga, graduada em Ciências Sociais pela PUC-Rio com bolsa de estudos, feminista e militante dos direitos humanos, tecia fortes críticas em relação à intervenção federal no Rio de Janeiro e denunciava abusos da Polícia Militar contra os moradores.

Confira abaixo 11 tuítes da parlamentar que representam as causas que ela defendia em sua atuação na Câmara Municipal:

1. Marielle reivindicava ações de combate à violência dentro das comunidades. Em um de seus últimos tuítes, falou sobre o assassinato do jovem Matheus Melo, 23 anos, na Favela do Jacarezinho, no Jacaré, zona norte. Ele foi morto por uma patrulha da PM.

2. Também dava visibilidade para temas que envolviam racismo e o genocídio da população negra:

3. Além disso, era relatora da comissão para fiscalizar a intervenção federal no Rio. Ela se posicionava fortemente contra a medida.

4. Pautava a luta contra a lesbofobia e defendia os direitos das mulheres:

5. Inclusive, apoiava causas que lutam pelo fim de casos de assédio contra as mulheres no Carnaval:

6. Comemorou o projeto de lei que garante cidadania e dignidade para a população trans:

7. Criticava marcas acusadas de trabalho escravo e enaltecia o trabalho de mulheres empreendedoras:

8. Questionava a falta de diversidade e a representação feminina na política:

9. Compartilhava mensagens de sororidade:

10. Entre suas propostas de lei, apresentou o PL 0016/2017  “Pra Fazer Valer o Aborto Legal no Rio”:

11. Apoiava o fim da dupla função de motorista-cobrador no Rio:

  • Leia também:

Compartilhe:

1 / 8
1
05:10
Danilo Gentili é considerado culpado e pode ir preso
O apresentador Danilo Gentili foi condenado a seis meses e 28 dias de prisão por conta do caso envolvendo a …
2
02:29
Decisões de Bolsonaro podem colocar em risco a segurança pública
Gilberto Dimenstein comenta algumas das últimas decisões do governo. Os novos projetos e definições - nas áreas de trânsito e …
3
03:09
Quem é Abraham Weintraub, o novo ministro da Educação?
O presidente Jair Bolsonaro anunciou através de sua conta no Twitter o novo ministro da Educação. Agora, será a vez …
4
03:36
Colégio de elite suspende 30 alunos por bullying em São Paulo
O Colégio Santa Cruz, um dos mais tradicionais de São Paulo, registrou um caso grave de bullying. A situação teve …
5
01:36
9 gentilezas que vão mudar o seu dia
Algumas pequenas atitudes podem transformar o seu dia e quem você é. Aprenda a praticar o bem para que a …
6
03:21
Bolsonaro demite Vélez e anuncia novo ministro da Educação
Jair Bolsonaro confirmou, pelo Twitter, a demissão do ministro da Educação Ricardo Vélez. A atuação do agora ex-ministro vinha sendo …
7
02:56
Datafolha: Bolsonaro atinge queda recorde de popularidade
O presidente Jair Bolsonaro teve a pior avaliação entre os presidentes eleitos para o primeiro mandato após três meses de …
8
04:41
Por que e como não ser transfóbico
A Assembléia Legislativa de São Paulo presenciou nesta semana um inaceitável discurso de ódio. Erica Malunguinho é a primeira parlamentar transexual a …