Últimas notícias:

Loading...

Acusando de censura, Castanhari chama Melhem de ‘assediador’

"Não se engane, Marcius Melhem, essa tentativa pífia de censura e intimidação só me fez ter ainda mais certeza do tipo de pessoa que você é", disse

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Nesta última quinta-feira, 21, após uma decisão da Justiça a seu favor, Felipe Castanhari acusou Marcius Melhem de censura e intimidação e ainda o chamou de “assediador”. O ex-Globo moveu uma ação judicial solicitando a exclusão de uma publicação do YouTuber em que fazia defesa a Dani Calabresa, porém teve o pedido negado.

Acusando de censura, Castanhari chama Melhem de 'assediador'
Crédito: Reprodução/InstagramAcusando de censura, Castanhari chama Melhem de ‘assediador’

“Marcius Melhem falha em sua tentativa patética de censura”, disparou Castanhari. Ele citou outros comediantes que também foram processados pelo ex-chefe do Humor da Globo porque saíram em defesa de Dani Calabresa.

“Não satisfeito em me processar por um tuíte em que defendia a Dani, o sujeito ainda está tentando calar todo mundo que se pronunciou em defesa dela. Foi assim com o Marcos Veras, Danilo Gentili e também com o Rafinha Bastos”, escreveu o influenciador.

“Prestem muita atenção porque é exatamente assim que os assediadores operam, eles usam de intimidação para amedrontar não só as vítimas, mas qualquer um que ouse demonstrar apoio a elas. Não se engane, Marcius Melhem, essa tentativa pífia de censura e intimidação só me fez ter ainda mais certeza do tipo de pessoa que você é. Não serei amendrontado”, reforçou Castanhari.

Ele se colocou à disposição para ajudar financeiramente “qualquer um que for processado por esse sujeitinho” e falou que não liga se Melhem o processar mais uma vez. “Quando eu ganhar farei outra publicação esfregando isso nessa sua cara sem graça”, declarou.

Melhem teve seu pedido negado para que Castanhari retirasse um post sobre ele, sem o citar diretamente, porém, antes disso, a Justiça acatou outra solicitação pela exclusão de uma outra publicação do youtuber em que chamava o humorista de “assediador” e “escroto”.

Os advogados do ex-diretor da Globo protocolaram um documento de 61 páginas com uma solicitação de indenização por danos morais e materiais de R$ 200 mil contra Dani Calabresa.

As advogadas de Dani Calabresa querem que o Ministério Público Federal investigue Marcius Melhem por crimes sexuais. O pedido foi realizado em dezembro. Ela e outras atrizes estão acusando Melhem de assédio.

Compartilhe: